História ANJO - Kim Namjoon - BTS - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), TWICE
Personagens Dahyun, Kim Namjoon (RM)
Tags Amizade, Amor, Bangtanboys, Bts, Dahyun, Drama, Família, Hot, Kimnamjoon, Namjoon, Paixão, Rapmonster, Romance, Twice
Visualizações 73
Palavras 1.026
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Comédia, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Literatura Feminina, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello hello,

Boa Leitura <3

P.s. Namjoon é tão lindooo <3

Capítulo 6 - Capítulo 6


Fanfic / Fanfiction ANJO - Kim Namjoon - BTS - Capítulo 6 - Capítulo 6

Capítulo 6 - Perdoado?

Segunda feira chegou e minha disposição para ir para a escola era zero. Não estou com paciência para aturar aquelas meninas chatas e aqueles caras babacas.

Mas eu tinha de ir para escola para eu poder ir para a universidade daqui a quatro meses. Ainda não decidi o que eu quero seguir no futuro, não sei o que eu poderia fazer de bom neste mundo.

Depois de me vestir e tomar o café da manhã fui para a paragem do ônibus para ir para a escola.

...

As aulas se passaram devagar como sempre, quanto mais eu queria sair daquele lugar mais tempo eu ficava aturando aquela gente escrota.

Passei no meu armário para colocar meus livros e fui para fora da escola. Passei pelo portão e comecei a caminhar para a paragem mas uma mão agarrou meu pulso e eu me virei já pronta para reclamar.

Mas quando vi Namjoon meu coração acelerou e me senti nervosa. Tirei sua mão do meu braço. E comecei a andar de novo mas ele se pôs de frente para mim e segurou meus braços.

-Espera Eun-Mi. - falou.

-O que você quer? - falei sem olhar para seu rosto.

-Eu quero falar com você. - neguei com a cabeça e olhei nos seus olhos.

-Não temos nada para falar.- tentei me soltar das suas mãos, mas ele apertou mais e me puxou contra ele fazendo meu rosto tocar seu peito.

-Me escuta por favor. - respirei fundo.

-Você tem dois minutos! - ele me afastou do seu peito e me olhou nos olhos, desviei meu olhar nervosa.

-Mas vamos falar noutro lugar. - dei de ombros e ele me largou. Ele apontou para seu carro que estava estacionado perto do portão da escola e eu o segui. Entrei no seu carro e ele também. Namjoon ligou o carro e dirigiu para algum lugar.

Ele parou o carro em frente a um prédio e saiu do carro e eu fiz a mesma coisa.

-Onde estamos? - perguntei.

-Em minha casa. - arregalei meus olhos e ele me pediu para segui ló.

-Não podia ser noutro sítio? - falei revirando os olhos.

-Podia mas eu não quis. - falou assim que entramos no elevador. - Você já comeu?

-Não. - ele assentiu.

-Então vamos comer primeiro. - falou saindo do elevador.

-Eu só vim para falar não para comer com você! - falei irritada.

-Eu sei. - falou abrindo a porta de casa dele e eu entrei depois dele. Sua casa era muito moderna comparada á minha que era velha.

-Bela casa. - debochei.

-Meus pais que me ofereceram. - falou de algum lugar.

-Lógico. - ele deve ser filhinho de papai.

-Você gosta de Japchae? - assenti e ele fui para outro lugar da casa. - Pode vir se quiser. - ele apareceu e eu fui para onde ele estava.

-Quer ajuda? - perguntei só por educação e ele negou. - Você que sabe. - me sentei numa cadeira ao pé da mesa e fiquei vendo ele cozinhar. Namjoon é muito bonito e ficar admirando ele era uma ótima diversão. Eu não queria ficar chateada com ele mas ele me enganou e isso me deixou muito mal.

-Como correram as aulas? - falou acabando com o silêncio.

-A mesma coisa de sempre. - ele assentiu e passou as mãos no rosto enquanto cortava os legumes e isso me fascinou. Ele era muito sensual mesmo sendo desajeitado. - Você foi à universidade? - perguntei.

-Não, eu hoje não tive aulas. - assenti sem mesmo ele ver.

...

Depois de ele fazer o Japchae, nos comemos e por acaso estava muito bom. Ajudei a lavar as louças sujas e depois Namjoon me levou para a sala e ficamos nos sofá.

-Já me vai falar o que queria ou não? - perguntei.

-Sim. - ele falou. - Antes de tudo me desculpa por não ter falado com você durante este tempo todo. - revirei meus olhos. - Eu estou falando sério, Eun-Mi. Eu estive este tempo todo estudando para as provas deste semestre e eu não tive possibilidades de ir ver você nem falar com você. Eu sempre tive estudando ou ajudando minha mãe na loja. Sempre que eu podia falar com você já era tarde e eu não queria chatear você na madrugada. Eu nunca te deixaria Eun-Mi! Eu prometi a você ser seu amigo e nunca te deixar sozinha! Eu sei que quebrei uma promessa mas uma eu sempre cumpri que era ser seu amigo. - falou sério. - Me desculpa a sério!! E ontem teve o caso de você me ver com a Bo-Rah mas isso foi coincidência, nos tivemos de fazer um trabalho e ela decidiu ir dar uma volta para descansarmos um pouco. Eu não estava com ela num encontro. - ele se aproximou de mim. - Se fosse para ir num encontro eu levaria você e não ela. - meu coração acelerou e minha respiração falhou.

-Ok. - ele arregalou os olhos.

-Ok? Eu acabei de dizer que estou interessado em você e você me diz OK? - falou fora de si.

-O que você quer que eu diga? - falei.

-Algo que não seja ok! - ri fraco.

-Tá, eu já entendi que você teve de estudar e blábláblá. - ele assentiu. - E eu até desculpo você mesmo que ainda não seja cem por cento. - ele sorriu fraco. - Mas eu não posso fazer nada em relação a você estar interessado em mim. - ele assentiu cabisbaixo.

-Você não sente nada por mim? - perguntou. O que eu respondo? Que sim e que eu sinto a falta dele ou que não e ficamos neste clima ruim?

-Não sei. - ele pegou na minha mão.

-Eu sei que sim. - falou e acariciou minha mão. - Me desculpa mais uma vez, eu juro que não voltarei a fazer o mesmo.

-Ok. - sorri fraco e ele sorriu também.

-O que acha de vermos um filme? - perguntou e eu assenti.

-Não ache que tudo vai ser um mar de rosas Namjoon. - ele riu e beijou minha bochecha me assustando.


Notas Finais


Espero que tenham gostado <3
Beijos da Sonhadora <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...