1. Spirit Fanfics >
  2. Animes imagines e cenários >
  3. Tamaki

História Animes imagines e cenários - Capítulo 7


Escrita por: mika_cardoso

Capítulo 7 - Tamaki



A barraca do beijo





     Quem precisa de inimigos quando se tem as minhas amigas? E pior quando elas se juntam a Mirio e Nejire.


     Eu sou completamente apaixonada pelo garoto com orelhas de elfo, e mesmo eu negando, elas sabem e não me deixam em paz.


     Estamos todas juntas, eu, Mina, Momo, Uraraka, Jirou, Toru e Tsuyu.


     Estávamos no refeitório falando sobre como está perto do evento que a U.A irá fazer.


     Todos estavam animados, principalmente por uma atração em especial.


A barraca do beijo.


     Eu não estava ligando muito, eu só iria pela comida.


     Assunto vai e assunto vem até que elas decidem me encher o saco.



     — então, quando você vai se declarar pra ele?- pergunta mina pra mim.


     — quem?- me faço de sonsa.


     — você sabe, o Tamaki- fala ela.


     — eu não gosto dele— minto.


     — claro que gosta, tá na sua cara— dessa vez quem falou foi a Uraraka.


     —no dia que você viu ele pela primeira vez, ficou toda vermelha, kero- lembra Tsuyu.


     — eu estava doente no dia- tento me defender.


     — você desmaio quando ele passou no corredor e te olhou— até Momo está com elas e não comigo.


     — usei muito minha individualidade- tento argumentar.


     — se lembra quando ele te pegou tirando foto "escondida" dele?- fala Toru se divertindo.


     — eu estava tirando foto da paisagem- a cada mentira que falo mais vermelha e desconfortável fico.


     — no seu caderno tem o nome dele com um monte de coração na capa- Revela Jirou.


     — é o nome do meu gato que morreu- meus pais nunca me deixaram ter animal por ser alérgica.


     — quando ele estava treinando e deixou o moletom de lado, você roubou pra dormir e sentir o cheiro dele- acusa Mina novamente.


     — e- eu não roubei- essa me pegou.


     — vamos S/N, admita- fala todas juntas.


     — vocês querem que eu admita? Eu admito, sim eu amo o Tamaki- falo já com raiva, até que escuto um barulho, olho na direção do barulho e vejo um Tamaki no chão atrás de mim como se estivesse morto.


     Aí meu Deus, corro até ele tentar ajudar, espera... será que ele ouviu?


     — ele ouviu?- pergunto pra Nejire e Mirio que iam em direção as meninas fazendo um toca aí.


     Então eles planejaram tudo isso?


     — você ainda duvida? - responde Nejire rindo.



Quebra de tempo



     Depois daquele incidente, se passou uma semana desde então e eu não consigo nem olhar para Tamaki.


     O evento que todos tanto esperavam finalmente chegou.


     As meninas decidiram ir todas juntas, então nós arrumamos e fomos.


     Como era um evento normal, nada muito chique, ninguém se arrumou muito. 


     Chegando lá, todos da U.A e fora estavam presentes.


     Eu estava indo para a barraquinha de cachorro quente, quando a Toru me puxa para ver a barraca do beijo.


     Estava lotado muitas pessoas faziam fila, uma para as meninas e outra para meninos.


     O Kirishima era quem ia dar os primeiros beijos e o eu nunca pensei que veria isso.


     Vejo Bakugou subindo no palco e beijando o Baby Shark, acho que vou ganhar 100 reais do Sero.


     Depois disso várias pessoas subiram pra beijar, menos o Mineta já que ninguém deixava.


     Rolou beijo entre Momo e Jirou, Todoroki e Midoriya, Denki e Jirou, Mina e Kirishima, Uraraka e Midoriya, Todoroki e Momo entre outros.


     Quando as meninas se distraíram fui até as barracas de comida, comi de um montão e então fui e comprei um algodão doce.


     Voltei para onde deixei as meninas e vi elas com um olhar preocupado.


     — posso ajudar?- ofereço ajuda invés do meu algodão doce.


     — é isso, o que a maioria estava esperando- falou Mina.


     Ela me puxou e começou a me maquiar.


     — ei para, o que tá fazendo?- pergunto.


     — a gente precisa de alguém para substituir o intervalo da Nejire.


     — mas eu não quero fazer isso- falo calma.


     — o que você tem a perder?- fala tentando me manipular.


     — meu primeiro beijo com o Tama- com alguém que gosto- me auto interrompo para não falar merda.


     — relaxa, talvez o seu primeiro beijo seja com alguém que goste- fala Uraraka.


     "Acha mesmo que o Tamaki teria coragem pra isso?"- penso.


     Me dou por vencida e elas me arrumam.


     — quer uma bala?- pergunta Mina.


     — não, valeu- respondo meio nervosa por dar meu primeiro beijo.


     Chega a hora, Jirou vem tampar meus olhos para que não veja nada, mas antes de tampar completamente vejo as meninas cochichando algo que não pude ouvir enquanto olhavam pra fora.


     Ao ficar tudo escuro, elas me empurram, eu quase que caiu, ando e quase caiu novamente, mas sinto alguém me segurar.


     Pego em seus braços para me apoiar.


     — uou, nossa, músculos- falo enquanto ela me ajuda a ficar no lugar.


     — desculpa, eu sei que devia estar esperando a Nejire, então não temos que fazer nada se não quiser. Para falar a verdade eu nunca beijei ninguém antes. Não por que não quis, não me entenda mal- não parava de falar por estar nervosa.


     — por exemplo, eu dei um soco no Ron Getler, na sexta série no sete minutos no paraíso- ouço risadas.


     — depois disso, no segundo ano, no baile da primavera, eu estava dançando  com Randy Meirose. Começou uma música romântica. Aí eu pensei "uhum vai acontecer!" Mas... até... não aconteceu nada por que...- não termino de falar por que sinto minha cintura sendo puxada e meus lábios prensados.


     Ele pede passagem com a língua e eu cedo, passo minhas mãos pela sua nuca e braços.


     "Nada mau"- sua boca tinha gosto de menta que ficava perfeito com a minha que tinha gosto de algodão doce


     "Nada mau mesmo"- continuamos o beijo com calma.


     "Espera"- vou me afastando quando o beijo termina e retirando minha máscara.


     Quando vejo ele na minha frente meu coração dispara, ele está tão lindo com os cabelos levemente bagunçado, vermelho pelo que acabou de acontecer na frente de todo mundo e os lábios vermelhos e levemente inchados enquanto tentava recuperar o fôlego.


     Ficamos lá, nós encarando até que ele me beija novamente.


     Retribuo na hora, as borboletas no meu estômago não paravam de bater as assas, eu coloco minhas mãos envolta do seu pescoço e a cada momento aprofundando mais o beijo.( desculpa não sei descrever como acontece um beijo)


     Quando a falta de ar se faz pressente, nós separamos mas com nossas testas encostadas uma na outras.


     — no- no- nossa- gagueja ele me olhando.


     Sorrio.


     Espera... parece que eu e ele pensamos a mesma coisa já que olhamos ao mesmo tempo para todos os presentes.


     Encaramos eles, até que eles começam a gritar e aplaudir.


     — então... eles viram a gente se pegando?- pergunto em choque.


     — e- e- eu a-acho que sim- da um mini sorriso.


     Ele volta a olhar pra mim e eu olho pra ele, nunca me senti tão viva.


     — quer namorar comigo? Pergunta ele rápido, acho que para não gaguejar e fechando os olhos com força.


     Fico parada, meu Deus, isso quer dizer que ele sente o mesmo que eu.


     — se você quiser até caso- falo o puxando para onde ninguém nos veja para poder aproveitar, meu namorado.



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...