1. Spirit Fanfics >
  2. Anne with an "E" (Continuação) >
  3. Perdida no fim do túnel-

História Anne with an "E" (Continuação) - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Perdida no fim do túnel-


Fanfic / Fanfiction Anne with an "E" (Continuação) - Capítulo 7 - Perdida no fim do túnel-

ANNE

CAPÍTULO  7- Perdida no fim do túnel 

                                                                   

 Estavamos no corréio aguardando ansiosamente o resultado dos exames que Gilbert fizerá dois dias atrás.Estavamos completamente nervosos Eu,Bash e Gilbert que com razãos plausíveis era o mais perdido e nervoso entre nós...logo que chegou nossa vez o senhor reconhecerá nossa feição e pegou a carta sorrindo simpático então Gilbert suspirou...e hesitou em abri-lá parecia estar em um conflinto interno sobre oque faria dali em diante enquanto pensava eu peguei sua mão:

-Não prescisa abrir agora Gilbert...pode abrir quando quiser e eu posso te deixar em paz se assim desejar...

-Não,não...eu gostaria de tê-la comigo,porém estou apreensivo Anne,isso pode mudar minha vida!

-Eu sei...então não tenha pressa tá bem?

-Sim...

Paramos em um canto e Gilbert olhou para nós dois e para carta e assim rasgou-lhe o envelópe e suspirou uma última vez antes de parecer tampar sua respiração abriu e...

-Eu vou pra Soubornne!

Falou beijando a carta no mesmo ato que fizerá quando descobrirá que iria a Toronto eu então o abraçei feliz por meu namorado fortemente e ele me girou 

-Meu namorado vai pra Paris!

-Obrigado Anne...

-Por?

-você me encorajou sem você eu não teria entrado...

-Adoraria adimitir que uma parcela disso foi sim graças a mim,mas Gilbert seu esforça está remetido nessa carta e eu não fiz absolutamente nada...

Ele me olhou encantado e me girou mas uma vez enquanto nos dois gargalhavamos Gilbert recebeu parabéns de Bash e assim partiram a Green Gables com o objetivo de contar isso a Marilla e Matthew

A volta foi tranquila e calma mas Gilbert não parava de sorrir como podia?ganhará o maior sonho de todos mas...por outro lado eu o perderia antes era Toronto que já era longe agora Paris mas longe ainda de medicina...seriam seis anos nestes seis anos cada um com doze meses...cada mês com trinta um dias...fazendo as contas só nos veriamos poucas vezes ao ano...por ano...pensei sentindo já falta dele mas afastei pensamentos como este balançando a cabeça quando virá Green Gables eu olhei pra Gilbert que segurava sua carta feliz e eu abraçei seu braço também contente por ele...assim que chegamos contamos a novidade e ambos meus pais deram parabéns a Gilbert então o mesmo foi para sua fazenda e eu decidi pensar e   botar meus pensamentos em ordem agora...

o tempo de Gilbert estava se esgotando as férias também e era lindo tudo que passaram no verão mas...como?como ela se acostumaria seis anos assim ela não conseguia suportar a ideia...queria se repreender e dizer como estava sendo egoísta por desejar por milésimos que Gilbert não tivesse passado,visto isso decidio esfriar a cabeça tomou um banho gelado e calmo e se arrumou para passear...e desta vez ir atrás de Jerry sem que Marilla o privaçe então logo correu escada a baixo indo pro celeiro e lá encontrou seu amigo escovando sua égua calamente e sereno era impossível saber oque se passará neste momento na cabeça dele podia estar triste?ela chegou perto e o cutucou:

-Jerry?

-Anne!

-Como foi co-

-Absolutamente incrível!ela disse que também gostava de mim agora estamos tentando nos encontrar é tão shaksperiano que nem Romeu e Julitta!

-Como assim?

-Digamos que a mãe dela não saiba-ele olhou travesso para mim e eu sorri

-Isso já era de se esperar...agora tenho uma novidade para contar-te!

-Você e Gilbert irão se casar?

-Não...engraçadinho mas Gilbert ira para Paris!

-Isso é ótimo ele amará Paris é tão lindo e...

Jerry ficou uns quarenta minutos falando sobre seu lugar natal e antes que começara outra cantoria françesa inconviniente voltei para casa e decidi ajudar Matt com as plantações  assim tomando outro banho e me pondo para doŕmir logo em seguida

4 dias depois...(3 dias pra Gilbert ir embora)


Eu estava agora na frente da casa de Diana que queria que eu a ajudasse a pensar em como contar pra sua mãe sobre ela e Jerry fiquei propriamente feliz por meus amigos terem assuimido os sentimentosum pelo outro e então enquanto ela treinava com digo mesma oque dizer aos seus pais sobre Jerry...e então sem intenção entramos no assunto sobre Soubornne...oque eu tanto evitará!

NARADORRA

Diana falava calmamente sobre como seria bom para Gilbert que fosse a Soubornne  mas então uma dor imensa invadiu Anne quando a morena lembrará de que seriam seis anos então a ruiva desta vez não conseguiou segurar as lágrimas:

-Anne!?-a amiga da menina olhará assustada pra mesma que chorava aos prantos por um motivo ainda desconhecido e mesmo sem saber o tal motivo Diana apenas a abraçou fortemente.

-Oque foi Anne?

-Gilbert vai para Paris...,Anne susurrou fazendo com que Diana não entendesse direito 

-como assim Anne?...seja mais específica.

-Gilbert vai para Paris...por seis anos!e eu me sinto tão egoísta!

-Egoísta?porque?

-Porque eu desejo a cada momento não ter pedido que Gilbert fizesse a prova ou que ele não tivesse passado!por deus!eu sou a pior namorada que alguém poderia ter...

-Anne!não diga tamanha asneira!Gilbert te ama...e não poderia desejar alguém melhor...quanto a parte do egoísmo...você não está sendo egoísta está sendo humana!isso é completamente normal...meu conselho?e que vá contar a Gilbert tudo que sente e porquê...prescisa contar a ele...e enfrentar esses demônios juntos...

Diana abraçou Anne e a menina parou de chorar e olhou-a em seus olhos e Diana pode ver o quanto Anne estava abatida viu a confusão e a tristesa nos olhos azuis dela...não era por tão pouco,afinal...ele era o amor da vida dela!até agora eles não haviam brigado e Anne queria que tudo fosse flores mas relacionamentos também tem partes ruins:

-Você é a melhor...

-alguém me ensinou...

-Mas...estoú com medo Diana não só de perde-lo mas sim de contar...é impossível discordar que estou sendo egoísta!

-É você está!-Diana disse propositalmente e  impaciente tentando persuardiar a amiga e tiŕa-la do sentimento de culpa

-Oi?não era para me dizer que eu sou apenas uma namorada que ama o namorado?!-Anne perguntou incrédula no que seus ouvidos escutaram

-Ou isso é oque você quer ouvir?não pode saber de mim...só de uma pessoa Anne e eu sugiro que seja rápida lhes falta pouco tempo...

Anne entendeu o recado...deveria passar todo tempo que puderá a Gilbert todavia não planejava contar ao memso sobre seus pensamentos de insegurança...não queria preucupa-lhes de certo modo ela se sentirá perdida no fim de um túnel como se o caminho fosse fácil mas o medo maior....




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...