História Anjo da guarda. - Capítulo 14


Escrita por:

Postado
Categorias 1 Litro de Lágrimas (Ichi rittoru no namida)
Tags Drama Romance
Visualizações 16
Palavras 803
Terminada Sim
LIVRE PARA TODOS OS PÚBLICOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Romance e Novela, Violência
Avisos: Álcool, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Capítulo 14 - Capítulo 14


 Até onde uma falsidade pode chegar?  É algo que as pessoas podem controlar? é muito chato uma pessoa se aproveitar da bondade de pessoas boas ou inocentes, por isso digo que você nem sempre tem que pensar mais nos outros do que em si mesmo, é bom você se amar primeiro e claro pensar mais em si.

 Passei a noite toda rolando na cama, ao mesmo tempo que não conseguia parar de pensar nele, ma forma dele me olhar, na forma de rir, na maioria das vezes de sua feição séria mas bonito, mas Sandy me vinha a mente junto, será que eu estava sendo egoísta? Então meu celular vibra: 

DEAN: OI...ESTÁ ACORDADA?.

 Meu coração quase saiu pela boca,  e minha mão gela ao mesmo tempo que eu tremia para escrever. 

 - Aa isso é horrível! .

EU: OI ESTOU SIM...JÁ SÃO DUAS HORAS DA MANHÃ,  DEVIA ESTAR DORMINDO....

 DEAN: VOCÊ TAMBÉM ESTÁ ACORDADA. 

 EU: BABACA.

DEAN: POR QUE NÃO CONSEGUE DORMIR?.

 Procurei por alguma resposta na minha mente. 

EU: PENSANDO DE MAIS...

 DEAN: PENSANDO É? EM QUEM?.

 Confesso que fiquei com vontade de falar a verdade, mas fiquei com medo de ele me achar muito  atirada.

EU: COISAS QUE ACONTECERAM ULTIMAMENTE...E VOCÊ? POR QUE NÃO ESTÁ DORMINDO? .

DEAN: MINHA MENTE NÃO ME DEIXA DORMIR, SABE O QUE SE FAZ QUANDO SENTIMOS SAUDADE DE ALGUÉM E QUERER PODER VE-LA EM UM HORÁRIO QUE NÃO TEM NEM COMO ISSO ACONTECER?.

EU: VOCÊ ESPERA AMANHECER...QUEM É A PESSOA? .

 Pensei que ele diria o nome, mas ele simplesmente respondeu:

DEAN: É UMA GAROTA, QUE NÃO CONSIGO MAIS FICAR MUITO TEMPO LONGE DELA...

 EU: SABE...EU TE ENTENDO,  ACREDITE EM MIM, JÁ PASSEI POR ISSO...

 Fui uma mentirosa,  eu não passei, estava passando por isso.

DEAN: VALEU POR FALAR COMIGO.

 EU: QUE NADA...

DEAN: QUERIA TE CONHECER MAIS...

EU: POR QUE?.

DEAN: NÃO ME PERGUNTE HA HA, TE VEJO AMANHÃ NA ESCOLA?  VOU TENTAR DORMIR,  NÃO QUERO SER O CULPADO POR VOCÊ NÃO DORMIR DIREITO. 

EU:AH... É VERDADE. 

DEAN: DURMA BEM, BOA NOITE. 

EU: VOCÊ TAMBÉM. 

 Ele falou que não queria ser o culpado,  mas mesmo ele não falando por mensagem comigo de madrugada a culpa era dele...por não sair da minha mente e minha por não parar de pensar nele, mas depois de fechar os olhos e prestar atenção na minha respiração consegui dormir, ao abrir os olhos já era manhã, dessa vez queria ir um pouco diferente, acrescentei uma joker, amarrei o cabelo e deixei só a franja, coloquei uma blusa de frio preta por cima do uniforme, escovei os dentes, peguei minhas coisas e desci.

 -Nossa!.

 Mamãe me olha nostálgica. 

 -O que?  Eu mudei tanto assim? Só queria mudar um pouquinho...

 Falo meio preocupada.

 -Tá mais gata.

  Logo papai aparece vestido em seu roupão e com a cara amassada,  eu e mamãe caímos na risada e ele apenas nos olha com olhar desconfiado e pega um copo de café,  me juntei a eles e conversamos sobre  escola e o serviço de papai, mamãe havia falado que tinhauma ssurpresa pra gente,  mas falaria depois.

 -Bye, se cuidem.

 Passei a estrada pedindo para que Alice e nem Sandy fossem, mas foi em vão,  Alice estava com seu grupo na porta da escola, com certeza me esperando, não havia visto Bella e nem seus amigos,  estava sozinha de novo, fui andando devagar e tentando esconder a cara.

 -Opa! Olha só vadiazinha!.

 Ela joga alguns livros que estavam em minha mão no chão enquanto seus amigos filmavam e riam, por que eu tinha que ser tão medrosa? Ela pede para dois garotos me segurarem,  tento relutar mas era mais fraca,  então ela agarra em meus cabelos, então alguém atrás de mim bate na mão dela com muita força.

 -Ai!.

 Ela grita e olha pra trás de mim.

 -Larguem ela seus bandos de lixos e sem noção! .

 Era o Dean, era a voz dele, mas queria sair correndo dali sem ele olhar pra mim, já era vergonhoso pra mim.

 -O que vocês tem na cabeça? Vão crescer, vocês já estão no terceiro ano,fala  serio Alice,  eu tenho nojo da sua cara,  nunca pensei que fosse tão mesquinha e idiota, quer saber? Me dá essa desgraça aqui!.

 Ele toma o celular da mão de um dos garotos,  não me perguntei o por que os meninos não foram pra cima dele, nem pensei em nada.

 -Não mostra isso pra diretora,  por favor!.

 Alice o pede.

 -Cala a boca!.

 Ela arregala os olhos eu não vi a expressão dele, mas pela cara dela não deveria ser boa.

 -O que está acontecendo aqui?.

 Pergunta Bella aparecendo com Sandy e o resto do pessoal.

 -Vamos gente. 

 Fala Alice chamando seu pessoal.

 -Aqui,  seus livros. 

 Não consegui olhar pra ele.

 -Vou embora...

 Falo baixinho. 

 -Ah não, fique, não deixarei ela te fazer mal.

 Isso foi surpreendente e bom de se ouvir,  acabei ficando. 




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...