História Angel's Death Eater - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Harry Potter
Personagens Alvo Dumbledore, Argo Filch, Avery (Marauder-era), Barão Sangrento, Bellatrix Lestrange, Harry Potter, Horácio Slughorn, Lílian Evans, Lílian L. Potter, Lord Voldemort, Lucius Malfoy, Minerva Mcgonagall, Pedro Pettigrew, Personagens Originais, Regulus Black, Remo Lupin, Rita Skeeter, Rúbeo Hagrid, Severo Snape, Sirius Black, Tiago Potter, Tiago S. Potter, Tom Riddle Jr., Tom Riddle Sr.
Tags Amor, Bem, Comensais, Fanfic, Harry Potter, Hogwarts, Lord Voldemort, Magia, Mal, Marotos, Primeira Guerra Bruxa, Puro-sangue, Severo Snape, Severus Snape, Sirius Black, Slytherin, Sonserina
Visualizações 273
Palavras 2.508
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, LGBT, Literatura Feminina, Luta, Magia, Mistério, Misticismo, Romance e Novela, Saga, Suspense, Universo Alternativo
Avisos: Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Ai gnt, dessa vez eu n prometo lançar 500 caps por dia pq agr eu to escrevendo e lançando 🤧🤧🤧

Boa leitura

Capítulo 2 - Sangue-Ruim


Fanfic / Fanfiction Angel's Death Eater - Capítulo 2 - Sangue-Ruim

  ~ 2 de setembro de 1977 ~

         [ Salão Principal ]

            { Pov Violet }

Eu ainda estou com um pouco se sono, pois acabei de acordar. Estou no Salão Principal para comer o café da manhã e não vejo sinal de Severus. Ele me parece meio frio e distante...me parece triste... Eu estou empenhada para ajudar ele, principalmente na parte daquelea garotos idiotas. Só de pensar no que aconteceu, eu ficou com raiva! Como alguém pode fazer aquilo com uma pessoa ?

- Oie gatinha - A voz do garoto do vagão me atinge. Eu olho para o lado e o vejo sentando, apoiado na mesa. - Como você tá ? - Ele abre um sorriso

- O que você quer ? - Eu arqueio a sobrancelha e cruzo os braços

- Nossa... Boa dia pra você também - se aproxima mais um pouco

- Bonjour - Digo cordialmente

- É Francesa, não ? - Eu aceno afirmativamente - Me disseram sobre a beleza das francesas, mas... É bem melhor do que eu imaginava - Black me fita completamente

- Pois é... E me falaram que Britânicos eram educados, mas pelo visto nem todos sabem como deixar uma pessoa confortável - Digo entre os dentes e Black põe a mão na nuca

- Desculpe se te deixei desconfortável ... - Ele dá um riso sem graça - Podemos começar de novo ? Creio que passei uma má impressão ontem

- Tem razão - Digo e reviro os olhos

- Mas o Ranhoso não é significante para que alguém como você se importe com ele - Black diz e solta ar pelo nariz

- E você é quem mesmo pra falar isso ? - Eu digo e vejo sua cara de surpreso.

- É do tipo protetora dos animais ? - Black dá um sorriso cínico

- Não, porque eu não to afim de proteger você - Eu rebato

- Adoro as difíceis - Black passa a mão na minha bochecha e eu a tiro - Aliás, prazer... Sirius Black - Ele pega minha mão e a beija

- Violet Blanc - Eu puxo minha mão e a limpo.

- Sabe Violet... Não perca tempo com o Ranho - Eu o olho com raiva ao escutar o apelido idiota que ele deu ao Severus - com o Snape... - Black engole seco - Ele não é boa companhia.

- E por que você diz isso ? - Eu pergunto com o cenho franzido

- Bom... Ele costuma ser desagradável, já xingou a melhor...ex melhor amiga de sangue-ruim - Eu arregalo os olhos

- Ele disse isso ? - Meu semblante fica triste por alguns instantes

- Pois é... Um idiota não ? - Black me olha com a sobrancelha arqueada

- Está falando de si mesmo, Black ? - A voz rouca de Severus me faz arrepiar

- Não, na verdade estava falando de você - Sirius coloca o braço sobre meu ombro e sorri para Severus. Snape olha pra o braço de Sirius e por alguns segundos sua expressão foi de raiva. Eu tiro o braço de Black do meu ombro. - Concorda comigo não é, Vio ?

- Vio ? ainda não te dei intimidade, Black - Falo seu nome com nojo - Então, me chame de Blanc! e se eu concordo com alguém, esse alguém é Severus. Agora saia da mesa da sonserina, seu grifinorio idiota. - Eu digo com raiva e Severus sorri de lado vitorioso, Black olha para o moreno

- Não ri não, porque eu ainda não terminei com você o que começamos ontem. - Sirius se levanta e fica frente a frente com Severus

- Terminou sim, Black ! - Eu digo ainda com raiva e Sirius olha para mim sorrindo

- Arrumou uma guarda-costas muito linda, Ranhoso - Black fala e se dirige para a mesa da Grifinória. Lá ele se senta ao lado dos outros três idiotas e de uma menina ruiva. Snape olha para eles e fica engole seco.

- Tudo bem ? - Eu digo chegando perto dele, mas ele se afasta

- Sim. - Severus diz rudemente e eu comprimo os labios triste - Ham... Desculpe.

- Ça va - eu dou um sorriso fofo para Severus e ele retribui com um sorriso de canto. - ham... - Severus se senta ao meu lado e abre um livro - Black me disse que você tinha uma amiga... - Severus olha para mim com cara de assustado

- O que ele disse ? - Ele me parece agitado

- Disse que você tinha uma amiga, mas ... - Eu hesito

- Mas...? - Severus insiste

- Mas acabou falando uma coisa muito ruim e vocês deixaram de ser amigos... eu acho - Eu digo e passo a mão no meu braço

- Ele falou o que eu disse ? - Severus pergunta com uma voz grave e profunda

- Ham... - Eu fico hipnotizada com seus olhos negros - Disse que a chamou de sangue-ruim... - Severus suspira

- O que você acha ...? - Severus diz cabisbaixo

- sobre isso ? - Eu indago

- Acha que...ela poderia me perdoar ? - o Moreno engole seco

- Bom... Eu não a conheço, então não sei te responder isso. Mas acho que deveria se desculpar, mesmo que ela não o perdoe é bom se desculpar pelo que fez. - Eu digo dando um sorriso.

- Claro... - Ele suspira. Eu seguro sua mão com carinho, entrelaçando nosos dedos e Severus me olha surpreso.

- Ham... Desculpa - Eu tiro minha mão da dele

- tudo...bem... - Severus volta a olhar para o livro. Eu percebo que ele está mais triste do que ontem e tento pensar em algo para anima-lo, mas não o conheço o suficiente para saber como deixa-lo bem... Tive uma ideia!!! Se eu descobrir quem é essa garota, quem sabe eu não a faço desculpar o Severus!! Bom... Eu acho que o Moreno não vai me contar quem ela é... Então... Argh!! Vou ter que perguntar para o Sirius. Que droga!

Eu pego um papel e escrevo um bilhete para o garoto.

- Eu já venho - Eu me levanto da mesa e Severus apenas acena com a cabeça. - Oie, me faz um favor ? - Eu digo chegando perto de uma garotinha do primeiro ano

- Uhum - diz garotinha sorrindo.

- Você pode entregar esse bilhete para aquele garoto de cabelos meio cacheado e barbado ali ? - Eu digo apontando discretamente para Sirius.

- Claro !! - a garotinha pega o papel e vai em direção a Sirius. Eu vou para fora do Salão.

~ Mesma hora ~

[Salão principal]

A pequena garota chega perto de Sirius e puxa delicadamente sua capa. Sirius se vira e encara a garotinha

- O que quer baixinha ? - O grifinório diz olhando para menina

- Uma garota bonita mandou te entregar - A garotinha estende o bilhete para Sirius e ele o pega.

- Uma garota bonita, Sirius ? - Potter diz com um tom de zoação ao lado de Lilian

- Está com uma namorada nova, aluado ? - Lupin diz fitando o amigo. Sirius começa a abrir o bilhete e a garotinha vai embora.

~ Para: Black

Me encontra no pátio, s'il vous plait.

Ass : Violet ~

Aquelas pequenas palavras fizeram Black sorrir. Ele encara o local onde vira pela última vez a francesa, mas não a encontrou. Apenas viu o Ranhoso lendo um livro.

- Ei, Sirius - Potter diz jogando um pedaço de papel na cabeça do amigo - Quem te mandou isso ?

- Ninguém ... - Ele se levanta - Eu já venho

- Vai pegar quem, Aluado ? - Pedro finalmente fala algo

- Eu já venho - Sirius volta a frisar suas palavras e vai em direção ao pátio. Chegando lá ele abre uma enorme sorriso ao ver a "gatinha" sentada no banco, distraída. Ele se aproxima dela e tampa seus olhos

- É para eu descobrir quem é ? - Violet fala divertida - Deixa eu ver... Sirius ? - Ela fala debochada

- Assim eu não brinco mais com você, gatinha - Sirius diz fingindo estar bravo, fazendo a garota rir. - Me fala o que você quer... Até agora pouco só me queria longe - Sirius arquea a sobrancelha

- Me desculpa, eu o trato assim porque não gosto do deu comportamento com Severus. Apenas faço o mesmo que você - Violet lança um sorriso travesso - Mas... Eu preciso da sua ajuda.

- Se for o que eu estou pensando... Vamos pra outro lugar sim... - Sirius diz colocando a mão na bochecha da menina

- Sirius! - Violet da um grito reprovador

- Desculpe - Sirius rir divertido

- Quero que me diga quem é a ex amiga de Severus - A garota diz e Sirius franze o cenho

- Por que ? - Black pergunta curioso

- Por curiosidade - Violet diz tentando disfarçar

- Posso não te conhecer, mas... Sei que não faria alguma coisa sem um motivo bom - Sirius lança um olhar investigativo sobre a francesa

- Eu quero saber quem é essa garota porque quero fala com ela... Quero saber se ela não perdoa ele... - Violet morde os lábios, o que quase faz Sirius ficar hipnotizado mas o que ela disse foi mais importante

- Não - Sirius diz frio - Não vou deixar que a Lilian seja importunada com esse tipo de assunto. Ela já sofreu demais com o Ranhoso, ela está bem melhor agora.

- Mas, Sirius - Violet começa a falar mas é interrompida

- Nada de Sirius. Eu não posso te ajudar com isso. Deixa que o Ranhoso sofra sozinho tá , gatinha ? - Sirius se aproxima da menina - Que tal você andar com pessoas legais? Tipo... Eu - Black dá um sorriso galanteador e Violet se afasta

- Se você não vai me ajudar, então eu me viro sozinha. Licença - Violet começa a andar mas Sirius a puxa

- Não vai importunar ela ! - Sirius cola Violet no seu corpo - Para de preocupar com ele. Você só o conhece a um dia, não sabe quem ele é de verdade. Confie em mim - Black fita por alguns segundos a boca da garota.

- Desculpa, eu não confio em você - Violet se solta e volta para o Salão Principal, deixando Black plantado no meio do pátio.

~ Algumas horas mais tarde ~

[ Sala de poções ]

{ Pov Snape }

O professor Slughorn entra na sala animado. Eu estou sentando na primeira cadeira e Violet está do meu lado, escrevendo no livro. Seu cabelo é curto, mas ainda cobre seu rosto... É difícil admitir mas... Ela está tão linda assim.

- Prazer senhorita... - O professor se ponhe na frente da garota que eu estava encarando, me tirando do transe.

- Blanc, senhor - Ela falou com seu lindo sorriso no rosto.

- Professor Slughorn - Ele dá um beijo na mão da garota. - Espero que tenha uma ótima estádia aqui em Hogwarts, senhorita Blanc

- Obrigada, professor - Vejo Violet corar levemente... não sabia que ela era tão tímida.

- Bom, alunos. Hoje como sempre na nossa primeira aula do ano letivo, irei desafia-los a misturar perfeitamente uma poção do morto-vivo. Aquele que conseguir faze-lo, receberá um frasco da poção Félix Felicis. Se quiserem podem fazer em duplas, mas apenas um irá receber o frasco. - Por impulso eu seguro o braço de Violet e ela me olha surpresa.

- Quer fazer dupla comigo ? - Eu digo hesitante

- Lógico que quero - Ela abre um grande sorriso.

- O processo da poção está na página 10 de seus livros. Boa sorte. - O professor dá a última instrução e nós começamos na preparação.

Violet pega a vagem suforífera e tenta corta-la com uma adaga, mas a vagem começa a fugir dela.

- Argh ! - A garota reclama

- Ei... Faz assim - Eu pego a vagem e a amasso com a adaga. Violet me olha sorrindo

- Como... - Eu a interrompo

- Anos de estudo - Eu dou um sorriso vitorioso. E assim continuo fazendo a poção com a ajuda da Violet.

Na última etapa, eu erro de propósito a quantidade de um ingrediente.

- Mas, você colocou muito -Violet diz segurando meu braço

- Eu sei... Ta tudo bem - Eu digo fechando meu livro e colocando denteo da bolsa. - Professor, terminamos. - O professor Slughorn chega na bancada e analisa a mistura.

- Não está boa, Snape. - O professor me olha decepcionado - As vezes eu acho que você erra de propósito - E sai

- Por que você fez isso ? - Violet sussura para mim

- Sabe... Feliz felicit não é uma poção da sorte. Ela não funciona. - Eu digo olhando para a garota - Simplesmente, a pessoa que bebe faz qualquer coisa dá certo porque ela de empenha e tem coragem, mas... A poção não faz nada. É tipo placebo dos trouxas. - Violet suspira.

- Entendo... - Ela me olha sorrindo - O que vai fazer no intervalo ?

- Vou estudar - Digo evitando qualquer convite

- Eu posso ir com você ? - Ela diz se balançando levemente de uma forma fofa. Eu engulo seco

- Não, garota. - Digo e pego minha mochila, mas Violet segura meu braço

- Por favor - Violet implora com uma voz de criança - Por favorzinho ! Você é o único amigo que eu tenho. Não quero ficar sozinha - Eu a olho incrédulo

- Sinceramente, garota... - Eu suspiro e dou um leve sorriso - Ta bom. Mas nada de me irritar. - Eu solto meu braço das mãos dela e ela comemora saltitante.

~ Minutos depois ~

[ corredor principal ]

Violet anda sorridente conversando com Severus. Ela conta como era divertido as aulas de poções na sua antiga escola, pois suas amigas sempre arrumavam um jeito de sujar o professor com a mistura.

- Ah Severus, elas não faziam de propósito - Violet fala para o moreno bravo pela história contada - Elas apenas eram desastradas demais. - A garota sorri.

- Espero que você não seja - Severus diz frio e arranca um riso sincero da garota, o que o faz desarmar. Ele engole seco enquanto observa os movimentos da menina enquanto caminha.

Violet passa as mãos nos braços em um claro sinal de frio.

- Severus... - A francesa para de andar - Eu vou no dormitório bem rápido - Severus a olha com a sobrancelha arqueada - Eu juro que é rapidinho, preciso pegar uma blusa de frio. Te perto do lago, né ?- Severus acena com a cabeça - Okay, vai na frente - A garota fala e vai corredor em direção as masmorras. Severus bufa e caminha para lago.

Quando Severus chega na beira do lago, ele se senta embaixo de árvore. Snape coloca sua bolsa no chão e abre um de seus livros. Mesmo que ele esteja olhando para o livro, seus pensamentos vão para Violet. "Essa garota... Só a conheço a um dia e ela já quer grudar em mim"

- Argh, Violet... - Severus pensa alto e bufa.

- Falando sozinho... Ranhoso ? - Uma voz já bem conhecida de Severus o alcança. Certamente dessa vez ninguém o ajudaria... pois ele estava sozinho e com os quatro marotos buscando terminar o que começaram.


Notas Finais


Agora a menina tem nome rsrsrsrs


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...