História Anjo da Guarda - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias Aaron Carpenter, Anjo da Guarda, Cameron Dallas, Camila Cabello, Jack & Jack, Jacob Whitesides, Ki-Hong Lee, Lily Collins, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Shelley Hennig, Taylor Caniff
Personagens Aaron Carpenter, Cameron Dallas, Jack Gilinsky, Jack Johnson, Jacob Whitesides, Ki-Hong Lee, Lily Collins, Matthew Espinosa, Nash Grier, Shawn Mendes, Shelley Hennig, Taylor Caniff
Tags Amizade, Amor, Aventura, Cameron Dallas, Drama, Fanfic Adolescente, Fantasia, Jack And Jack, Lgbt, Nash Grier, Old Magcon, Romance, Romance Gay, Shameron, Shawn Mendes, Taylor Caniff, Teen
Visualizações 24
Palavras 1.340
Terminada Não
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - 11.Sex


    Na sexta feira de manhã,imaginei que seria impossível levantar e ir para aula,e realmente isso aconteceu.Meu despertador atrasou,bato a mão na mesinha ao lado para procurar meu celular,ainda de olhos fechados,sinto a superfície do aparelho e o pego.Verifico as mensagens,há várias de Lily e duas de Nash me mandando bom dia,reviro os olhos,enfiando o telefone de baixo do travesseiro e afundando meu rosto no colchão.

—Cinderela?—Ouço a voz dele.Shawn.—Você vai se atrasar—Ele puxa o lençol do
meu corpo,me arrastando junto para fora da cama.Resmungo um palavrão,mas não me movo,estou tão cansado que acho que não aguento nem dois segundos de pé,também estou convencido que não está na hora de eu ir para o colégio.Não hoje pelo menos.É meu dia preferido e ninguém vai me tirar da cama.

         —Você merece um bom tapa na cara!—Exclamo irritado.Bato a porta do armário,com o barulho do metal se chocando ecoando pelo corredor,porém não sou o centro das atenções hoje,pelo menos.Shawn aperta meu ombro esquerdo e tenho vontade de me virar e socar sua cara e fechar seu sorriso coberto de dentes brancos e alinhados feliz.

—Eu mereço um beijo isso sim—Por que ele tem que ser convencido?isso faz parte das personalidades exaustivas dos anjos?ele é bonito e tudo mais,não precisava ficar se exibindo o tempo todo.É adolescente normal,como qualquer um de nós na terra.

  O corredor está vazio,ficaremos as duas aulas do Sr.Nelson,fora da sala de aula,e até que foi bom,geografia logo em uma sexta feira é tortura.Fomos para a biblioteca,as mesas estão todas vazias e a moça simpática atrás do balcão não percebe nossa chegada,nos dirigimos para os fundos,onde há sofás espaçosos.

—Você senta bem ali—Aponto para o assento um pouco distante,perto das prateleiras de livros,me acomodo no sofá próximo ao ventilador de parede.Shawn torce o nariz e suspira,o problema é que ele acabou de me ignorar e sentou espremido ao meu lado.Ele me olha nos olhos.Sorrindo,por que ele não para de sorrir.

—Por que...não aproveitamos que estamos sozinhos e...—Não consigo resistir,espalmo as mãos na sua coxa acariciando levemente e descendo meus dedos até o meio da suas pernas.Ele agarra minha mão um pouco assustado.

—Você disse que...—Ele morde o lábio desviando o olhar.Shawn nunca sentiu isso e está envergonhado!—Me desculpa—Sussurro,sua mão se une a minha e nossos dedos se cruzam lentamente.

—Eu realmente não me importo...Só que...é diferente sentir isso.Não sei—Mordo sua bochecha,fazendo -o rir.Encosto a cabeça na sua,ouvindo apenas o som das nossas respirações lentas e sincronizadas.

—Sua missão de me tornar popular por dar certo e você ganhar as asas!assim podemos ficar juntos...é um bom plano—Digo animado,mas ainda assim sussurrando.Shawn força um sorriso e assente.

—Acho melhor a gente se apressar...daqui alguns minutos a aula acaba—Saímos da biblioteca,fomos no bebedouro e esperamos alguns minutos,trinta para ser exato,sentados nas escadarias.Quando o sinal tocou,nos apressamos para chegar na aula de física,nos sentando lado a lado.Camila se sentou a frente de Shawn,jogando os cabelos e deixando o colo no decote da blusinha amostra.

  Lily sentou na carteira a frente,curvando o corpo,mostrando discretamente o dedo do meio para Camila.

—Ousada...—Sussurro rindo discretamente.Shawn me olha,tem um brilho diferente nos seus olhos que o deixa ainda mais atraente.

—Hm...suspeito...—Ouço Lily dizer,quando percebo que ela está me olhando maliciosa,pigarreio e desvio o olhar rapidamente.

  Talvez eu precise falar com ela sobre isso.A aula passa quase na velocidade de uma tartaruga,e quando o sinal do intervalo tocou,a velocidade de tartaruga me dominou,e eu mal consegui levantar da cadeira depois de um tempo.Lily me puxou pelo braço,me obrigando a estar de pé.

—Lily...preciso conversar com você...—Seguro o braço dela.Espero que todos saiam da sala e quando tudo está no mais perfeito silêncio.Respiro fundo e olho bem em seu rosto e sua careta confusa.—O Shawn e eu não somos primos...ele é um Llanfairpwllogerychwyrnepto—Franzo a testa,que merda é essa?porque não consigo dizer que Shawn é um anjo?

  Lily começa a rir tocando meus ombros e olhando para mim de uma forma compreensiva,como seu estivesse louco.

—Certo...eu não me importo que vocês sejam primos...ele é gostoso,você não resistiu...isso é normal—Arqueio as sobrancelhas um pouco chocado com as suas palavras.Porém não consigo esboçar nenhuma reação,além de sentir a garganta queimando,ainda com aquela palavra ou qualquer coisa que simplesmente saiu,não veio de mim!

  Nos sentamos em uma mesa perto da enorme janela do refeitório.O jardim está acumulado de adolescentes rindo e animados,é estranho,porque meu humor não está dos melhores hoje.Aaron e Hayes se juntaram a conversa que Lily estava contando sobre as suas prósperas férias no Caribe,de longe meu olhar encontra o de Shawn,na cantina enchendo sua bandeja de comida e seu caminhar tranquilo e descolado chega a exibir inveja.As garotas começam a sorrir e rir ao mesmo tempo,se mostrando superiores,ele arranca suspiros de todas elas.Ainda mais com a atrevida da Camila se jogando contra ele.

—Shawn!—Escuto ela chamar e a observo caminhar até ele,o quadril rebolando e a saia minúscula parecendo ainda menor.—Queria te convidar para a minha festa...toma—Ela entrega algo a ele.Minha respiração se altera e faço um grande esforço para me manter tranquilo e sorridente.Shawn agradece e desvia dela sem ao menos se despedir e quando está perto da nossa mesa,ele se espreme ao meu lado.

—Peguei comida suficiente para nós dois.Muito sanduíche de queijo e muito refrigerante zero—Ele aponta para os lanches embrulhados e as três latas de refrigerante diet.Só que o problema não é a fome,a real é que me sinto desconfortável por Shawn receber o convite de Camila.Será que ele vai?

—Certo...você vai a festa?—Pergunto curioso.Lily,Aaron e Hayes estão tão dispersos com o assunto dos jogos lançados essa semana que nem prestavam atenção em nós,por isso conseguimos conversar sem estar se escondendo do mundo.

—Não...você vai a festa—Ele diz,desenrolando o lanche do papel grudento.Meus olhos meio que não escondem a surpresa—Nós vamos a festa!—Shawn sacode os ombros e eu não me contenho começando a rir baixo,pego a lata de refrigerante de maçã,abrindo o lacre e bebendo um gole,a bebida está gelada e desce queimando meu estômago.Sinto a mão dele na minha coxa,seu sorrisinho disfarçado me causa uma sensação de conforto.Porque é ele quem está me deixando animadinho,mas não sei se realmente sabe o que está fazendo.

—Podemos...pensar sobre isso?—Digo inseguro por mim e por tudo que pode acontecer nessa festa.Se Camila o convidou não foi pelo simples prazer da presença dele...mas sim porque está louco para colocar a boca na onde não foi chamada.Vagabunda!

  Depois das aulas,Lily e eu fomos para a pizzaria rotineira,que agora chamamos de ponto de encontro.Pedi para Shawn não me acompanhar hoje,porque eu precisava esclarecer tudo a minha amiga.Mas sendo que nem mesmo consigo pronunciar a palavra anjo,vai ser mais complicado e inútil do que imaginei.

—Então...você sabe que não quero festa de aniversário nem nada—Ela diz ao sentar e repousar seu prato com pedaço de pizza de queijo sobre a mesa.Puxo uma cadeira ao seu lado.

—Sei...hm...podemos chamar alguns amigos e comemorarmos aqui?Netflix?—Vou sugerindo,mordo um pedaço da pizza,puro molho de tomate.—Beber no telhado da sua casa?—Ela balança a cabeça concordando,estende a palma da mão e bate contra a minha com um estalo surpresa.

—O que você queria me falar?sobre seu namoradinho com o Shawn?safado!—Lily bate a mão no meu ombro,a outra está ocupada com o resto da sua pizza só os fiapos de queijo e massa.

—Sim...Shawn foi convidado para a festa da Camila essa noite...será que você...quer ir comigo?—Ela arregala os olhos,as mãos foram parar sobre sua boca,cobrindo sua expressão de surpresa.Antes que ela possa responder,uma voz rouca nos interrompe.Shawn.

—Eu preciso te levar embora...sua mãe enlouqueceu!—Diz sorrindo,a mão encostada no meu ombro esquerdo.Lily me despacha com um gesto,e eu reviro os olhos por saber o que ela está pensando.

  Shawn me levou para casa,e quando fecha a porta do meu quarto,a cabeça se movimenta naquele simples aceno e a maçaneta desaparece.Ergo as sobrancelhas sem entender exatamente a situação.E sei que minha mãe não enlouqueceu.

—Eu quero ficar com você...agora—Ele sussurra um pouco envergonhado.Quando ele diz...ficar...ele...

—Tipo...sexo?—Engulo em seco,não estou conseguindo raciocinar.

—Se...for cedo demais eu...eu...—Shawn começa a gaguejar,é tão fofa a forma que ele se preocupa comigo.Não sei,fui pego de surpresa,me aproximo dele esfregando as mãos em seu peito.Agora...não sei o que dizer,mas tenho certeza que preciso saber o que fazer e ensinar a ele.










Notas Finais


E aí vocês acham que vai sair alguma merda daí?Shawn todo tímido por causa do Cam é a minha religião ♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...