1. Spirit Fanfics >
  2. Annoying flirtation. >
  3. Capítulo 10.

História Annoying flirtation. - Capítulo 10


Escrita por:


Notas do Autor


último capítulo, nenês! :(
devia ter postado ontem? devia.
postei? nãoKKKKKK

acabei me esquecendo de novo, mas peço desculpas !!!!

vejo vocês nas notas finais, boa leitura☆

Capítulo 10 - Capítulo 10.


Fanfic / Fanfiction Annoying flirtation. - Capítulo 10 - Capítulo 10.

        Seul university - 09:30am



Wonwoo caminhava lentamente pela calçada do campus, enquanto checava as mensagens de Mingyu o dizendo que não iria poder vê-lo na biblioteca aquela tarde.

Já estavam saindo há mais de um mês, e o Jeon confessava que não havia se arrependido nenhum pouco de ter dado uma chance para o Kim.

Era óbvio que tinham seus desentendimentos, afinal, ainda eram muito diferentes um do outro em questões de personalidade e gostos. Mas nada que não resolvessem com um pedido de desculpas e alguns amassos para complementar.


gyu-ah♡:
oi hyung <3
infelizmente não
vou poder ir te ver
hoje :(

me:

tudo bem, nenê

mas posso saber

o motivo??



Sim, Wonwoo usava apelidinhos carinhosos com o mais novo. E sim, Jeonghan e Seungcheol o zoaram por dias quando descobriram.



gyu-ah♡:
surgiu um trabalho
de última hora.
tivemos que formar duplas
com os alunos da outra turma.
vou precisar ir na casa do meu
parceiro hoje a tarde...

me:

hm, e quem é 

o seu parceiro?


gyu-ah♡:
Cha Eunwoo...

me:

o seu ex?


gyu-ah♡:
é 👉👈

me:

e pq vc que

tem que ir na 

casa dele?

pq ele não vai na sua?


gyu-ah♡:
porque meus
pais estão em
casa hoje.

me:

e daí?

vc por acaso precisa

ficar sozinho com ele?


gyu-ah♡:
não é isso.
é que meus pais
não vão muito com
a cara dele desde
que terminamos

me:

é por isso que

eu gosto dos seus pais.

eles são sensatos!


gyu-ah♡:
amorzinho
🥺
não fica assim, vai...

me:

ok, mas se ele

fizer alguma 

gracinha me diz.

não gosto dele


gyu-ah♡:
mas vc nem
conhece ele hyung
kkkkkk

me:

ta defendendo

ele?


gyu-ah♡:
não senhor!
te amo, mais tarde
te mando msg
beijos~

me:

hm, até.




Wonwoo saiu do chat sem esperar resposta do maior. Não costumava ser o tipo super ciumento e possessivo, mas a ideia do seu quase-namorado – já que nenhum dos dois tinha feito o pedido ainda – passar a tarde junto do ex extremamente lindo dele ao invés de ir lhe ver não o deixava nada feliz.

Confiava em Mingyu sim, até demais. Mas o maior havia lhe contando sobre o comportamento de Eunwoo quando eram namorados, e o Jeon percebeu que o Cha parecia do tipo que gostava de ter os outros aos seus pés.

Mingyu dizia que o garoto havia mudado, e que até já tinha ido se desculpar consigo por tudo, mas Wonwoo continuava não gostando do outro mesmo assim.

Continuou andando até chegar no refeitório, a procura do casal 20 vulgo Jeonghan e Seungcheol. Talvez dissesse para o loiro ir lhe ver a tarde no trabalho, afinal era segunda e o lugar sempre ficava vazio nesse dia.

— Oi hyungs. — Comprimentou os dois mais velhos que estavam na mesa habitual onde ficavam.

— Oi Woonie, como você está? — Jeonghan o perguntou, fazendo um carinho rápido nos fios negros do mais novo.

— Mais ou menos. — O Jeon respondeu com o cenho levemente franzido.

Era uma mania de quando ficava incomodado.

— Aconteceu alguma coisa? — Seungcheol fora quem perguntou.

— Não exatamente. É que o Gyu ia me ver hoje a tarde, mas surgiu um trabalho em dupla na escola e o parceiro dele é Cha Eunwoo. — Explicou para os mais velhos.

— O ex dele? — O Yoon perguntou ansioso.


— Exatamente. — Wonwoo confirmou sem animo.

— E tudo isso é ciúmes? Não confia no seu namorado, por acaso? — O Choi indagou rindo do mais novo.

— Confiar nele eu confio. Em quem eu não confio é no ex namorado super lindo dele, que tem o sorriso mais branco do que uma maldita folha de papel. — O Jeon respondeu e revirou os olhos.

— Tenha auto-estima, homem! Ele é lindo? Sim. Mas você também é, ou esqueceu de se olhar no espelho esses dias? — Jeonghan tentou o animar.

E não estava mentindo. Wonwoo era tão lindo quanto Mingyu, ou Jeonghan ou até mesmo Eunwoo. Não tinha motivos para se sentir inferior ao outro.

— Ok, ok. Eu que estou sendo ciumento demais mesmo. É só uma tarde, não sei porque fiquei tão incomodado assim. — O Jeon confessou dando de ombros.

— Início de relacionamento é assim mesmo, relaxa. — Seungcheol o confortou.

Wonwoo acenou com a cabeça concordando.

Estava neurótico demais por pouca coisa, precisava relaxar e se preparar para as próximas aulas. No dia seguinte poderia ver Mingyu pessoalmente e pronto. 




[•••]




Mingyu corria de um lado para o outro tentando organizar as coisas.

Não gostava de mentir para Wonwoo mas não tinha opção daquela vez. Era necessário para que seu plano desse certo.

Felizmente por ser um ótimo aluno, a diretora o liberou das aulas naquele dia, contanto que pegasse os conteúdos perdidos depois.

Arrumou as tulipas roxas em cima do balcão, e checou se cada livro estava no lugar certo, mais uma vez.

Já estava pensando em pedir Wonwoo em namoro há tempos, mas preferiu esperar um pouco, para que ficassem mais íntimos e tivessem certeza do que queriam.

Bem, Mingyu sabia o que queria desde a primeira vez que viu o Jeon. Mas precisava que o outro retribuisse seus sentimentos igualmente, para poder dar o próximo passo.

Já haviam dormido juntos, várias vezes até. E o Kim descobriu que o mais velho era bastante mandão e provocador durante o ato, mas ficava extremamente manhoso quando terminavam e adorava ficar coladinho consigo, o impedindo de fazer qualquer coisa que não fosse o abraçar e fazer carinho em seus cabelos.

A ideia de fazer um evento especial para pedir o outro em namoro havia sido sua, uma vez que os amigos o disseram para apenas pedir normalmente, já que ele mimava Wonwoo todos os dias de uma maneira ou outra.

Mas Mingyu não queria algo totalmente simples, porquê o Jeon era uma das pesssoas mais especiais em sua vida, então nada mais justo do que fazer algo que ficasse marcado na memória de ambos para sempre.

Quando viu que tudo estava em seu devido lugar, pegou sua bicicleta e saiu do local, indo para sua casa comer, tomar banho e se arrumar para voltar antes que o turno de Wonwoo começasse.

Precisava ser rápido, pois o Jeon chegava às 13:00h, já que seu turno começava quinze minutos depois.

Apesar do cansaço não conseguia tirar o sorriso do rosto, iria valer a pena quando visse a reação do outro. E principalmente, porque a partir daquele dia Wonwoo seria oficialmente seu namorado. 




[•••]




Wonwoo destrancou as portas da biblioteca, logo entrando e fazendo o costumeiro sininho anunciar sua chegada.

Franziu o cenho assim que notou a diferença no local. Tinham tulipas roxas enfeitando todo o hall da entrada, inclusive vários buquês dispostos por cima do balcão, deixando-o como um grande altar florido.

Notou também balões lilás amarrados ao redor das poltronas e mesas que haviam para os leitores. Se aproximou e viu que tinham post-its brancos com mensagens carinhosas escritas neles.

Reconheceu a caligrafia de Mingyu em todos, e não pôde evitar o sorriso a cada vez que lia algum. Sua atenção fora chamada para o único post-it roxo que havia entre os demais, logo indo até ele e tratando de ler o que havia escrito.

" até o corredor C e pegue o terceiro livro à esquerda na primeira prateleira.
Te amo!
K.M"

Wonwoo sorriu e se pôs a caminhar até o local indicado, logo achando o livro que procurava. Em cima da capa havia outro post-it, mas dessa vez na cor lilás.

"Livros e flores

Teus olhos são meus livros.
Que livro há aí melhor,
Em que melhor se leia
A página do amor?


Flores me são teus lábios.
Onde há mais bela flor,
Em que melhor se beba
O bálsamo do amor?

– K.M"


E no verso haviam instruções para Wonwoo ir a procura de outro livro, em outro corredor.

Guardou cuidadosamente o post-it sem seu bolso da jaqueta que usava e logo se pôs a procurar pelo próximo livro, não demorando a achar.

Outro post-it lilás estava na capa do livro.

"É como se você tivesse chegado e despertado minha alma...

– K.M"


O Jeon sorriu ao ler e logo se pôs a seguir a próximas instruções que haviam no verso do papel.

Achou outro post-it lilás, dessa vez em um corredor mais ao fundo da biblioteca, perto da seção didática.

"Nas horas de luto e sofrimento eu vou abraçar e embalar você, e farei da sua tristeza a minha tristeza. Quando você chorar, eu vou chorar, e quando você sofrer, eu vou sofrer. E juntos tentaremos estancar a maré de lágrimas e desespero e juntos vamos superar os obstáculos das esburacadas ruas da vida.

– K.M"


Wonwoo sentiu os olhos marejarem levemente ao terminar de ler. Não estava acreditando que Mingyu o havia feito chorar citando Nicholas Sparks, um dos autores dos maiores clichês do mundo. Iria lembrar de matar o mais novo após enchê-lo de beijos e abraços por toda aquela surpresa.

Por fim, leu as orientações que haviam no verso do post-it, seguindo para o próximo do corredor.

Parou subitamente quando viu ser o corredor onde havia tido contato com o Kim pela primeira vez. O local onde ele havia o dado aquela cantada terrível.

Sorriu de felicidade e emoção quando viu Mingyu no fim do corredor, segurando um post-it roxo grudado em uma caixinha preta.

Se aproximou com certa pressa, parando em frente ao maior e tentando decifrar o olhar que lhe era direcionado no momento.

Era possível ver a paixão emitida nos olhos do Kim, e o jeito que ele o encarava de forma tão doce, como se estivesse vendo a coisa mais preciosa do mundo em sua frente fazia Wonwoo se apaixonar mais e mais por ele.

Desgrudou o post-it da caixinha e leu em voz alta:

"Eu tava precisando de um namorado, e acho que você é a pessoa perfeita pra isso.

;)

– K.M"


O Jeon começou a rir e chorar ao mesmo tempo. Era incrível como o mais novo havia pensado em tudo detalhadamente, e tinha que confessar que ter usado aquela cantada havia sido o ponto chave de tudo.

Parou de rir quando o Kim se aproximou mais de si, abrindo a caixinha e revelando dois braceletes brilhantes, com pedrinhas em tons lilás e branco que completavam uma a outra.

Eram os mesmos braceletes de compromisso que Wonwoo havia visto na internet há três semanas atrás. E se lembrava claramente de ter comentando com Mingyu que quando namorassem, ele preferiria usar braceletes a alianças, pois achava mais bonito.

O Kim segurou seu pulso delicadamente, colocando o bracelete em si. O universitário repetiu o mesmo processo no outro logo em seguida, parando para olhar os dois braceletes combinando em ambos os pulsos.

— Mas e então, você ainda não me respondeu, hyung. — Mingyu o questionou sorrindo divertido.

— Essa continua sendo a pior cantada que eu já ouvi, mas a sua sorte é que eu sou apaixonado por você.* — Wonwoo o respondeu, sorrindo de volta para, o agora, namorado.

— Eu te amo. — O Kim confessou e o beijou logo após.

— Eu te amo também. — O Jeon devolveu assim que findaram o beijo.


No fim, não importava quantas cantadas ruins Mingyu fizesse, porquê Wonwoo o amava. Amava de verdade, sem medo ou desconfianças.

E Mingyu? Bem, Mingyu o amava imensamente de volta. E não importava se o outro lhe chamasse de meloso, bobão, grudento e muitas outras coisas mais, porquê ele nunca iria deixar de demonstrar o que sentia pelo outro.

Não quando ele finalmente se sentia completo com alguém que não o enxergava só como um rostinho bonito.

Estavam felizes. Eram felizes. E se dependesse de ambos, continuariam assim para toda a eternidade.

E sim, toda essa sentença foi recheada de clichês. Mas acho que vocês já perceberam que a história deles é o maior clichê de todos.

E bom, isso não a torna menos bela ou importante. Não quando o que prevaleceu foi o amor.





— The end!


Notas Finais


chegamos ao fim, pessoal~
queria agradecer de coração a todos que acompanharam a fanfic e deixaram um favorito e um comentário, isso faz muita diferença para a pessoa que está escrevendo ❤

*: faz referência a uma das conversas entre eles, quando o mingyu diz "sorte sua que eu sou apaixonado por você" e o wonwoo fica sem resposta porque ele ainda não tinha certeza dos próprios sentimentos.

enfim, o bônus sai amanhã, então não esqueçam completamente dessa fic, viu!
amo vcs, beijos e fiquem bem♡


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...