1. Spirit Fanfics >
  2. Anjos e demônios- Imagine Ciel (Ciel x Leitora x Sebastian) >
  3. Uma festa de aniversário

História Anjos e demônios- Imagine Ciel (Ciel x Leitora x Sebastian) - Capítulo 22


Escrita por:


Capítulo 22 - Uma festa de aniversário


Fanfic / Fanfiction Anjos e demônios- Imagine Ciel (Ciel x Leitora x Sebastian) - Capítulo 22 - Uma festa de aniversário

(S/n) pov 


Eu acordei uma hora mais cedo hoje. Estou muito animada. Por que? Bem, porquê o meu aniversário está próximo e já estamos preparando a decoração. 


Haru: Com licença senhorita (S/n), eu já irei começar a escrever os convites. Quem a senhora quer que eu chame? 


(S/n): Não precisa Haru, pode ir cuidando das outras coisas. Eu mesmo escrevo os convites ^-^ 


Haru: Certeza? Isso pode ser trabalhoso...


(S/n): Tudo bem, eu gosto de escrever cartas. 


Haru: Tudo bem então. Com sua licença, irei preparar as outras coisas. 


Ele disse fazendo uma referência. Eu assenti com a cabeça e ele saiu. Eu me sentei na mesinha do meu escritório, pegue uns papéis e a caneta 


Akira: Com licença (S/n)-chan!! 


(S/n): Ha, oi Akira! 


Akira: Já começou a escrever as cartas? 


Ele disse notando os papéis e a caneta sobre a mesa


(S/n): Uhum...eu irei escrever e depois você vê se está bom. 


Akira: Ok! ( ・w • )ゞ


Eu comecei a escrever a primeira carta para a Rainha. Sim, somos próximas o bastante para eu convidá-la para meu aniversário. Embora ela não tenha comparecido a todos eles, já que ela é uma pessoa ocupada. Mas ela já apareceu em 6 de 14 aniversários meus. Espero que ela também posso vir a este. 


Olá vossa alteza, 


Dia xx/xx terá uma festa em minha mansão comemorando meu aniversário. E claro que eu não poderia esquecer de convidá-la, espero que possa comparecer. 


Beijos da sua "neta" favortia♡ 


(S/n): Prontinho, a carta da rainha está pronta. Veja como ficou Akira. 


Eu disse entregando a ele a carta. Enquanto ele lia eu estava escrevendo outra carta. 


Olá meu funerário favorito 


E não, não estou aqui para encomendar um caixão... Para sua tristeza eu ainda não morri (◠‿・) Eu quero te convidar para meu aniversário dia xx/xx 


Beijos e não aceito morte de presente <3 


(S/n): Terminei a carta do Undertaker. E aí? O que achou da carta da rainha? 


Akira: Ficou perfeito, bem apropriado. 


Ele disse enquanto pegava a carta do Undertaker para ler. Enquanto isso eu escrevia umas cartas padrão para pessoas aleatórias. Em outras palavras pessoas que eu não conheço muito bem, tipo pessoas que eu já fiz negócios etc. Já que eu não tenho muitos amigos não tenho escolha a não ser convidá-los 


(S/n): E aqui estão as cartas para os meus parceiros de negócios. Não precisa ler, não é nada muito importante 


Akira: Bem, então eu acho que acabou certo? 


(S/n): Não, ainda falta o Ciel 


Akira: Há claro- QUE? 


Eu começo a escrever a carta 


Akira: P-por que temos que convidá-lo?!! 


Ele disse assustado e irritado. 


(S/n): Akira....Ele é meu noivo! Apartir de agora nós teremos que ficar bem próximos... 


Eu continuei a escreve a carta, ignorando os surtos do Akira. 


Olá Phantomhive 


Você não tem muita cara que gosta de festas, mas somos noivos então para seu azar terei que te convidar para meu aniversário. Dia xx/xx 


Beijos. Não precisa trazer presentes mas eu adoraria se trouxesse! (。・ω・。)ノ♡ 


(S/n): Prontinho, acabei. Akira me faça o favor de enviar as cartas 


Eu disse entregando a carta do Ciel ao Akira. Ele suspirou derrotado. Ele se curvou fazendo uma referência


Akira: Seu desejo é uma ordem. Irei enviar as cartas 


Ciel pov 


Eu estava no meu escritório assinando as papeladas de sempre. Então ouço uma batida na porta e dou permissão para que entre. 


Sebastian: Com licença Bocchan, chegou uma carta para você 


Ciel: Estou meio ocupado 


Eu disse enquanto assinava os papéis. 


Sebastian: Insisto que veja bocchan, é da Lady (S/n) 


Eu suspiro e largo a caneta.O que ela poderia querer? Ela nunca me enviou uma carta, exceto quando eu a enviei uma carta e ela me enviou outra para responder. Eu olhei para Sebastian


Ciel: Ok, leia para mim.


Sebastian abre o envelope e limpa a garganta para ler a carta 


Sebastian: Olá Phantomhive, Você não tem muita cara que gosta de festas...


Lá vem.... Não gosto mesmo de festas. Ela irá me convidar para alguma? Por favor não. 


Sebastian: Mas somos noivos, então para seu azar terei que te convidar para meu aniversário. Dia xx/xx


Eu suspiro fundo. Eu detesto festas, são uma perca de tempo. 


Sebastian: Beijos. Não precisa trazer presentes mas eu agradeceria se trouxesse 


E assim Sebastian termina de ler a carta, ele dá um risada no final e eu solto outro suspiro. E ainda terei que comprar algum presente. 


Sebastian: Parece que teremos uma festa para irmos bocchan 


Ciel: Pela segunda frase nem parecia que ela queria minha presença (ー_ー゛)...


Sebastian: Rsrsrs 


Ciel: Fazer o quê... Agora eu tenho que comprar um presente. Tsc 


Sebastian: Se quiser eu resolvo isso bocchan, eu posso comprar um- 


Ciel: Não! Eu....acho que tenho uma idéia do que eu possa comprar...


Sebastian: Hum... é mesmo? 


Eu tive uma idéia de última hora...acho que ela iria gostar. Não que eu me importasse é claro, é só que....veio a ideia em mente então decidi faze-la.


Ciel: Ok, agora saia! Já fez tudo que tinha que fazer. Preciso trabalhar 


Sebastian: Yes, my lord 


Ele faz uma referência e se retira. Eu continuo meu trabalho exaustivo. 


Sebastian pov 


Quem diria...O próprio bocchan irá escolher o presente. Parece que ele está começando a sentir um certo afeto pela lady (S/n)... Os dois são estranhamente adoráveis juntos. É como apreciar uma bela pintura (●♡∀♡)... Nos aniversários da Lady Elizabeth, normalmente ele pedia para eu me virar e comprar um presente. Eu parei de andar e coloquei a mão no queixo pensativo 


Sebastian: Eu também deveria comprar um presente?... 


Fico pensando por mais alguns segundos e depois balanço a cabeça levemente e negativamente


Sebastian: Não...que ideia foi essa? Por que eu deveria dar um presente? Sou só um mordomo, não tenho essa obrigação. 


Eu volto a andar. Eu verifico se a mansão está intacta. Preciso manter as coisas em ordem, caso contrário aqueles três acabariam com a mansão. Mas parece estar tudo em ordem 


Mey-rin: Woaah! 


Era bom de mais para ser verdade. Eu vi Mey-rin com uma grande pilha de pratos. Ela caiu mas eu consegui pegar todos os pratos antes que quebrassem no chão. 


Mey-rin: S-sebastian!!! M-me desculpe! 


Ela disse se levantando e se curvando rapidamente. Eu apenas suspirei 


Sebastian: Eu já disse para não correr por aí com tantos pratos na mão!


Mey-rin: N-não irá se repetir! 


Ela disse pegando os pratos novamente. Eu continuei seguindo meu caminho. Posso sentir a mesma me olhando 


Mey-rin: Sebastian, onde está indo? Por que está saindo da mansão? 


Sebastian: Nenhum lugar importante. 


Eu disse me retirando de vez da mansão, antes que ela possa me fazer mais alguma pergunta. *Suspiro* e lá vamos nós comprar um presente....


Continua....



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...