História Anjos e Demônios - Capítulo 53


Escrita por: ~

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS), EXO
Personagens Baekhyun, Chanyeol, Chen, D.O, J-hope, Jimin, Jin, Jungkook, Kai, Kris Wu, Lay, Lu Han, Personagens Originais, Rap Monster, Sehun, Suga, Suho, Tao, V, Xiumin
Tags Anjos|demônios|amor|disputa
Visualizações 94
Palavras 954
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Fantasia, Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Magia, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Sobrenatural, Violência
Avisos: Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Olá amoras, eu acabei de escutar na TV que... Se a Coréia do Norte for atacada pelos Estados Unidos, eles vão bombardear Seul; que é a Capital da Coréia do Sul, porque lá, há vários americanos, quase metade da população de Seul, é americana, só que Seul é a capital da Coréia do Sul, e a Coréia do Sul é o país dos bolinhos, e pior ainda, a Bighit fica em Seul!! IMAGINA SE ACONTECE ALGO COM MEUS AMORES?! Eu juro que mato o tal do Donald Trump, e o tal do Kim Jong-un! SE ALGO ACONTECE COM MEUS BOLINHOS EU DECLARO GUERRA A CORÉIA DO NORTE!! Juro que eu mato aquele babaca, ele não tem experiência nenhuma pra ser presidente, se quer atacar os Estados Unidos, ataque direto e não ataque países vizinhos só porque tem um grande número de americanos! Seria muito mais fácil, já que se ele atacar a Coréia do Sul, a Coréia do Sul também vai querer tretar com a do Norte e aí a do Norte vai estar fodida, porque além dos Estados Unidos, vai ter a Coréia do Sul! A Coréia do Norte se acha só porque a China tá do lado dela, mas ela se esqueceu que existem A.R.M.Y.S! A.R.M.Y significa EXÉRCITO, e se algo acontecer com os bolinhos... VAI TER ARMY PRA TUDO QUE É LADO QUERENDO A CABEÇA DO KIM JONG-UN! Esse cara tá pedindo pra morrer, não respondo por mim se ele mexer com a Coréia do Sul, melhor, com o BTS!


Agora que eu já me acalmei, já desabafei, já "ameacei", já anotei o nome do Kim Jong-un no meu Death Note(como se eu tivesse um né kkk), eu lhes desejo uma boa leitura♥

Capítulo 53 - Eu estou do seu lado.


...mas e o gosto estranho? Não! Eu tomei a pílula e pronto.

Baek: S/n, não chora... Vai ficar tudo bem, eu... eu vou ficar do seu lado, sou seu amigo e fui seu anjo da guarda, então eu sei que vai dar tudo certo, só... Se acalma.-- Ele tentou me acalmar mas eu só chorava. E se eu estiver mesmo... grávida? Eu não posso, eu não... quero. Não quero e nem preciso ser mãe agora, eu nem tenho certeza se um dia vou querer ser. 

--Não dá pra me "acalmar" Bankhyun! Eu sou só uma adolescente de 17 anos que nem terminou o ensino médio ainda, eu tenho muitas coisas pra fazer antes de pensar em... em... em criar uma... criança! Tem a minha faculdade, a minha carreira profissional, minha VIDA! Essa coisa vai atrapalhar tudo.-- Eu estava trêmula e nervosa e nem percebi que usei a palavra "coisa" quando se deveria usar a palavra "criança"

Baek: Como assim, 'coisa' S/n? S/n, é um bebê, o seu bebê! Como pode falar isso? Se acalma, você não está pensando direito... Sinceramente, acho que o Jin não gostaria de te ouvir chamando o filho dele de "coisa"-- Ele disse indignado. Eu também fiquei. Como eu posso ter dito isso? O que tá acontecendo comigo? Eu chamei um bebê, o meu bebê, que ainda nem nasceu de... coisa! Eu sou tão insensível.

--Me desculpe, eu não queria, eu não queria!! Oh, meu Deus... eu... eu... eu estou gravida! Como eu vou dizer isso aos meus pais? E ainda mais agora? Com o Jin longe? Eu vou ser mãe... de um... pera... o Jin é... OH MEU DEUS!!-- Levei as mãos ao rosto.-- Será que... essa criança dentro de mim vai nascer com... asas?-- Encarei o teto. Baekhyun se manteu calado.-- E agora? O que eu faço? Ele vai ser pai e... eu vou ser mãe, mas estamos longe um do outro!-- Sequei minhas lágrimas.

Baek: Eu... ele pode estar longe, mas eu não. E  eu vou... ficar do seu lado até o final.-- Disse firme me fazendo sorrir.

--Obrigado, Baekhyun.-- Disse com voz chorosa. Eu não acho que esteja preparada para ser mãe. Eu nem sei se pretendia ser mãe, nunca tinha pensado nisso, eu sempre pus na minha frente antes de pensar em qualquer outra coisa o meu sonho de me tornar escritora, por isso, nunca pensei em construir uma família, em me casar, ter filhos. Pode parecer insensível da minha parte, mas eu... queria mais que tudo formar meu nome e minha carreira antes de tudo. Esse sempre foi meu objetivo desde os 13 anos.

Baek: Eu estou do seu lado, conte comigo.-- Ele me abraçou. Ficamos abraçados um tempo. Quando nos separamos eu já me sentia um pouco melhor.

--O que eu faço?-- Questionei perdida.

Baek: Primeiro, você precisa de um teste de gravidez, depois, se der positivo, você precisa contar para os seus pais, e depois é só esperar 9 meses e terá a pessoa que mais vai amar no mundo em seus braços.-- Disse simples. Eu sorri abobalhada.

--Vice vai ficar ao meu lado, não vai?-- Fiz uma voz fofa.

Baek: Eu vou sempre estar do seu lado. Em todos os momentos, você vai poder contar comigo!-- Disse sorrindo. Esse fato me tranquilizou.

--Eu... eu... agradeço muito.-- Disse com os olhos molhados novamente.

Baek: Agora, vamos a uma farmácia!-- Ele me puxou e começou a me arrastar pela rua. Chegamos à farmácia mais próxima é fomos procurar os testes.-- Vamos pegar cinco testes, para ter certeza.-- Ele pegou tos os os cinco e eu arregalei os olhos. Ele me conduziu ao caixa. Tinha uma fila enorme, muito grande mesmo.

--Isso tá gigante, vai levar horas!-- Reclamei.

Baek: Verdade, aigoo!-- Bufou.-- Que demora, anda logo!-- Ele parecia impaciente. Eu ri.-- Não ri de mim!-- Ele fez biquinho. 

--Tá bom... olha a fila tá andando.-- Apontei e nós sorrimos.

{...}

Quando finalmente chegou nossas vez, já estava morta de cansaço.

Vendedora: Oi, em que posso ajudar?-- Sorriu simpática. Não consegui falar nada.

Baek: Testes de gravidez, levaremos esses cinco.-- Ele falou antes de mim.

Vendedora: Oh, sim. Custa ***$.-- Respondeu ainda sorrindo. Ele sorriu e tirou o dinheiro da carteira e entregou a moça que deu a nota e o troco.-- Obrigado, volte sempre.-- Ela sorriu e saímos da farmácia.

--Eu te devolvo o dinheiro depois, ok?!-- Disse quando estávamos do lado de fora.

Baek: Não precisa, eu não disse que estou do seu lado?! Então, eu vou ficar do seu lado.-- Disse sério e eu sorri.

--Posso pedir algo?-- Perguntei. Ele assentiu.-- Não comente sobre isso para ninguém, independente do resultado... eu... antes preciso falar para os meus pais mas não sei COMO fazer isso.-- Disse frustrada.

Baek: Ei... vai dar tudo certo, seus pais vão continuar te amando se você estiver grávida ou não!-- Disse tocando minhas mãos.

--É, isso...-- Sorri.

Baek: Agora vamos para a minha casa, fazer estes testes lá... Já que não sabe como vai contar é  melhor não fazer os testes na sua casa.-- Disse apressando o passo. Concordei e fomos para a sua casa. 

Abrimos a porta, ele me entregou a sacola com os testes de diferentes marcas e eu fui para o banheiro. Eu não estava com muita vontade mas forcei meu "xixi". Estava sem paciência então botei logo dois testes de uma vez. 

{...}

--Pronto.-- Disse quando cheguei na sala.-- Fiz dois testes, agora é só esperar apitar.-- Me sentei no sofá.

Baek: e como sabe se deu positivo?-- Perguntou olhando os testes.

--Nesse aqui, diz na bula que se der dois palitinhos, é positivo.-- Mostrei um dos testes.-- E nesse, se der carinho feliz é positivo.-- Mostrei o outro e na mesma hora ele apitou. Quando eu ia olhar o outro também apitou. O olhei nervosa e ele sorriu.

Baek: O que que deu?-- Perguntou. Olhei para os dois testes, depois para ele.

--Deu...



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...