1. Spirit Fanfics >
  2. Angels and demons (Tododeku e Kiribaku) >
  3. Sua presença me faz bem

História Angels and demons (Tododeku e Kiribaku) - Capítulo 3


Escrita por:


Notas do Autor


Pra quem já acompanhou minhas fics sabe que é difícil eu por muito romance e coisa melosa (mesmo as fics as vezes sendo de romance kkkk), mas hoje eu tive uma vontade de por uma coisa melosa, não sei se ficou bom, mas eu espero que tenham gostado, se não, desculpa 🥺🥺🥺


Eu queria saber a opinião de vocês numa coisa, eu estou cm um projeto de uma fic aí, digam ideias, quem sabe a gente vá somando com o projeto original hehehe

Capítulo 3 - Sua presença me faz bem


Fanfic / Fanfiction Angels and demons (Tododeku e Kiribaku) - Capítulo 3 - Sua presença me faz bem

Narrador ON

Todoroki ON

Ainda não consigo acreditar que disse isso, e ele pode me ouvir, chega a ser um pouco constrangedor... maaas, já que ele não se importou, então deve gostar também, mas será que eu gosto? Aí que estranho, eu não sei – pensava comigo mesmo pondo as mãos na minha cabeça 


Você está bem Todoroki? – perguntou Midorya saindo do banho sem camisa 


Estou sim... mas, por que você está sem camisa? 


Ah... é que tá calor, então não vi problema em ficar sem camisa, você se importa? – dizia ele coçando seu abdômen, que era todo dividido


Gostoso – sussurrei 


Como? – ele perguntou sorrindo 


Gostoso? Eu quis dizer seboso – balancei minhas mãos e fiquei sorrindo sem graça, agora sai da frente que eu vou tomar meu banho, e passei por ele onde o mesmo deu um tapinha na minha bunda, EIII – disse fingindo raiva, paga pelo menos um jantar antes 


Onde você quer ir então? – ele falou sentado na cama sorrindo pra mim, apenas o ignorei e fui tomar meu banho 


Que sensação é essa? Ele desperta em mim sentimentos que não são meus, ou eu nunca tinha sentido isso... mas, é bom... aqueles olhos... aquele corpo... eu quero ele – pensei comigo mesmo 


(Quebra de tempo até sair do banho)


Pronto, agora estou limpo – disse saindo do banho sorrindo 


Que demora em? 


Não posso fazer nada, eu gosto de tomar banho, você que parece ser meio porquinho, nunca vi alguém tomar um banho tão rápido – digo isso me deitando ao lado dele 


Eu não sou porco, eu apenas sou rápido no banho, qual finalidade de demorar? – ele me olhou pelo canto do olho 


Não sei... eu só gos... – acabo bocejando 


Vamos dormir... você está exausto – disse ele sorrindo pra mim 


Todoroki OFF


(Quebra de tempo até o outro dia)


Midorya ON

Acordei cedo... era um costume já acordar cedo, na guerra não temos essa calmaria que estou tendo nesta cidade... eu queria ser um humano, tudo parece ser mais fácil pra eles, ou ao menos não precisam estar tão concentrados neste momento, eu só queria me sentir confortável, é pedir muito? – suspirei em meio aos meus pensamentos, até que meus olhos vão ao encontro de Todoroki, passo a ponta dos meus dedos no rosto dele, seus cabelos vermelho e branco me chamavam muita atenção, seus olhos heterocromaticos eram um charme a mais, mas o mais me chamava atenção, era sua queimadura no rosto, era linda, tirei meus dedos dele quando percebi que ele poderia estar acordando, me afastei um pouco e quando estava quase levantando ouço ele me chamar 


Midorya? Você está levantando? – me perguntou com uma voz sonolenta ainda 


Estou, não quis lhe acordar... Mas pelo jeito não consegui – disse sorrindo enquanto me virava pra vê-lo 


Vamos sair hoje? – Todoroki estava muito vermelho e tentado esconder o rosto nos lençóis 


Claro – disse sorrindo, pensei que não me chamaria pra sair 


Eu fiquei com vergonha... vai que você não quisesse não é? – disse o bicolor 


Vamos vamos... vou me arrumar e nós vamos ok? 


Fui tomar banho e fazer minhas higienes, quando sai, pus um tênis vermelho, uma calça e uma jaqueta jeans, e pronto, estava arrumado 


Bora Todoroki, se arruma, falava isso enquanto ele ia entrando no banheiro, ele terminou e foi se arrumar, pôs uma jaqueta jeans azul claro com uma calça de sarja azul escuro


Estou pronto – disse ele


Então vamos – sorri 


Estávamos andando pelo pequeno parque, a uns 20 minutos andando da pousada, fomos conversando assuntos aleatórios, de nossa vida, nossos sonhos, e tenho que admitir, os sonhos dele são muito bonito, queria poder fazer parte dos sonhos dele!! Avistando um parapeito de uma ponta, dou um empurrãozinho no seu ombro e corro em direção ao local, subo e vou andando, até que sinto sua mão segurando a minha e andando ao meu lado (imagem da capa), não me importei, pelo contrário fiquei muito feliz


Todoroki? – disse pulando do parapeito e ficando na sua frente olhando pra ele 


Sim Midorya? – ele me olhou um pouco confuso


Por favor, não seja tão formal comigo – digo sorrindo, pode me chamar apenas de Izuku ou de Deku, meus amigos me chamam assim, pode chamar se quiser 


T-tá – disse ele corando, pode me chamar de Shoto se quiser – falava ele coçando a nuca 


Shou-chan então – digo sorrindo 


Mas eu disse Shoto – ele me olhava com uma cara sem expressão 


Eu sei, mas eu Izuku quero e vou lhe chamar de Shou-chan, ok? 

Aí aí Midorya – disse sorrindo 


É Deku – digo fingindo estar bravo 


Ok ok Sr. Dekuzinho – disse soltando uma gargalhada 


RUUUM e me virei de costas pra ele... não tem graça em? Kkkk


Desculpa, eu gosto de implicar com você – falava isso enquanto me abraçava por trás, sua presença me faz bem, eu sinto um cheiro gostoso vindo de você 


Pela primeira vez em milênios eu fiquei com vergonha de alguém,... que mortal poderia fazer isso comigo? ~ pensei 


O-obrigado – disse corado, e abracei os braços dele que me abraçavam, eu também gosto muito da sua presença.... você tem um cheiro de hortelã, e eu gosto muito – digo sorrindo, mas ele não pôde me ver 


Isso é ruim? – ele perguntou 


Não não... é ótimo, eu gosto muito, sorrimos e nos abraçamos, aquela sensação de estar com ele era algo que eu nunca tinha sentido, era isso que todos diziam ser paixão e felicidade?


Já está ficando tarde né? – disse o bicolor 


É mesmo, nem percebemos que o dia passou, e voltamos para a pousada, chegando lá fomos na recepção novamente pegar alguma informação sobre a janta 


Boa noite, a janta será servida hoje que horas? – perguntei 


As 20 horas senhor – disse a recepcionista 


E senhor, hoje vagou um novo quarto, o senhor gostaria de ir pra ele? – perguntou a recepcionista para Todoroki 


Obrigado, eu aceito – respondeu Todoroki 


Naquele momento eu me senti mal... meu coração doeu um pouco, será que ele não estava gostando de mim? Aquilo que passamos o dia todo não significou nada? Eu estou me sentindo um bobo por ter me sentindo feliz por conta dele.... logo baixei meu olhar, e sai enquanto Todoroki falava com a recepcionista 


Chego ao meu quarto e me deito, logo Todoroki entra no quarto 


Você está bem? 


Estou sim... falava com o rosto voltado para onde ele não pudesse ver... pera, eu estou chorando? ~ pensei 


Eu vou pegar minhas coisas e vou pro novo quarto, tá bem? – Todoroki 


Ok... – disse em voz baixa mas audível para ele 

Fui um tolo ~ pensei enquanto uma lágrima caia de meus olhos 


Midorya OFF


(Quebra de tempo) 


Bom dia, o Midorya já tomou café? – perguntou Todoroki pra recepcionista 


O jovem Midorya saiu muito cedo hoje, disse que só voltaria mais tarde – respondeu ela 


(Quebra de tempo)


Midorya passou o dia inteiro debaixo de uma árvore na montanha, dava pra observar a cidade de lá, ventava bastante. Fazendo o cabelo do esverdeado ficar balançando ao vento, ele suspirava e abraçava a si mesmo, ele estava sentindo o que muitos podem dizer como “coração quebrado”


Como eu posso estar me sentindo triste e frustrado por algo que eu nunca nem vivi? Nem teve nada pra falar a verdade né... agora eu estou aqui, longe de muita gente pra poder refletir sobre meus pensamentos e sentimentos... tem certeza que você é um demônio Izuku? ~ pensava o esverdeado abraçando as pernas enquanto olhava triste pra cidade 


(Quebra de tempo) 


Olá, o Midorya já voltou? Eu não o vi de manhã, nem ontem à noite, nem hoje de manhã de novo... – perguntou o bicolor 


Ele sempre volta bastante tarde e sai muito cedo – respondeu a recepcionista 


Eu posso deixar um recado pra ele e a senhora entregar? 


Pode sim, claro – falava sorrindo 


A recepcionista deixava todos os recados que Todoroki pediu pra ela, escrevia em um papel e deixava na porta do jovem esverdeado, mas sem nenhum retorno 


Alguma novidade? – Todoroki 


Infelizmente não senhor... eu deixo seus recados na porta dele, mas nenhum recado, me desculpe 


Obrigado – Todoroki 


Eu vou seguir ele, não estou entendendo o porque dele ter ficado estranho comigo, amanhã cedo eu vou ficar na cola dele ~ pensou Todoroki e assim o fez 


(Quebra de tempo)

No outro dia pela manhã cedo Todoroki acordou e ficou escondido esperando Midorya do lado de fora da pousada, o jovem esverdeado saiu e foi para a montanha, ficar em seu local de reflexão até ser surpreendido por um certo bicolor 


Deku?.... 

Todoroki? – Midorya assustou-se com a presença do bicolor 


Todoroki? – falou Todoroki em um tom triste, pensei que você me chamava de Shou-chan....


Desculpe, é que eu me assustei com a sua presença- respondeu ele


Deku, você está bravo comigo? Nem adianta dizer que não porque você está... eu só queria entender o porque, porque eu tento lhe ver a dias, mas esta cada dia mais difícil, você não responde nem os recados que eu mando pra você na pousada... por favor me explica o que houve


Shou-chan- respondeu o esverdeado triste, eu não sei como dizer 


Então eu realmente fiz... – disse Todoroki baixando a cabeça e sentando do lado de Izuku, você pode me dizer? – continuava olhando pro chão 


Eu quero... é que...


.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.

.


Continua 



Notas Finais


Se houver erros de português, perdoa


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...