1. Spirit Fanfics >
  2. Anjos Sombrios (Jenlisa) >
  3. Capítulo 58

História Anjos Sombrios (Jenlisa) - Capítulo 58


Escrita por:


Capítulo 58 - Capítulo 58


"Pov Jennie"

Eu realmente apreciei Lisa aquela semana, por ter me respeitado, por ter me esperado, e mesmo não falando, por ter me amado. Era a ultima noite dela ali, antes de voltar para Leben, e como esperado, a menina se acomodou no sofá. Eu já estava melhor, mais, calma digamos. Então naquela noite, as duas horas da manhã de um domingo tão frio, que estranhei se era mesmo verão, desci as escadas enrolada no edredom, e a vi ali, com os olhos presos no teto. Me aproximei como uma criança que tivera um pesadelo, e com um belo sorriso no rosto, ela me deu um espaço, eu logo me aninhei ali, quase chorando por sentir seus braços em volta da minha cintura.

Nada ela falou, suas mão acariciando meus cabelos, eu ouvia e sentia seu coração, e aquilo, me acalmou, me trouxe uma paz inexplicável, e eu ouvi quando ele acelerou, quando a abracei mais forte

Lisa- Tudo bem...?

Jennie- Huhum...

Inclinei um pouco meu rosto, e a puxei para um beijo, repleto de saudades, sua língua quente em contato com a minha, minhas mãos segurando seu rosto com leveza, acariciando a sua bochecha as vezes e quando o ar faltou, Lisa finalizou tudo aquilo com três demorados selinhos.

Jennie- Agora, você me promete, ser verdadeira sempre comigo? Em absolutamente tudo, Lisa?

Lisa- Eu prometo, Jen, de verdade, eu prometo...

Jennie- Eu te amo, Lisa, afinal, o amor é a bandeira da paz, não é?

Lisa- Eu amo você...

...

Depois que Lisa se foi, os gêmeos ficaram muito estranhos, não ficavam sozinhos por muito tempo, começavam a chorar do nada, ou conversavam sozinhos, na maioria das vezes choramingando. 

Naquela noite, acordei completamente assustada, com os dois gritando iguais loucos. Corri até o quarto deles, e os encontrei abraçados na cama, gritando desesperadamente, rapidamente acendi a luz, mas a gritaria não parou

Jennie- Céus, porque estão chorando?

William- TEM UMA VELHA ATRÁS DA CORTINA, MAMÃE, ELA QUER NOS PEGAR!

Edward- TEM UMA MOÇA DO LADO DELA! 

Abri a cortina mostrando a eles que não tinha ninguém ali, mas mesmo assim, eles não paravam de chorar, então pacientemente me sentei na cama logo sendo agarradas por eles

Jennie- Tudo bem, a mamãe está aqui, não precisam ter medo algum...

William- A velha era parecida com a mamãe Lili...

Franzi a testa e os carreguei até o meu quarto, depois de dar pela segunda vez uma mamadeira quente a eles, finalmente pegaram no sono.

No outro dia, tive duas entrevistas de emprego, então como costume, deixei os gêmeos com Jisoo, já que a mesma não estava trabalhando, mas falou a mim que contaria o porque depois, quando Lisa estivesse presente. Consegui a vaga dos meninos na mesma escola que Thalia, e finalmente, tudo parecia ir bem de novo. Até que Edward adoeceu, muito, não comia, sentia febre, e vomitava constantemente, e mais uma vez me vi preocupada com ele.

"Pov Lisa"

Estava acabando graças a Deus, era só mais um mês, e assim tomaria o trono, e mataria Halley, que estranhei não ter mexido comigo em todo aquele tempo que estive ali.

Noah- Lisa, algo está me incomodando 

Lisa- O que foi, mestre? Errei o passo? Posso tentar de novo...

Noah- Não, não é com você, é com a sua família na terra, principalmente com seus filhos, um de seus filhos, Edward principalmente, eles correm grande perigo, junto a sua mulher, alguém está os assustando, vou te deixar ir, pois sinto que se não estiver lá, o pior pode acontecer.

Era uma quarta-feira, então ficaria com eles até domingo, não posso negar, que senti um frio na espinha quando ouvi aquilo. Mas não tardei em ir para casa. Quando cheguei, Jennie falava com alguém no telefone, e parecia ser sério, muito sério.

Jennie- Obrigada, ligo de novo ser for necessário.

Quando ela desligou e me viu, seu semblante se suavizou e relaxou quando a abracei.

Lisa- O que aconteceu?

Jennie- Edward está muito mal, amor... Está com febre, não come, e o que come joga para fora, já tentei de tudo, acabei de ligar para o pediatra dele, mas tudo que ele falou eu já fiz e não melhorou.

Enquanto, ela falava, subíamos para o quarto dos gêmeos, e ao ver aquela cena, uma lágrima escorreu do meu rosto. Edward pálido deitado na cama, e William ao seu lado, acariciando seu cabelo, e o animando.

Lisa- Oi meu amor...

Edward- Mamãe...- Ele sorriu

Lisa- O que está sentindo?

Edward- Minha barriga dói, mamãe...

William- Foi aquela mulher, e aquela velha! Eu vou matar elas por terem tocado no meu irmão!

Lisa- Como assim?

Jennie- Dês que você foi embora, eles falam que há uma mulher e uma velha atrás da cortina, mas eu não vejo nada.

William- Elas tocaram a barriga do Edward, mamãe, e agora ele está assim doente.

Edward- Está doendo, mamãe...

Lisa- Você confia na mamãe?

Edward- Huhum...

Lisa- Você vai ficar bem, ok? 

Puxei Jennie, até o nosso quarto, ela estava tão confusa, que mal falava ou respirava direito 

Lisa- É a Halley, Jennie, eu sabia que em alguma hora ela atacaria, Noah me avisou, mas não faço a minima ideia quem é essa tal velha. Você não tirou os amuletos deles, tirou?

Jennie- N-não...

Lisa- Tudo bem, eu preciso sair, mas não posso deixar vocês aqui, então arrume uma mala, não com muita coisa, e vamos para a casa de Jisoo, preciso da ajuda de Chaeyoung.

Jennie- Vão usar seus poderes?

Lisa- É só dessa vez, eu te prometo, sabe lá o que Halley jogou nele, pode ser apenas passageiro, ou terminal, e eu não quero descobrir isso da pior forma, eu vou salvar nosso filho, confie em mim, ok?

E assim, depois de trancarmos bem a casa, seguimos até lá. Com Edward delirando em meus braços, ardendo em febre, meu coração gritava de medo, medo de perder o meu filho, perder a minha criança especial, gritava de raiva, raiva de Halley, querendo mata-lá com as minhas próprias mãos.

Chaeyoung- Tudo bem, Lisa, calma, vamos dar um jeito.

Lisa- Não tem calma, Chaeyoung, é o meu filho, Halley pode ter jogado algo terminal nele!

Chaeyoung- Não pense no pior Lisa, não agora, preciso ir a Leben, pegar o livro da minha mãe, iremos salvar ele!

Bom, era o que eu achava...

... 


Notas Finais


...
oq acharam?
espero que tenham gostado!
Desculpem qualquer erro e até mais!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...