História Animais renegados. - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Tags Ação, Animais, Histórias, Monstros
Visualizações 4
Palavras 358
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 14 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Romance e Novela, Sobrenatural, Universo Alternativo, Violência
Avisos: Linguagem Imprópria, Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Boa leitura!

Capítulo 3 - Ela não é tão estranha assim.


Fanfic / Fanfiction Animais renegados. - Capítulo 3 - Ela não é tão estranha assim.

Narração de Fukuro 

Drogon finalmente soltou Okami.

Okami: Mas que fique bem claro que eu irei levar vocês até o Tigre e a Cobra, depois é cada um por si. 

Drogon: Tudo bem! É melhor que nada!

Fukuro: E como saimos daqui? 

Okami: Se irmos pro Sul vamos encontrar um vilarejo. É o caminho mais curto pra sair daqui.

Nós andamos até conseguirmos ver luzes de uma pequena cidade. Okami parecia não gostar daquela cidade.

Nós seguimos até sair da floresta.

Drogon: Pra onde agora?

Okami: Oeste. Devemos encontrar o espírito cobra lá.

Andamos mais um pouco, ainda era noite quando começou a chover. Achamos uma caverna e resolvemos ficar lá. Ao entrar na caverna fizemos uma fogueira a comemos e então Drogon e eu acabamos dormindo. 

Depois de algumas horas eu acordei e vi Okami sentada olhando pra chuva então eu levantei e me sentei ao lado dela.

Fukuro: Tudo bem? Não consegue dormir?

Okami: Eu não gosto de chuva. É fria e barulhenta.

Fukuro: Mas depois da tempestade sempre vem o sol.

Okami: É...acho que você tem razão...

Ela parecia bem diferente. Antes ela parecia um lobo que estava pronto pra atacar mas agora ela parecia um cachorrinho que precisava ser protegido. 

Fukuro: O que aconteceu com os seus pais? Não precisa me contar se não quiser...

Eu estava muito curioso pra saber.

Okami: Eu...matei eles.

Fukuro: Você...?

Okami: Quando eu despertei o espírito lobo eu não sabia como controlar ele e eu acabei matando maus pais. Os moradores da vila onde eu morava me expulsaram de lá e me mandaram pra floresta. As chuvas eram coisas mais difíceis de enfrentar.

Fukuro: É por isso que você não gosta dos humanos...?

Okami: É... eu só vou ajudar vocês porque eu sei o que é pedir ajuda e ninguém te ajudar.

Uma lágrima rolou no seu rosto. Por mais séria que ela fosse e ainda assim, lá no fundo, ela é só uma garota que precisa de alguém, alguém que tome conta deka e que entenda ela. 

Eu não sei o que deu em mim mas eu a abracei. 

Okami: Por que...?

Fukuro: Acho...que você tava precisado...



Notas Finais


Espero que tenham gostado!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...