História Anjos, demônios e um amor proibido - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Personagens Personagens Originais
Visualizações 52
Palavras 794
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Aventura, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção Adolescente, Luta, Magia, Romance e Novela, Saga, Shoujo (Romântico), Sobrenatural
Avisos: Álcool, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Capítulo 3 - Tentação de algo novo


 

Eu e Britney entramos na sala de aula sem demora para não sofrermos aquela famosa briga dos lugares, sentamos no mesmo lugar de sempre (na terceira e na quarta carteira da fileira que ficava do lado da janela. Sempre Britney na frente e eu atrás). Enquanto esperavamos a professora chegar, eu e ela ficamos conversando sobre, adivinha? ... atrações amorosas  (pra variar)

- Então, quando você vai falar com ele? - Ela cruzou as pernas e apoiou sua cabeça no braço que estava apoiada em minha mesa. Ela me lançou um olhar malicioso, na verdade ela estava parecendo um gato curioso. Mas ignorei aquele olhar logo de cara

- Não sei do que você está falando? - evitei contato visual para ela não perceber que eu estava vermelha 

- Para de se passar de fingida - ela se ajeitou na cadeira para se aproximar de mim, e obviamente eu virei mais a cara, toda desajeitada e nervosa.

Ah! E o garoto que ela estava falando era o Maycon. Quem é Maycon? O único garoto que já senti atração na minha vida (desde a terceira série). Confesso que me apaixonei por ele do jeito mais bobo possível, mas toda vez que me lembro disso parece que ele fica mais atraente. Bom, para mim.

Foi mais ou menos assim. Eu estava no parquinho da escola, brincando (de algo que não me lembro) com Britney e com uma outra pessoa (que não me recordo de quem era). Corríamos de um lado para o outro felizes, até que uma garota que fazia bullying comigo me empurrou e eu cai na areia. Ralei feio o meu joelho, chorei na hora. Eu não sabia onde estava a professora, então fiquei lá sentada naquela areia chorando. Também não sabia onde Britney estava nessa hora, e foi aí ele chegou. Ele estendeu a mão para mim e perguntou se eu conseguia andar, e eu apenas concordei com a cabeça e diminui o choro. E ele me ajudou a levantar, a andar e me acalmou até chegarmos na professora. E confesso que o caminho todo eu só olhava pra ele, só conseguia pensar nele. E foi assim que me apaixonei por Maycon.

Mas agora, sua aparência: ele é alto, cabelos castanhos escuros, olhos incrivelmente azuis claros e sua pele branca e lisa sem nem uma marca de espinha (de dar inveja. Sim eu já tive espinha, mas graças a Deus não deixou marca). Ele é um dos jogadores do time de futebol americano da escola, mas como nunca intendi de esportes não sei dizer sua posição do time. Eu sei, eu sou um fracasso esportivo.

Ah, e tirando o fato de que eu e a maioria das meninas gostam dele, eu estou bem.

- Acho que nunca - eu falei um pouco cabisbaixa, eu não sou o tipo de menina que fica se iludindo com uma coisa que nunca vai acontecer. As incríveis "vantagens" de você ser negativa.

- Você é uma idiota, sabia? - ela bufou e ficou sentada de lado entediada.

- Nossa como você é gentil - Disse sarcasticamente.

- Eu sei - ela sorriu para mim e jogou os seus cabelos loiros para trás.

- Convencida - resmunguei, então já que demos um fim sobre esse assunto... aproveitei a oportunidade para começar um novo assunto. Confesso que meu objetivo nessa hora era descartar esse assunto, e consegui.

Logo depois que todos os alunos chegaram, não demorou para a professora também entrar na sala. Ela estava acompanhada com um garoto. Logo de cara não consegui ver seu rosto, mas quando ele virou ficando de frente para a turma, fiquei chocada com o que vi.

Ele era extremamente bonito, na verdade bonito é pouco para sua tamanha beleza (não eu realmente não estou exagerando). Ele tinha lindos cabelos ondulados negros um pouco bagunçados, olhos azuis e uma pele perfeita. Quando olhei envolta, todas as garotas estavam olhando para ele (talvez até mesmo babando por ele).

Como ele conseguia causar tanto efeito assim? Foi tudo o que se passou na minha cabeça.

- Alunos. Esse é o novo colega de classe de vocês, Heros - a professora o apresentou, ele apenas fez um jesto formal com a cabeça como apresentação, e depois olhou atentamente para cada garota da sala.

Nenhuma das garotas consegui tirar os olhos dele, até mesmo a Britney (para fazer a Britney gostar de um garoto não tem que ser pouca coisa não. Um garoto bonito? Pra ela é pouco. Ele tinha que ser extremamente bonito por fora e por dentro). 

Eu não conseguia entender o que estava acontecendo, eu e todos os garotos. 

Eu olhei ele desconfiada, então seus olhos parou em mim, e nossos olhos se encontraram. Não hesitei nem um pouco quando recebi seu olhar sobre mim.

Quem era ele? Como sua presença pode causar tanto impacto assim? Como?

Mais perguntas sem respostas.








~¤~¤~¤~¤~¤~¤~¤~¤~¤~¤~


Notas Finais


Este capítulo ficou pequeno porque vai ter parte 2

Comentem o que pode acontecer no próximo capítulo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...