História Angels In The Shadows - Capítulo 5


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin)
Visualizações 3
Palavras 1.360
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Famí­lia, Fantasia, Festa, Ficção, Ficção Adolescente, Ficção Científica, Luta, Magia, Mistério, Romance e Novela, Suspense, Terror e Horror, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Álcool, Drogas, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Observação: Esse não é o Mark do Got7.
Espero que gostem desse capítulo, a história vai ficar cada vez mais interessante.

Capítulo 5 - Seven Roses.


Fanfic / Fanfiction Angels In The Shadows - Capítulo 5 - Seven Roses.

- Pronta Sn? - falou uma voz chamando a sua atenção.
Sn: - Mamãe eu não vou conseguir! - disse com lágrimas nos olhos.
- Você consegue meu anjo, o anjo mais lindo e precioso que já vi. - disse a linda moça de cabelos ondulados castanhos.
Sn: - Mamãe eles estão aqui... - disse sussurrando quase sem voz ao ouvir um barulho.
- Eu sei, agora você precisa ir. - disse suavemente.
Sn: - Eu não quero perder você também mamãe! - disse a menina assustada.
- Eu vou voltar pra você minha filha. Mas eu preciso que fique segura até lá. - disse beijando a cabeça da filha.
- Siga esse caminho e vá para o lado norte do vale. - disse abrindo a porta dando uma passagem subterrania.
Sn: - Mãe, lá tem monstros! - falou assustada.
- Você é mais forte do que pensa Sn, lá eles não procuraram você é só achar uma casa pequena de madeira com o nome Ιερό των τριαντάφυλλων. - falou.
Sn: - Santuário das Rosas? - perguntou.

Um barulho veio de trás delas, Sn viu dois homens todos de preto.  Eles haviam matado o seu pai e agora estavam querendo tirar a sua mãe.

- Corra Sn já! - gritou autóritaria.

Sn correu como nunca, estavam atrás dela e ela sabia. Nunca ela quis essa desgraça para a sua familia. A culpa caia sobre ela, ela era uma das sete rosas. A única das sete rosas. Sn estava desnorteada. Ela correu para o lado norte do vale. Mas logo parou de correr e ficou em silêncio. Foi até a margem do lago e ficou se olhando na água.

Sn: - Por que você é tão fraca? - falou olhando para o seu reflexo na água que não era mais uma criança e sim uma mulher adulta, era a Sn.

Um barulho atraiu a atenção da Sn ela se virou e viu ele de asas negras. Ele era como uma sombra. Estava todo de preto, a fitando nos olhos.

Sn: - Tae?

Seul, Coréia Do Sul.
Horário: - 10:05
Idade Sn: 19 anos.


Sn acordou olhando ao seu redor. Abriu os olhos e sentiu a luz. Pegou o seu lençol e se cobriu por inteira.

Sn: - Eu não quero acordar. - resmungou - Mas eu devo acordar. - disse sozinha com cara de tédio.

Sn acordou e trocou de roupa, decidiu passar na lanchonete aonde trabalhava.
Sn foi em direção a lanchonete, passou pelo beco e andou sozinha entre a multidão com os fones de ouvido no volume médio.

Entrou na lanchonete e olhou o local.

Kim: - Sn o que faz aqui? - perguntou.
Sn: - Só vim ver como vocês estavam. - disse sem fazer nenhuma expressão.
Kim: - Oh minha querida estamos bem. - disse a senhora de cabelos ondulados castanhos, sorrindo.
Sn: - Que bom então eu vou indo. - disse antes de ouvir o seu estômago roncar alto deixando Sn envergonhada.

- Parece que alguém está com fome. - disse uma voz atrás da Kim.
Kim: - Sirva algo para ela comer Mark. Sente-se querida hoje é por conta da casa. - disse sorrindo, sentando Sn em uma das mesas da lanchonete.
Kim: - Agora estou ocupada, vou indo. - disse saindo de lá.
Mark: - O que deseja senhorita Sn? - perguntou sorrindo travesso.
Sn: - Comida. - disse sem expressão, Mark era seu colega de trabalho.
Mark: - Então eu vou trazer panquecas, ovos, bacon, rosquinha, bolo, um milk shake e um suco de laranja. - disse anotando no seu bloquinho.
Sn: - Você acha que eu tenho um apetite tão grande assim? - perguntou arqueando uma sobrancelha.
Mark: - Você tem? - perguntou se aproximando do rosto dela.
Sn: - Vê se trás logo porque eu tô morrendo de fome! - disse.
Mark: - Ta bom comilona. - disse rindo feito um bobo.
Mark foi até o balcão e deixou o pedido, em seguida se sentou na frente da Sn.

Mark: - Quer ir? - perguntou dando um convite para a Sn.

Sn olhou o convite e viu que estava endereçada a uma boate.

Mark: - O pessoal do trabalho vai hoje de noite. Quer ir junto? - perguntou.
Sn: - Vou ver... - disse.
Mark: - Vamos vai ser divertido. - a olhou nos olhos.
Sn: - Tudo bem eu vou mas, não prometo que fico muito tempo. - respondeu para o homem bonito a sua frente.

Mark sorriu e saiu de lá, 5 minutos depois chegou com o pedido da Sn.
 Mark: - Te vejo lá. - disse piscando para a mesma.
Sn não foi a única que percebeu a piscadinha "discreta" do Mark. Ela era observada, e a Kenzie também a observou.

Kenzie fechou a cara ao ver aquilo, ela estava com ciúmes de uma pessoa que não tinha olhos para ela.

Horário: - 19:10

Lá estava a moça que só usava uniforme do trabalho com um lindo vestido. Sn não costumava se arrumar assim mas hoje ela parecia uma pessoa totalmente diferente. Essa noite Sn estava linda, não demonstrava cansaço nos seus olhos. Ela está deslumbrante. Cabelo solto com as pontas onduladas, salto alto e com uma maquiagem bem feita.

Ela pegou uma bolsa pegou a sua bolsa de alça e a colocou no ombro. Saiu do apartamento e foi em direção a boate. Era a primeira vez que ela ia a uma boate, nunca havia entrado em um lugar desses e nunca teve interesse até agora. Sn entrou no estabelecimento procurando os seus colegas de trabalho.

Havia muitas pessoas ali, e isso a incomodava ela estava mais acostumada com um lugar calmo, e sempre sozinha mas, hoje isso iria mudar.

- Olha só quem chegou. - Sn ouviu uma voz e se virou de costas.

Era o Mark, ela o olhou de cima a baixo, ele estava com um paletó preto, blusa preta e gravata preta. Ele estava bonito com aquele sorriso travesso no rosto.

Sn: - Mark? Oi? - falou.
Mark: - Vem, vamos beber um pouco. - disse a pegando pela mão sem machuca-la e a levando para o balcão de bebidas.

A música estava alta, mas ainda sim ela conseguia ouvir Mark. Por algum motivo o seu corpo se arrepiou. Se ela sabia o motivo do arrepio? Não mas, logo iria saber. Porque ele estava ali.

Sn nunca havia bebido apesar de ter motivos para isso, nunca bebeu na sua vida.
Mark ofereceu um copo para ela, e ela pegou ficou olhando e encarou o copo na sua mão.

Mark: - Não vai beber? - perguntou olhando para o modo que a Sn olhava o copo.
Sn tomou um gole e fez uma careta fazendo o Mark rir. Uma coisa que a Sn se perguntou foi sobre os seus colegas de trabalho. Só havia visto o Mark ali.

Sn: - Acho melhor eu ir no banheiro. - disse saindo do local até sentir alguém puxa-la pelo braço.

Sn estava tonta, se era pela bebida? Ela só havia bebido um gole, a não ser que o Mark tenha colocado algo na bebida. E ele colocou.

Sn estava afastada da multidão, ela se viu em um beco fora da boate.

"Sn: - Como eu vim parar aqui? - pensou confusa."

Ela viu uma figura na sua frente, parecia uma sombra, mas não era o Mark com um olhar de dar medo, ele tinha asas.

Sn: -Mark? - falou tonta.

Mark a empurrou na parede  e Sn viu algo brilhante na sua mão uma adaga com uma pedra de diamante negro no meio.

Sn: - Taehyung! Me ajuda! - gritou alto, não sabia o porque, mas gritou o nome dele, o nome do homem dos seus sonhos.

Sn: -Alguém me ajuda... - disse sentindo o seu corpo amolecer caindo no chão.

Algo tinha tirado Mark de cima dela, ela não sabia o que mas, sentia a presença dele. O homem de preto que a ajudava estava ali.

- Sn você está bem? - perguntou a figura encapuzada tirando o capuz dando finalmente para ver o seu rosto.
Sn: - Tae... - falou antes de desmaiar no chão.






 


Notas Finais


Seven Roses...🌷❤


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...