História Anjo da Guarda - Capítulo 11


Escrita por:

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Anjo da Guarda, Cameron Dallas, Camila Cabello, Jack & Jack, Jacob Whitesides, Ki-Hong Lee, Lily Collins, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Shelley Hennig, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Ki-Hong Lee, Lily Collins, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Shelley Hennig, Taylor Caniff
Tags Amizade, Amor, Aventura, Cameron Dallas, Drama, Fanfic Adolescente, Fantasia, Jack And Jack, Lgbt, Nash Grier, Old Magcon, Romance, Romance Gay, Shameron, Shawn Mendes, Taylor Caniff, Teen
Visualizações 29
Palavras 1.388
Terminada Não
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 11 - 10.I'm don't remember


                         ⇜⁕⇝

  Shawn rapidamente foi atrás de Shelley,se teletransportando para o céu.A sala principal tinha todas as mesas redondas ocupadas por anjos treinados,o cheiro de café com chantilly espalhado no ar.Ele se lembra perfeitamente de quando passava horas sentado à mesa com Clifford discutindo sobre sua primeira missão,agora não podia deixar tudo se tornar uma bagunça por causa dela.Shelley surgiu de relance,tocando a mão no ombro dele e deitando a cabeça por cima,enquanto observava o movimento calmo ao redor.O balcão estava preenchido por uma fileira de xícaras,o vapor da bebida quente sendo servida se dissipava no ar com o restante das nuvens.

—Eu sei que está preocupado,não fique assim ok?—Seu tom irônico só despertou um pouco mais da fúria de Shawn.Ele apenas revira os olhos,é só o que pode fazer.

—Não pode contar ao Dr.Clifford!ele vai tirar minha missão e eu nunca mais vou ver o Cameron...não parte o seu coração saber que vai separar dois adolescentes apaixonados?—Ela levanta a cabeça para olhar para ele.Os lábios entre abertos como se estivesse prestes a protestar,porém os argumentos não era bons o suficiente.Shelley relembrou seu passado constante,onde ficou na mesma situação como está Shawn,mas ela teve que lidar com a dor do coração partido.

—Shawn...esse romance não vai dar certo....é proibido no mundo dos anjos!e você não é um adolescente recente...tem mais de anos que está vivendo,você é imortal.Está entendo a situação aqui?—Shelley abaixa o tom de voz ao perceber os olhares direcionados a eles.

  A surpresa foi que o homem que Shawn mais temia,estava a poucos metros dele,sentado em uma das mesas lendo documentos que considerou se importante.O sangue do garoto gelou e ele quis partir,voltar para a terra.Mas Shelley o impediu.

—Não pode se esconder para sempre—Então ela de esquiva,indo em direção oposta.Shawn percebe que Clifford está o olhando,o homem sendo simpático acenou para ele e o chamou para o acompanhar em uma dose de café com chantilly.Caminhando até lá,ao estar realmente de frente a seu mentor,puxa uma cadeira e senta com uma postura rígida,os ombros firmes e o sorriso confiante nos lábios.

—Café?—O homem pergunta oferecendo a Shawn a bebida.Ele assentiu e com um aceno vindo de Clifford,uma xícara branca surgiu sobre a mesa.—O que está fazendo aqui?achei que estivesse com Cameron.É bom ver você aqui de novo—Clifford sorri para Shawn,não de um jeito desconfiado como ele imaginou,talvez Shelley não tivesse realmente dado pistas alguma sobre isso,ficou contente em saber que estava quase tudo bem.Tomou um gole do seu café,doce porém saboroso ao seu paladar minuncioso.

—Está indo bem...Cameron até que é divertido—Shawn continua bebendo seu café sentindo a língua dormente pela temperatura da bebida,mas continuou para cobrir o tempo em silêncio.

—Espero que não se apaixone por ele—O homem diz descontraído,rindo baixinho e terminando sua xícara de café em poucos segundos.Shawn prendeu a respiração,não deixou transparecer a expressão estranha que queria surgir em seu rosto,um meio sorriso a uma risada estranha veio dele,o que foi ainda mais vergonhoso.

—Eu realmente preciso ir...Cameron pode precisar de mim—Ele diz,levantando e estendendo a mão ao para se despedir de Clifford.Assim que a apertou,moveu a cabeça em um único movimento e retornou para os corredores vazios do colégio.

  Ele não esperava ver a cena de Nash e Cameron se beijando,o corpo dele sendo esmagado contra a parede pelo garoto de olhos azuis.As mãos de Dallas percorrendo a nuca dele.Shawn ficou parado,apenas olhando a cena,o susto que levou quando Shelley surgiu ao seu lado não foi nada comparado ao seu coração partido.

—Você fez isso...não foi?—Ele pergunta perplexo,um segundo se quer não conseguindo afastar o olhar da cena que de repente se tornou uma das piores coisas que ele já viu,o coração se apertando.Não é culpa de Cameron.

—Eu fiz isso para proteger você e ele...se gosta mesmo do Cameron,vai tornar a vida dele de acordo com a missão...Está certo...ele não está apaixonado pelo Nash ainda...só o fiz esquecer de você por alguns segundos...agora o negócio é todo seu—Shelley estala o dedo e desaparece em seguida.

  Shawn suspirou,dando passos lentos em direção aos dois que se afastaram.Nash passa a mão na boca,e se despede de Cameron com um beijo estalado.O garoto se encolhe,olhando para Mendes,a expressão estranha em seu rosto,todo o desconforto exibido.

—Curtindo?—Diz descontraído,enfiando as mãos nos bolsos da calça jeans.Tudo tinha voltado a como era antes,Cameron não se lembraria do beijo,nem de como os dois estavam se gostando.

—Eu não sei...o Nash ele não sabe o que quer—Cameron passa as mãos nos cabelos,se sentindo estranho por alguns minutos,como se a presença de Shawn fosse estranha para ele.Mas ele sabia que tinha que se lembrar de alguma coisa,só não entendia o que seria.

—Tipo...ele não sabe se está apaixonado por você?—Shawn pergunta duvidoso.Shelley alterou algo que não devia?ele ficou pensativo por um tempo até notar que Cameron estava o olhando fixamente.

—Hm...eu não...acho que estejamos tendo algo importante—Cameron começa a pensar um pouco sobre Nash e se vale  mesmo a pena.Ele pisca os olhos algumas vezes e espreme as bochechas de Shawn.—Eu estou com fome!vamos comer um bom lanche—Dá um tapa brincalhão no ombro de Shawn,que sorri perdidamente.Ele imaginou a voz de Shelley dizendo que era errado sorrir dessa forma.Mas não conseguia se conter ao lado do garoto mais maravilhoso que já conheceu.

                             ⇜⁕⇝

  Eu já estava pensando um pouco sobre a festa de Lily,seu aniversário seria na sexta feira e nem sei exatamente o que vou comprar de presente para ela.Quando Shawn e eu fomos direto para a pizzaria do centro,onde é meu lugar preferido.Pedimos dois pedaços de pizza de catupiry e frango,ficamos em silêncio por um tempo,o que é bem estranho.Não me sinto mais a vontade com ele como antes.

—Você poderia tipo...me ajudar com um presente para Lily?—Pergunto para quebrar o silêncio.Shawn morde um pedaço da pizza,os lábios agora sujos de ketchup.Ele apenas assente,me deixando estranhamente inquieto.Terminamos de comer nossos restantes de massa e recheio.—Hm...eu estava pensando,por que não faz uma mágica para uma festa surpresa incrível,assim podemos convidar colégio inteiro!—Limpo os lábios com um guardanapo,amassando-o e jogando na lata de lixo um pouco mais a frente,arremessando e por sorte acertando.

—Boa ideia—Ele pisca para mim.Sua pizza agora não existe mais.Shawn lambe os lábios e passa o guardanapo na boca,descartando.Pago os dois pedaços de pizza e vamos caminhando para casa.

    Lily me liga quando estou jantando.Preciso urgente me situar com Aaron e Hayes sobre a festa,ela não pode saber de nada antes da hora.Minha mãe coloca um prato de fígado,repolho roxo e algum tipo de coisa que não faço ideia do que seja,o cheiro embrulha meu estômago.Minha irmã puxa a cadeira e senta ao meu lado,minha mãe a frente dela,e Shawn na cadeira da ponta da mesa.Sua testa se enruga.

—Prato do dia!—O jantar não podia ser mais assombroso.Fecho os olhos e seguro a ânsia de vômito.Sierra cutuca o fígado cortado em pequenos pedaços,as sobrancelhas unidas e o nariz torcido—Vamos lá...

—Tudo bem...eu sei que precisamos sair no sábado,uhum...vou perguntar a ele,tchau—Lily desliga a ligação,guardo o celular no bolso da jaqueta.Shawn me olha piedosamente e depois olha para a comida.Minha mãe vai para a cozinha carregando uma tigela vazia que estava sobre a mesa.Sierra se levanta rapidamente,despejando a comida no meu prato.A olho completamente indignado.

—Se falar alguma coisa eu falo para a mamãe que vocês dois estão se pegando escondido—Shawn ergue o olhar para mim e larga o garfo no prato,o barulho ecoa pela sala de estar.O clima fica peso entre nós três.Abro a boca para perguntar como ela sabe sobre isso,mas como se Sierra lesse meus pensamentos diz:—Eu vi vocês bem juntinhos na hora de sair para o colégio.Estou de olho queridos—Ela pisca e  o som oco dos seus saltos batendo no degraus é ridiculamente aterrorizante.

—Eu...não...—Engulo em seco,passando a mão na testa.Shawn acena e a comida do meu prato desaparece,o do seu acontece a mesma coisa.Fico agradecido,mas ainda meio que me sinto estranho.Me levanto rapidamente,correndo pelos degraus até o meu quarto,fecho a porta e ando até a janela,espiando o lado de fora.

  Como imaginei,Shawn entra no quarto segundos depois,ao fechar a porta e se aproximar,sentando a minha frente no parapeito da janela,ficamos um olhando para o outro.Forço a minha memória um pouco,parece que há algo bloqueando,se estamos tendo um caso,eu deveria me lembrar?

—Não pense tanto...apenas deixa rolar—Shawn sussurra,curvando as costas e aproximando o rosto do meu.Seus lábios contornam os meus em um beijo,não sei o que torna isso tão estranho,o fato de eu estar retribuindo ou a sensação calorosa que emana dentro de mim.








Notas Finais


Será que o Cameronzinho vai lembrar que estava começando a gostar do Shawn e vai desencanar do Nash ?como os dois vão viver esse romance proibido?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...