História Angels and Demons - DDLC (Natsuki x Yuri - Sayori x Monika) - Capítulo 3


Escrita por:

Visualizações 67
Palavras 699
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Homossexualidade, Linguagem Imprópria, Pansexualidade, Spoilers, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


mlk que saudades disso
edit: eu tinha feito besteira, mas já arrumei.
eu tinha colocado o começo com o narrador e depois com o P.O.V da Natsuki.

Capítulo 3 - Capítulo 2 - A casa de Yuri.


P.O.V Natsuki


Eu levei Yuri até a enfermaria, pois ela estava muito machucada. Enquanto eu esperava, Monika e Sayori, passavam pelos corredores.

–Natsuki! O que você tá fazendo ai, na frente da enfermaria, plantada que nem uma árvore?

–S-Sayori! Não me puxa! –Monika falou, tropeçando, enquanto sua namorada a puxava para vir falar comigo.

–Ah, eae gente. Eu conheci uma garota nova, mas aconteceu que umas outras garotas bateram nela, ai eu trouxe ela pra enfermaria.

–Daqui a pouco vou eu pra enfermaria se a Sayori me puxar de novo.

–Hehe, desculpa. Qual o nome dela? (risada de estuprador não pode Sayori)

–Yuri.

–Espera, é uma de cabelos roxos e longos? Que é extremamente alta?

–Sim.

–Ah, a gente conhece ela, né Sayori?

Sayori ficou olhando para o nada, pensando em seja lá o que for.

–NÉ, SAYORI?! –Monika gritava na orelha dela.

–AI QUE UH É SIM NÃO PERA QUE. (eis que me perguntam se eu gosto de *insira o nome da minha crush que ninguém pode saber aqui*)

–A Yuri, lembra? Aquela nossa amiga que a gente conheceu no cinema, no nosso primeiro encontro, que eu fiquei com muito ciúmes. (Monika sua ciumenta... parece eu.)

–Ah, é! Verdade!

–Sayori, você é muito distraída. –Eu falei, segurando a minha risada.

–Eu sei... Desculpa.

Nós ficamos ali por um tempo conversando, até que o sinal da aula bateu, e Yuri saiu da enfermaria.

–A-ah... O-oi Monika, Sayori e... Natsuki? P-por que v-você está a-aqui?

–Eu tava te esperando, boba. Vamos?

–O-okay...

–Bem, eu e Sayori vamos indo.

–Sim! Vamos indo, tchau gente!

–Tchau. –Eu e Yuri dizemos juntas.

Nós começamos a andar até nossa sala, até que Yuri pega na minha mão. Eu fico muito corada, e Yuri está que nem um tomate. Aquilo era bom. A mão de Yuri era tão macia... Não, eu não posso me apaixonar por alguém que acabei de conhecer.

–N-Natsuki...

–Yeah?

–Q-Quer vir n-na minha casa d-depois da aula?

–Pode ser!

[Na última aula...]

Ugh, por que isso nunca acaba? Eu só quero ir pra casa da Yuri logo...

De repente, eu ouço o sinal bater e todos saírem correndo. Eu arrumo meu material e olho para trás. Yuri estava dormindo. Ela ficava tão fofa até mesmo dormindo... Ela tinha uma boca tão bonita... Eu adoraria- Espera, eu preciso parar de pensar coisas assim! Eu acho que vou acordar ela.

Ao ir tentar cutucar ela pra a acordar, ela agarra minha mão, e usa como travesseiro. O rosto dela... É tão macio...

–Hey, Yuri? Acorda.

Sem resposta. Eu aproximo meu rosto do dela e sussurro perto da orelha dela.

–Yuri, a aula já acabou, vamos. (pensa se ela fosse falar "eu vou te estuprar a noite")

–A-ahn? Q-que?

Yuri acorda e percebe o quanto nossos rostos estão próximos. Nós duas nos afastamos e ficamos muito vermelhas.

–D-desculpa... E-eu não dormi d-direito a noite...

–T-tudo bem... V-vamos indo...

Eu ajudo Yuri a arrumar seu material, e nós duas saímos. Yuri estava quase caindo de sono.

–Yuri, tem certeza que quer que eu passe um tempo na sua casa? Você parece cansada.

–N-não, t-tá tudo bem...

[Uma boa caminhada depois...]

Nós chegamos a casa de Yuri. Ela pega as chaves e abre a porta, quase caindo.

–Bem-vinda. Minha casa está sempre vazia, então, é.

–E seus pais?

–Morreram. Em um acidente de carro.

–Oh. Desculpa.

–T-tudo bem...

Eu vejo que Yuri havia sentado em uma cadeira ali perto, e estava quase dormindo.

–Yuri, onde é seu quarto?

–P-por que quer s-saber? –Ela perguntou, meio corada.

–Vou te carregar até lá, pra você dormir.

–N-não!

Antes que ela pudesse dizer qualquer coisa, eu peguei ela no colo e a carreguei até subir as escadas. Ir pra academia ajudou bastante. (BUFFSUKI BITCH)

–Qual porta que é?

–A-aquela ali...

Ela aponta até a porta e eu vou até lá, meio que correndo. Eu abro a porta com o queixo, e o meu rosto fica próximo dos peitos dela. Vejo com o canto do olho que ela ficou um pouco vermelha.

–Chegamos.

Eu coloco Yuri em sua cama e a cubro.

–Eu vou pra casa. Vê se dorme.

–O-okay...

–Boa noite.

Eu saio da casa de Yuri e sigo o caminho pra minha casa.

Mas que porra era aquilo...?

Facas com sangue...

Yuri tinha cortes em seus braços...

Eu não acredito...


Notas Finais


caso não tenham entendido, quando Natsuki estava colocando Yuri em sua cama, a manga de Yuri levantou e Natsuki pode ver os cortes.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...