1. Spirit Fanfics >
  2. Aniversário, eba! >
  3. 1 - Discos

História Aniversário, eba! - Capítulo 1


Escrita por: ebavitoria

Notas do Autor


se quiser só ler pode pular isso aqui, não vai ter nada muito importante. bom, minha meta era conseguir fazer mais coisas que só esses dois capítulos mas foi o que consegui, melhor que nada, confesso que não gostei muito dessa one mas mesmo assim quis colocar. usei pronome neutro mas tenho a impressão que tá errado, por favor me corrija se estiver mesmo.
irei dar essa fanfic como concluída as 23:59 do dia 5, então até esse horário pode ser que aja algo novo aqui, depois disso só irei reabrir ano que vem :D.

Capítulo 1 - 1 - Discos


Felipe caminhava em direção a loja de discos e CD 's perto de seu novo apartamento tranquilamente enquanto cantarolava uma música qualquer, estando genuinamente feliz.

 

Desde que acordou tudo pareceu correr ao seu favor mesmo que não tenha de fato percebido isso, despertou com várias mensagens de Carol contando uma fofoca que estava curioso demais pra saber com detalhes, alguns áudios de PK rindo muito de algo aleatório mas que acabou achando graça também e enviou mais um monte em resposta, a comida que pediu chegou alguns minutos mais cedo do que o previsto, sua roupa favorita estava limpa e preparada para ser usada, isso e mais um monte de outras pequenas coisas seguindo perfeitamente bem.

 

Assim que ficou sabendo da loja se animou querendo a visitar e conhecer, mesmo que São Paulo seja enorme, algo assim era difícil de se encontrar perto da sua antiga casa, pensando bem, uma lojinha dessas por perto era até meio perigoso, ia querer voltar sempre se o agradasse.

 

Depois de alguns minutos andando parou por um breve tempo na frente da loja observando a fachada e conferindo se estava no lugar certo, entrou com as mãozinhas nos bolsos do macacão preto e a atmosfera do lugar o ganhou de muito logo de início, tinha ficado sabendo que apenas uma pessoa cuidava de tudo, se não estivesse confundindo uma vaga de ajudante está mais ou menos aberta, mas o ambiente parecia organizado e limpinho, sem contar o cheiro bom de alguma coisa que não soube identificar no ar.

 

Até pensou ir onde se encontravam os CDs mas logo desistiu da ideia, nem iria ter onde os escutar. 

 

Não que fosse a primeira vez que comprava ou que ia em um lugar assim, mas o olhar brilhando para os discos foi inevitável. As coisas pareciam ter sido organizadas por estilo e mesmo tendo uma preferência por certos gêneros quis passar calmamente por praticamente todos que tinham ali, a loja era pequena mas até que tinha bastante opção, mais que o suficiente pra melhorar mais ainda o dia do garoto.

 

Um do meio de tantos acabou chamando sua atenção o suficiente para que olhasse com mais cuidado, Back to Black - Amy Winehouse, clássico. Não sabia a fundo a história dela mas conhecia por cima algumas das músicas, gostava do estilo dela ainda que não tivesse aproveitado na época.

 

— Gosta da Amy? — Uma voz o tirou de seus pensamentos enquanto o assustava, tinha esquecido que havia alguém trabalhando ali.

 

— Ah, na verdade eu 'tava pensando em dar uma chance, nunca fui muito chegado. — Levemente constrangido pelo jeito que agiu, já que não sabia se assustar sem ser se movimentando, olhou rapidamente pra quem puxou o assunto mas logo desviou.

 

— Quer uma opinião? — Ao receber um aceno positivo como resposta continuou a falar. — Mulher raramente faz algo ruim, deveria levar, se não gostar pelo menos vai ter um motivo pra voltar aqui, levar outro! — Felipe não conseguiu evitar o riso baixinho pelo marketing bobo mas caiu nele do mesmo jeito.

 

— Tudo bem, eu levo.

 

~

 

Os meses passando e as visitas na loja aumentando cada vez mais, não tinha o dinheiro para comprar um disco toda vez que ia lá então resolveu começar a levar coisas bobinhas mas de coração para e vendedore, inclusive, na vez que criou coragem de levar uma flor chegou lá todo vermelhinho, nem parecia ter a idade que tinha, no fim, os dois ficaram do mesmo jeito, só passando o efeito depois que a conversa começou a fluir como sempre acontecia, nem lembravam mais desse detalhe ou só preferiram não comentar sobre, porém por dentro estavam completamente felizes e bobinhos.

 

Nenhum dos dois queria mais ficar longe um do outro mesmo que nem tivessem estabelecido algo, não foi preciso dizer nada em voz alta para se entenderem.

 

Às vezes, Felipe não se aguentava e ficava na loja até na hora de fechar ajudando no que podia, sempre compensava no outro dia com longas horas de live e mesmo que fosse cansativo essa parte, valia a pena no final.

 

A mudança foi tão gradual que nem percebeu enquanto acontecia, de repente se deu conta que na maioria das vezes não ouvia os discos sozinho, e nem era ele quem colocava na vitrola, que não acordava mais sozinho nas tardes, e nem que era só ele quem esquecia de fechar a cortina antes de ir dormir, que seu guarda roupa não tinha mais só suas próprias roupas, e que era ele sim quem arrumava tudo com carinho quando tinha tempo. 

 

Definitivamente não queriam se separar e todas as coisas que aconteceram tão naturalmente eram sua nova rotina, e que nunca tinha gostado tanto de uma como gostava dessa. 

 

A cereja do bolo de tudo isso é que quando se deu conta, em todos seus aniversários o primeiro parabéns sempre vinha da mesma pessoa e que nunca tinha ficado tão feliz em ficar mais velho.

 


Notas Finais


sim, que ruim, desculpa, o seguinte tá melhor


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...