1. Spirit Fanfics >
  2. Animes - Imagines, scenarios e headcanons. >
  3. Halloween - Kaminari Denki(Scenario).

História Animes - Imagines, scenarios e headcanons. - Capítulo 16


Escrita por:


Notas do Autor


esse capítulo ficou realmente muito pequeno
mas eu espero que a pessoa que pediu goste😳👉👈

Capítulo 16 - Halloween - Kaminari Denki(Scenario).


Fanfic / Fanfiction Animes - Imagines, scenarios e headcanons. - Capítulo 16 - Halloween - Kaminari Denki(Scenario).

halloween scenario | request


— Diretor? — S/N chamou ao entrar na sala.

— S/N! Precisa de algo? — Nezu acenou para a garota.

— B-bem... eu gostaria de saber se posso dar uma saída hoje a noite, pois eu gostaria de ir visitar meus pais. — A jovem de cabelos C/C falou.

— Oh! É claro que pode! 

— É só isso? — S/S estava confusa.

— Sim! Você só não pode voltar tão tarde! Mas caso queira passar a noite em sua casa, basta avisar a escola ou o seu professor. — S/N ainda estava chocada com o quão rápido Nezu foi ao dar a resposta. Após agradecer e se despedir, a garota foi correndo para os dormitórios para pegar uma roupa e sua mochila. E não, ela não iria para a casa dos pais, S/S apenas queria aproveitar o halloween e pedir doces por aí. Dia das bruxas era definitivamente seu feriado preferido, pois além das fantasias criativas, era simplesmente incrível receber doces e pregar peças com os amigos.

Nesse ano ela pretendia ir sozinha. Não que ela não tenha amigos, ela só tinha vergonha do que seus colegas pensariam se vissem alguém daquela idade se fantasiar e pedir doces.

“Não tenho tempo para me preocupar! Já está anoitecendo e eu preciso pegar minha fantasia de bruxa com a mamãe!”, pensava S/N.


[...]


Ao anoitecer, S/S já estava vestida, maquiada e com a sua bolsinha em formato de abóbora. Ela estava pronta para sair por aí pedindo doces, e foi o que ela fez, mas, em um momento, algo a fez parar. 

Mesmo de longe, S/N reconheceria em qualquer lugar aquele cabelo loiro. Kaminari Denki. Não só seu colega de escola, mas também sua paixão, mesmo que ela só tenha falado com ele nas vezes em que ele carregou seu celular.

A garota se virou rapidamente quando notou que ele estava a olhando. Ela começou a andar cada vez mais rápidos, mas o loiro conseguiu acompanhá-la.

— S/S?! — Ele berrou enquanto puxava seu braço.

— E-eu posso explicar-

— Você também veio pedir doces? Qual desculpa você deu para Nezu? Quantos doces já conseguiu? — Apesar da personalidade “provocadora” de Denki, ele parecia estar curioso o suficiente para ignorar totalmente a fantasia da garota e o motivo dela estar ali.

— B-bem-

— PODEMOS IR JUNTOS?! — Ele mostrou a cesta laranja, que estava com praticamente cheia com doces.

— Você poderia me deixar falar? — S/N perguntou começando a se irritar.


[...]


Após trocarem mais algumas palavras, eles fizeram um desafio; quem ganhasse mais doce, poderia pedir qualquer coisa ao outro. Óbvio que S/S estava confiante, afinal, ela estava adorável em sua fantasia e conseguiria mais doces.

Próximo as onze horas, eles se encontraram em uma árvore que ficava próxima a casa de S/N, sendo Kaminari o primeiro a despejar seus doces na grama para que pudesse contar. 

— 98... 99... 100! Ha! Se renda, bruxinha! — O loiro zombou da garota.

— Isso... isso não é justo! Foi apenas dois doces de diferença! — Ela falava indignada.

— Justo ou não, são as regras do desafio. — Denki sorriu enquanto piscava para S/S.

— Apenas fale logo qual seu desejo, vossa majestade, pois tenho que voltar ainda hoje para o dormitório. — S/N não se esforçou para esconder seu tom de ironia.

— Um beijo. 

— O que?!

— Um beijo ué. Você sabe, colar os lab-

— Kaminari, pare de brincadeirinhas!

— Mas eu ganhei o desafio! 

— Argh! — S/N não estava brava, ela só estava... com vergonha? Não é todo dia que a pessoa que você guarda sentimentos simplesmente pede para lhe beijar assim. Kaminari sorriu vitorioso ao ver a garota se render e fechar os olhos.


[...]


Mesmo que S/S tenha perdido aquele desafio, ela definitivamente não estava nem um pouco desapontada, afinal, ela ganhou uma recompensa no final de tudo. S/N voltou mais cedo para os dormitórios, pois ainda estava sentindo uma “adrenalina”, ou apenas as famosas borboletas no estômago, mas ainda mantinha um sorriso no rosto, a qual ela escondeu apenas do próprio Denki.


Enquanto isso...


— Tio, cadê os doces que eu lhe emprestei? — Um garotinho puxou a camisa do loiro, que parecia estar sonhando acordado.

— An?! Ah, aqui. — Kaminari imediatamente reconheceu o menino, entregando-o praticamente todos os doces a qual ele havia “““ganhado”””. — Valeu, pirralho! — Denki voltou para o dormitório pulando, sorrindo, comemorando, soltando fogos de artifício de tanta felicidade.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...