1. Spirit Fanfics >
  2. Animals - Levi Ackerman >
  3. Animals - Levi Ackerman

História Animals - Levi Ackerman - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - Animals - Levi Ackerman


Fanfic / Fanfiction Animals - Levi Ackerman - Capítulo 1 - Animals - Levi Ackerman

 

"Baby I'm preying on you tonight

Hunt you down eat you alive

Just like animals, Animals

Like animals-mals;


Maybe you think that you can hide
 

I can smell your scent for miles

Just like animals, Animals

Like animals-mals"


- A-ah daddy..._ eu gemia em quanto o mais velho enterrava seus dedos longos em minha estrada apertada. Eu me contorcia e rebolava nos dedos do mais velho, o mesmo  dava chupões em meu ventre.

-Shii, fica quietinha, fica_ respondeu olhando dentro dos meus olhos com um olhar carregado de luxúria banhada no sadismo. Levi me lançou um sorriso malicioso e me mordeu fortemente, arrancado um grito da minha parte, ele me olha com um olhar de raiva e reprovação.

-Eu mandei você  ficar quieta _ ele me dá um tapa doído em minha coxa onde fica a marca de sua enorme mão, me fazendo parar de mover minha cintura na hora

Ele para o que estava fazendo e retira sua roupa com calma e sensualidade, me olhando como se eu fosse muito deliciosa. Ele retirou sua box e pegou uma camisinha e vestiu em seu membro

-Hoje você é o meu jantar



...


-S/n?!? Você tá bem?!?_ ouvi uma voz de longe a me chamar. Abri lentamente meus olhos. Aff, não é a primeira vez que tenho sonhos eróticos com Capitão Rivaille, desses nossa primeira transa, eu tenho tido sonhos parecidos com esse e acordo suada e molhada em minhas partes baixas o que  me obrigada a satisfazer-me sozinha. 

-Porra s/n já é a quinta vez na semana! Você fica suada e gemendo  em quanto dorme! Tem certeza que você está bem?_ Pergunta minha companheira de quarto, Pérola, - ela está comigo sempre, minha amiga de infância - claramente preocupada...mal sabe ela que é por causa do nosso querido capitão e eu sinceramente odeio o fato de ele ser a causa da minha excitasão, porque todo mundo sabe que o Capitão não se envolve com ninguém.

- Tenho sim Pérola, foi apenas um pesadelo_ e que pesadelo meus amigos, que pesadelo! 

- Se você diz_ responde ainda meio desconfiada de minha resposta, porém, deixando de lado - Se arruma, já está quase  na hora do treino e você sabe bem como o Capitão odeia atrasos_ me levanto, quase me arrastando para o banheiro, onde me satisfaço, tomo banho e me coloco o uniforme da Tropa de Exploração. Término de pentear o cabelo e percebo que Pérola já foi tomar café.


S/n (Refeitório,06:34)

Cheguei na porta do refeitório e corri meus olhos rapidamente pelo mesmo para encontrar Pérola, mas, acidentalmente -ou não- meus olhos se encontram com um certo baixinho -porém mais alto que eu- que me encarava de volta, sentia seu olhar penetrante queimar meu corpo fazendo minha intimidade molhar. Incrível como um pequeno ato dele me faz ficar tão quente, me faz ter pensamentos impuros com ele me fodendo por todo quartel, sinto minhas pernas amolecerem levemente com esses devaneios e me seguro disfarçadamente no batente da porta e eu juro ter visto ele perceber meu ato e dar um sorriso satisfeito -quase imperceptível, mas eu notei-. Saio de meus devaneios com a voz de Pérola me chamando, olho para o lado oposto de Levi e vejo ela sentada com nossos amigos mais chegados -Eren, Mikasa,Armin e Jean- , me lançando um olhar malicioso.

Me desescoro da porta e ando a passos lentos -ainda com as pernas bambas- e me sento entre Eren e Mikasa.

S/n (quarto,20:21)

O dia passou normalmente, treinamento, almoço e blá blá blá. Hoje eu havia jantado mais cedo, não estou muito afim de papo. Cheguei tomei um banho, deixando meus pensamentos fluírem soltos dentro da caixola. Porque tão atraente Capitão Rivaille??

...

Eu estava deitada, rolando de um lado para o outro, sem conseguir dormir. Meus pensamentos estão a mil! Então, me levanto sem fazer muito barulho e visto meu casaco preto, arrumo meus cabelos e saio em direção a cozinha, preciso de um chá para acalmar os nervos, não sei porque mas adoro chá! Uma das única coisas que me fazem pegar no sono nos dias de insônia

S/n(cozinha,00:52)

Meu pai viu, cheguei na porta e lá estava ele ..com aquele olhar de predador encarando sua presa antes do abatimento, enquanto tomava uma xícara de chá preto. Me sentia intimidada e encolhi meus ombros e abaixei levemente minha cabeça perante sua postura séria

Entrei e fechei a porta, mesmo com a cabeça baixa, pude ver ele se levantar e vindo em minha direção, o resoar de seus passos se ouvi em todo local e a minha respiração estava acelerada, o moreno me prensou contra a parede e chegou seus lábios perto de meu ouvido

-Tire a roupa, fique apenas de langeri_ mesmo com uma leve pontada de vergonha, fiz como foi mandado pelo meu mestre -De quatro no chão, agora_ me ordenou em tom firme e sério e como boa submissa eu acatei sua ordem com precisão e me ajoelhei. Ele deu um tapa estalado em minha bunda que eu entendi que era pra segui-lo, para fora da cozinha, andando de quatro apoios como uma cadela, como sua cadela

Passamos o corredor, eu já conhecia as regras de Levi, pois já havíamos transado, então, se ele estava mandando era pra apenas obedecer sem questionar. Eu só sei que o fato de alguém poder passar pelo corredor -mesmo que a probabilidade seja baixa, por causa do horário- e ver a cena de eu semi-nua seguindo Levi até seu quarto, era extremamente excitante.

Chegamos ao seu quarto , ele entrou primeiro e eu logo em seguida.

-Fique quieta_ Eu parei em frente a sua cama, ainda de quatro. Ele abriu a porta de seu guarda-roupa para pegar os brinquedos que usaria em mim nessa noite

-Suba na cama e continue nessa mesma posição e lembre-se, sem barulho_ acatei sua ordem sem pensar duas vezes e fico na mesma posição, com rosto prostrado no colchão. Senti ele estimulando meu clitóris, me preparando. Senti seus dedos molhados com algo viscoso e molhado -lubrificante- violando minha entreada anal e indo cada vez mais fundo nela, me fazendo delirar de prazer e dar um gemido considerável alto demais, tendo como reação um tapa desferido em minha nádega direita, me fazendo morder os lábios como maneira de conter os gemidos. Sinto algo mais grosso que seus dedos  entrando lentamente em meu orifício e eu sei muito bem do que se trata, um plug com rabo de gato pra ser mais exata. Depois de ter inserido o brinquedo em mim, ele me vira de frete me pondo de joelhos e pega uma coleira de couro preta escrita "She's Levi's Dog" em letras prateadas e a colocando em meu pescoço, ele adciona também uma venda preta em meu rosto. Ele me volta a posição anterior -de quatro- e segura meus braços para trás os prendendo com uma algema de prata.

-Agora podemos começar a brincadeira_ disse em um sussurro sádico,dando um tapa certeiro em minha bundinha.

Como minha visão estava sendo tapada por aquela maldita venda, meus sentidos automaticamente se aguçaram e ou consegui ouvir muito bem quando meu mestre terminou de retira sua camisa e jogando-a em um lugar aleatório do quarto, tive a impressão de que o resoar de seu zíper se abrindo podia ser ouvido por todo quartel...eu imagino o delicioso corpo do capitão e inveja de quando eu podia vê-lo, deve estar tão gostoso quanto da última vez que o vi. Eu ouvi ele pegar algo, provavelmente, em cima do criado-mudo

-Hora do Show, minha cadelinha_ senti meu mestre passando o vibrador na potência máxima, evitando meu clitóris, fazendo-me arquear as costas

-M-mestre, p-por fav-vor_ gemi manhoso, o mais baixo que consegui, rebolando e levantando meus quadris procurando contato direto do vibrador com meu clitóris. Deu um sorriso safado e encostou ele em meu clitóris, me vendo contorcer na cama, de repente, sinto ele enterrando o brinquedo em minha entrada em quanto chupava meu clitóris, me fazendo morder meus lábios contendo um gemido, ou melhor, um grito que sairia mais alto que deveria. Ele parou de me chupar, e começou a distribuição de mordidas e chupões por todo meu corpo, me fazendo estremecer sob sua mercer, me fazendo enlouquecer a cada segundo, me sentindo sua. Meus gemidos ficavam cada vez mais difíceis de conter e ele não parava, me fazendo chegar a beira de um orgasmo. Percebendo minha situação, ele para tudo o que estava fazendo e retira o vibrador, me fazendo soltar um gemido baixo de reprovação. Levi retira sua box, ficando completamente nu. Ele estapeia minha bunda sem dó, me fazendo soltar um suspiro pesado.

-Agora, eu irei te comer viva, quero você implorando baixinho por mais rápido e mais fundo, implorando pra mim te possuir, como a boa cadelinha no cio que você é_ minha vagina foi penetrada com força e sem dó pelo membro do meu dominador, logo o mesmo solta um baixo gemido rouco. Levi foi aumentando a força e profundidade das estocadas e as tornando mais violentas a cada segundo me fazendo revistas os olhos em completo êxtase. As únicas coisas que dava pra se ouvir no quarto eram os nosso corpos se chocando e meus baixos gemidos e os gemidos roucos de Levi.

-M-mestre, m-mais por favor_ implorei baixinho sentindo ele distribuindo mordidas e chupões por toda a extensão de meu pescoço.

-Minha cadela quer mais?_ sussurrou rouco no meus ouvido, aumentando as estocadas fortes, acertando meu ponto doce me fazendo gemer alto, recebendo um tapa estalado do mais velho - Gema mais baixo ou eu irei parar e te deixar sem gozar por um bom tempo_ disse ele entredentes, me fazendo gemer mais baixo automaticamente. Estávamos quase gozando, deixando meu dominador aumentar as estocadas e distribuindo mais tapas, mordidas e chupões por todo meu corpo.

-Me-estre, me d-deixe gozar, p-por favor_ disse implorando para gozar, pois seria punida caso o fizesse sem permissão.

-Goze, minha cadelinha_ disse me fazendo gemer gostoso e alcançando um dos melhores orgasmos da minha vida. Meu mestre deu mais algumas estocadas e gozou dentro também. Caímos na cama suados ofegantes e satisfeitos pelo feito. Ele me desamarrou e nós deitamos e dormirmos. 


"So what you trying to do to me?

It's like we can't stop, we're enemies

But we get along when I'm inside you

You're like a drug that's killing me

I cut you out entirely

But I get so high when I'm inside you"


Animals (Maroon5)



Notas Finais


Espero que tenham gostado ✨😗✌️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...