História Anjo Caído - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 1
Palavras 913
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Ficção

Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 2 - Parte 2


Dias Depois..

Eu estava a caminho da casa de Roger, de lá nós íamos até o parque encontrar oo Marcelo, Carlos e a Natalia, os mesmos já se encontravam lá.

Não nevava, não fazia frio e nem calor, a temperatura estava agradável, o que era muito bom, já que os últimos dias foram muito frios.

Assim que dobrei a esquina senti um vento muito forte e com ele veio um voz dizendo: "Luan!", olhei para trás rapidamente mais não vi ninguém. Continuei andando e novamente ouvir a voz de alguém me chamar, só que agora a voz estava próxima e quase reconhecível, me virei novamente mais não vi ninguém.

Assim que me virei para frente a vi. Ela estava linda, seu sorriso perfeito e as bochechas rosadas. 

 

Ela estava de cabelos soltos, um vestido preto rodado, com um cinto dourado. Meus olhos lacrimejaram naquele momento, quando me vi já estava correndo em sua direção.

Ela estava de braços abertos me esperando, o seu sorriso contagiante o meu preferido, vi a aliança brilhar em seu dedo, quando eu ia me aproximando dela, senti meu corpo chocar-se contra alguém, cai no chão com o impacto.

XXX: - Luan? "Eu estava tonto e não conseguir dizer nada." – Luan? "A voz me chamou novamente, agora me sacudindo"

- Roger? (Eu não tinha certeza se era ele)

- É Luan sou eu! O que deu em você? "Ele disse me levantando" – Ficou maluco? 'Tá correndo igual um doido pela causada, só faltou jogar pedra!

Eu o olhei sem dizer nada, olhei por cima de seu ombro, mais ela não se encontrava mais lá.

- Você... Você a viu? (Eu disse passando por ele)

- O que? "Ele perguntou confuso"

- Você viu ela? (Eu perguntei novamente)

- Ela quem?

- A seu.... (Fiz uma pausa) – A Sophia? (Eu sabia que se eu dissesse que tinha visto a Anny ele iria querer me internar.)

- Não! Mais por que você iria querer falar com ela? Vocês não se falam há anos!
 

Eu e Sophia tivemos um fim de namoro conturbado, ela nunca aceitou o fato de eu ter terminado com ela para ficar com a Anny, eu também não ajudei quando a trai com a Anny, mais aconteceu. Tentei me desculpar, mais ela não quis nem ouvir. Quando eu e a Anny ficamos noivos, foi o fim do mundo, ela vez um barraco e por causa disso eu a Anny ficamos quase um mês sem se ver e falar.

- Não sei talvez eu fosse me desculpar!

- De novo? "Ele me olhou" – Você está bem Luan?

- Sim!

- Tem certeza?

- Não íamos ao parque?

- Acho que sim.

- Então vamos! (Passei por ele, mais ele não se moveu. Olhei para trás, ele me olhava desconfiado, Roger sempre sabia quando alguém estava mentindo) – Roger vamos?

Ele assentiu e veio até mim. A metade do caminhada até o parque foi em silencio, algumas vezes o silencio era quebrado por algumas perguntas de Roger, e às vezes por sorrisos maliciosos dele quando uma garota bonita passava.

[...]

Assim que chegamos ao parque, Roger ligou para o Carlos para saber onde eles estavam. Os encontramos perto da roda gigante tentando fazer o Eduardo entrar dentro de uma das cabines.

Eduardo: - Eu já disse que não vou! Me solte!

Ele gritava e todos em voltam olhavam. Não teve como não rir.

Carlos: - Ah qual é Eduardo, entra logo aí!

- Meninos estão todos olhando, parem com isso!

Meu pedido foi em vão, Roger se juntou a eles para tentar colocar Eduardo na cabine, que agora estava no colo dos meninos, o mesmo gritava mais alto ainda. Eu ri daquela cena.

XXX: - Parecem que estão na quinta serie né?

Olhei rapidamente e vi a Emma.

- Você também está aqui?

Emma: - Pois é né, fazer o que? Por que não vai se divertir também?

- Estou velho para isso! (Eu disse sorrindo fraco, lhe dei um abraço apertado)

Emma: - Sei que não é esse o motivo! "Eu a olhei sem entender o que ela queria dizer" – Acho que você já devia ter tirado essa aliança!

Eu olhei rapidamente a aliança e meu coração se apertou.

- Não quero ser indelicado, mais isso não é da sua conta!

Eu me virei indo em direção aos meninos, senti ela me puxar.

Emma: - É da minha conta sim, eu sou sua amiga!

- Olha aqui garota, por que você não vai cuidar da sua vida? Me deixe....

Antes que eu pudesse terminar de falar, eu a vi em uma barraca de urso, ela sorria.

Passei esbarrando em Emma.

Emma: - Luan aonde você vai?

Eu a ouvi dizer mais não me virei, apenas andava na direção dela. Assim que cheguei perto o suficiente a gritei, mais ela não se virou. Puxei ela pelo braço e a virei bruscamente.

- Eu te encontrei! (Ela me olhou confusa puxando o seu braço de minhas mãos. Seus olhos verdes me mostraram que ela não era a minha amada. Mais ela parecia tanto, estava usando a mesma roupa, o sorriso de lado tão parecido.) – Me desculpe eu... Eu, eu te confundi com outra pessoa! (Eu disse decepcionado)

Me virei e vi o Roger acompanhado da Emma e os outros meninos.

Roger: - Quando você vai esquecê-la?

Vi que sua voz tinha um tom de tristeza e outra de decepção senti meu coração queimar. O que eu estava fazendo?

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...