História Anjo ou fera ? Paz ou guerra ? - Capítulo 17


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), Got7
Personagens Jackson, Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V), Park Jimin (Jimin)
Tags Bangtan Boys (BTS), Drama, Família, Fantasia, Romance, Suspense
Visualizações 31
Palavras 2.106
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Magia, Mistério, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Suspense
Avisos: Álcool, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Tortura
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Música " she likes" Pleasure P & letoya Lucktt , desculpem mais eu tenho vergonha de fazer hot 🥺 , mas eu tentei kkkk

Capítulo 17 - Capítulo 17


Fanfic / Fanfiction Anjo ou fera ? Paz ou guerra ? - Capítulo 17 - Capítulo 17

Eu não sabia por que eu ainda insistia no Jungkook , ele é totalmente irritante , pervertido . Vou para o meu quarto, ainda estava sonolenta por causa dos remédios , deito na cama , a imagem do Jungkook não saia da minha mente , adormeço com suas lembranças.

Faltava pouco para o meu aniversário , uns dias apenas , estava indo para a faculdade e o curso de inglês normalmente . Não tinha falado para o Jack e principalmente para o Jungkook sobre meu aniversário , já bastava o jeito que eles me olhavam , tipo , a suicida , aquilo me incomodava um pouco , mas eu não fiz para me matar , mas por mais que eu falasse pra eles . Eles não acreditavam. Eu tomei apenas pra dormir , mas exagerei na dosagem .

No dia do meu aniversário, caiu em um sábado , estava dentro do meu quarto de pijama , minhas amigas me ligam , para me desejar felicidades . Elas postaram vídeos e fotos no face , insta e tiktok , foi uma surpresa, eu sabia o tanto que elas gostavam de mim . Assim que desligo o telefone o Jackson me liga .

"-Oi amor está tudo bem ? Estou a quase duas horas tentando te ligar" - é eu fiquei quase duas horas com elas no telefone.

"-Esta sim Jack , estava com minhas amigas do Brasil , e não vimos a hora passar no telefone".

"-Ata... Amor você não vai sair de casa hoje ? Está um dia tão lindo , um sábado insolarado " - sinto um tom de empolgação em sua voz .

"- ah não estou afim de sair amor" - eu realmente queria ficar em casa , de preferência no meu quarto e de pijama.

"- vamos passear amor , você não pode ficar trancada o dia inteiro" - ele insiste 

"- aish... Tá bom " - ouço ele rindo no fundo .

"- já estou aqui te esperando ".

"- já estou descendo , me dá alguns minutos".

"- tá amor , o quanto você quiser beijos" .

Desligo o telefone , tomo um banho me arrumo e saio , em frente a porta do quarto do Jungkook me lembro do dia que fui em Namdaemun market , volto para o meu quarto, reviro as gavetas , e acho a caixinha , a coloco no bolso e saio do quarto , paro na frente do quarto dele novamente . Lembro que não fiz um cartão , pego um papel e uma caneta dentro da minha bolsa e escrevo :

Feliz aniversário , atrasado .

Ps: Victoria .

O aniversário dele foi logo no começo do mês de setembro , alguns dias antes da minha chegada , eu sei por que eu ouvi a senhora Chung-Cha reclamando com ele ao telefone . Coloco o bilhete dentro da caixinha , me encosto na porta , respiro fundo e bato na porta , demora um pouco ele não responde , eu abro a porta . Olho em volta e não o vejo , olho sua cama está desarrumada , caminho até a mesma , olho a porta do banheiro estava aberta , ouço o chuveiro ligado , deixo a caixinha em cima da cama e dou um passo para o banheiro . Mas quando eu abro minha boca para chamá-lo ouço a voz da empregada.

-Oow daddy , me fode gostoso - ela gemia alto . Eu ouvi seus corpo se encontrando , Jungkook gemia , coloco a mão na boca e saio do quarto o mais rápido possível batendo a porta .

"Como eu sou besta , por que comprei aquilo pra ele" - penso parado no meio do corredor , e lembro que deixei a maldita caixa lá , mas não dava pra voltar mais . Termino de descer as escadas chego na porta tento me recompor. Abro a porta e vejo o Jackson encostado no seu carro , ele me vê e vem de encontro comigo.

-Oi amor - me dá um selinho

-Oi - retribuí o selinho.

-Vamos ? - ele abre a porta do carro para que eu pudesse entrar , vejo ele dar meia volta no carro e entrar dando partida no carro.

-Nao vamos com o carro do meu pai ?- pergunto olhando ele sair da mansão .

-Nao amor - ele sorri - vamos no meu hoje e vamos para minha casa - eu o olhei sem graça.

-Sua casa ? 

-Sim amor , por que ? Não se preocupe , não faremos nada do que você não quera , vou te mimar hoje , vou fazer almoço , vamos assistir um filme e te encher de carinhos - diz enquanto seus olhos eram atentos a pista .

-Entao tá - me deu um frio na barriga , mas eu não era mais virgem . Perdi minha virgindade com dezesseis anos , fiquei só com esse rapaz , mas foi só uma vez , não transei com mais ninguém , não foi bom , mas também não foi ruim .

Não demora muito ele estaciona em frente a um prédio , era pequeno , mas parecia confortável , descemos do carro e entramos . Pegamos o elevador até o oitavo andar , andamos por um corredor extenso até parar em frente a porta que tinha o número vinte e três , era o número do seu apartamento . Antes de abrir ele me pede para fechar os olhos .

-A não - faço bico cruzando os braços.

-Vai amor só um pouquinho

-Aish... Tá bom - ele sorri me vendo fechar os olhos . Ouço o barulho do chaveiro , e a porta de abrindo , ele segura em minha cintura me guiando . Dei alguns passos dentro do apartamento ele sussurra em meu ouvido.

-Pode abrir - abri meus olhos , ele avia preparado tudo , tinha várias pétalas de rosas no chão da sala , que fazia um trieiro até uma outra porta , ele me puxa , entrando em seu quarto vejo mais decorado , sua cama tinha uma colcha branca , mas o branco se perdia em meio as pétalas de rosas vermelhas.

-Gostou amor ? - ele me olha ansiando pela resposta , não respondo , pulei em seu colo , lançando minhas pernas em sua cintura e o beijando .

-Eu amei - respondo olhando em seus olhos . Ele me olha com carinho e me beija sem pressa , segurando em minha pernas sinto ele se movimentar , não para o beijo sinto meus pés tocar o colchão , ele se senta na cama me deixando em seu colo . Suas mão passeia em minhas costa , ele acha a abertura da blusa e levemente leva suas mãos até meus seios os massageando por cima do sutiã. 

Sinto sua respiração aumentar devido aos nossos beijos . Rebolo em seu coloco lento , mas exitante , sentido seu membro reagir aos meus movimentos . Apertando minhas costas ele tira minha blusa , apalpando meus seios , enquanto beija meu pescoço, sentia sua língua humida no meu pescoço. 

Suas mãos prucura o fecho do meu sutiã , o soltando , deixando totalmente vulneráveis a ele . 

-Eu te amo Victoria - eu sorrio com sua ação , segurando na nunca o beijo intensamente , rebolando mais rápido em seu colo sentido seu membro pulsar contra nossos jeans . Ele troca minha boca pelo meu seio o chupando , brinco com seus cabelos jogando minha cabeça para trás .

Ele me levanta trocando nossas posições , deitando em cima de mim , sua mao passei pelo meu corpo até o fundo da minha calça onde ele alisa me deixando gemer com seu toque , ele sobe até o coz enfia a mão por dentro da calça me alisando por cima do tecido fino da calcinha , sentindo minha intimida úmida e quente , arfo baixo , enquanto ele suga meus seios.

Seus beijos desce para minha barriga , até o coz da calça onde ele tira junto com minha calcinha , ele se afasta me olhando , tirando sua roupa também , apenas de box , vejo sua ereção que aquele maldito box escondia  . Ele engatinha no meio das minhas pernas , as jogando em cima do seu ombro , beija minha coxa , minha intimidade pulsa , arde , molha , querendo seu contando .

Sinto sua língua me preencher , arquei minhas costas segurando em seus cabelos dando fortes puxadas onde ouvia ele gemer em meio as minhas pernas . Ele me beija , eu procuro seu membro por cima do box eu o masturbo , sinto ele pulsar em minhas mãos , tiro seu box para ter mais contato . Seguro na base , movimento para baixo e para cima , fazendo ele gemer alto . Não aguentando mais eu coloco seu membro em minha abertura , onde sinto ele lentamente me preencher , ele para o beijo para gemer . Demora um pouco para me acostumar com o tamanho e a grossura , mas logo minha intimidade se acostuma..

Seus movimentos , era precisos , fortes , prazerosos . Nossos gemidos encoava dentro do quarto com sintonia , eu arranhava suas costas , ele almentava mais os movimentos . Ele enfiava e tirava , eu estava gritando de prazer por dentro , quanto mais ele metia, mais eu queria senti-lo. 

-Voce gosta disso amor ? -ele pergunta ofegando , apoiado em seus cotovelos .

Beijo seu peito deixando marcas de chupões , ouvir seus gemidos era acertar meu ponto g , seu corpo já estava suado , ele transpirava desejo , arranhava suas costas ele jogava sua cabeça para trás .

Estava chegando perto do meu apice , começo a sentir algo estranho dentro de mim, estava parecendo um vulcão entrando em erupção , não era por causa do prazer , era diferente , era como se algo quisesse sair pra fora . Minha pela arde , queima como se estivesse pegando fogo . Eu podia ouvir os batimentos cardíacos dele , seu sangue correndo rápido em suas veias , ouvi pessoas falando como se tivesse dentro do quarto, ouço carros passando na rua , uma gota de água pingando dentro de um balde . Meus dentes dói , sinto um gosto , um sabor diferente na minha boca , gosto de sangue .

-Amor , estou te machucando ? - recupero meus sentidos ao ouvir a voz do Jack.

-N...não...amor...-Falo ofegando , ele continua seus movimentos eróticos , vai e vem , ele geme alto , mordiscando meu pescoço.

-Oooowh amor eu vou gozar...- ele geme dando algumas estocadas fortes onde sinto seu líquido me preencher.

-Te amo- confeca ele . Eu sorrio fraco tentando entender o que aconteceu , eu avia perdido as melhores partes da transa com ele sentindo aquelas coisas estranhas . Ele se joga do meu lado.

- Amor você e maravilhosa. Você está bem ? - me pergunta 

-Sim amor , melhor impossível - ele beija a minha testa , deito em seu peito , ouvindo seu coração acelerado . Conversamos um pouco mas acabamos dormindo . 

Acordo passando a mão na cama procurando pelo Jackson , me sento na cama e coloco uma blusa dele , olho as pétalas de rosas espalhadas pelo quarto e sorrio boba até ouvir a voz dele.

-Parabens pra você , nessa data querida...- ele entra no quarto com um bolo em mãos cantando parabéns , nada poderia melhorar , tudo estava perfeito . Ele se ajoelhou na cama e me olha .

-Parabens amor 

-Mas...mas como você descobriu ? 

-Amor tenho sua ficha completa , e outra somos amigos virtuais também - ele sorri 

-Nao precisava , eu não queria festa , por isso não contei a ninguém - resmungo

-Esse ninguém você se refere ao Jungkook ? - me olha 

- lógico que não , aish , por que seria - fico desconcertada

-Ok , agora apague as velas e faca um pedido - eu fechei meus olhos , assoprao as velas e fiz o pedido " que jamais o Jack sai do meu lado" - ele me beija me tirando da cama ,como se tivesse ouvido meu desejo ,  me arrasta para a cozinha para cortamos o bolo .

Depois do bolo , ele preparou o jantar , já que não almoçamos , por que passamos o dia nós amando , eu o ajudei , não era boa na cozinha mais  ele não reclamou . Jantamos , lavei a louça ele guardou . Depois de tudo arrumado , fomos para a sala assistir um filme . Esse dia foi mais que perfeito. Eu não tinha que reclamar do meu aniversário de dezoito anos . 

Eu passei a noite com ele , dormir ao seu lado foi a melhor coisa que eu poderia querer , dormir com seus carinhos foi o melhor presente .



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...