História Annoying love! (BTS) - Capítulo 18


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags J-hope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Romance, Suga
Visualizações 32
Palavras 1.401
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


desculpaaaa! eu ia postar mais cedo! só que eu acabei ficando presa pra fora de casa hj! (E ESTOU INDIGNADA COM ISSO!) acabei tendo que pular a janela (ATÉ AGORA NÃO ACREDITO QUE TIVE QUE PASSAR POR ESSA GAFE DE FICAR PRESA NA JANELA DA SALA!) e só consegui terminar de escrever agora (EU FIQUEI 1 HORA PRA FORA! E 15 MINUTOS PRESA NA JANELA!!!!!!!) mesmo assim... tai! espero que gostem
B
O
A

L
E
I
T
U
R
A
!!

Capítulo 18 - Cap 18- renascer


Fanfic / Fanfiction Annoying love! (BTS) - Capítulo 18 - Cap 18- renascer

jin- me desculpa! me desculpa mesmo! eu te amo meu amor e vou cuidar de você!- 

 

                           POV’S S/N

 

aquelas palavras ficaram repetindo na minha mente, sem parar por um só segundo, eu via meu corpo jogado na rua escura e suja, sangrando, largada que nem lixo, eu tentava me salvar, mas via a mim mesma morrer aos poucos. 

 

-POR FAVOR! nao morra!- eu não conseguia me tocar

     e então com num pulo no tempo me vejo deitada numa maca cheia de gente a minha volta, jin gritava e chorava do lado da maca, meu corpo semi-nu pálido e sem vida ali em cima, meus lábios já roxos pela falta de oxigênio...

 

-por favor, eu não quero morrer! POR FAVOR! EU NÃO QUERO!- eles começam a reanimação

   a cada choque jin chora mais e meu peito arde

 

-POR FAVOR PAREM! ISSO MACHUCA! pare... por favor...- me sento ao lado do meu corpo agora sem pulsação- t-tudo b-bem... e-eu es-tou pronta- minha garganta fechava e eu quase não conseguia falar- m-mãe... m-mamãe estou p-pronta pra te reencontrar!-

 

 

 

 

 

dr.- hora da morte vinte e três hor...- antes de ele terminar minha pulsação volta e dou um suspiro fundo 

 

-obrigada...- eu fecho meus olhos e sinto uma única lágrima quente escorrer pelo meu rosto, desmaio 

 

 

                  ~quebra de tempo~

 

 

    acordo no hospital, jin está ao meu lado segurando minha mão, maria está sentada na poltrona comendo, hope rouba alguns pedaços de vez em quando, julia e nam cochichavam num canto e davam algumas risadas as vezes. a porta se abre e jimin e kook entram, todos pareciam que não dormiam a dias...

 

-o-o que aconteceu?- falo fraca me mexendo 

 

jin- AÍ MEU DEUS S/N!- todos se exaltam muito felizes se abraçando 

 

-o-o que? por que essa felicidade toda? sou só eu...- 

 

mah- eu achei que você nunca mais ia acordar!- ela se joga em cima de mim com brutalidade, chorando como nunca tinha visto 

 

-como assim? por quanto tempo eu dormi?- nesse momento duas enfermeiras e o médico entram no quarto 

 

dr.- é um milagre...- ele estava pálido e perplexo- mocinha, você dormiu por um mês e quatro dias, era pra você nunca mais acordar...- jin chorava enquanto me enchia de beijos por todo o rosto

   julia pulava de alegria enquanto abraçava nam, jimin chorava rindo de alegria, sentado na poltrona que antes se encontrava sentada uma maria esfomeada, kook ria de seu choro mas ainda sim estava feliz, hope que eu só havia visto algumas vezes estava radiante...

 

                  ~quebra de tempo~

                  4 HORAS DEPOIS 

 

-eu dormi por um mês?- 

 

jin- É! me deu um puta susto! seu pai parecia que ia ter um treco, sem falar na emily... meu pai, aquela garota parecia que ia matar todos os médicos que não sabiam quando você ia acordar...- ele da um risada lembrando de tudo 

 

mah- EU TO GRÁVIDA DESGRAÇADA! quer me matar? quase morri quando te vi saindo daquele beco...- tenho um flashback do que aconteceu e sinto um arrepio incômodo 

 

-eu...fui... fui mesmo..?- não tinha como terminar a frase, eu vomitaria se terminasse 

 

nam- infelizmente sim s/n... sinto muito..- 

 

-tudo bem... eu... preciso ir no banheiro... eu vou vomitar...um balde... não dá tempo...- uma enfermeira coloca uma bacia de alumínio do meu lado e eh vomito até a minha alma- d-desculpa!- 

 

jin- tudo bem amor... vai passar!- ele passa a mão nas minhas costas descobertas pela roupa hospitalar 

 

jimin- quase morri sem você s/n! que saudade que eu sentiiiiiii!!!- ele pula do outro lado da maca, agora tenho a maria sentada se um lado e jimin deitado do outro 

 

-acharam quem foi?- pergunto seria 

 

hope- acharam uma camisinha usada no lugar... o DNA de dentro de voce combina com o da camisinha... só que... o DNA dele não existe no banco de dados, parece que ele nunca existiu, não tem digitais, DNA capilar... nada! eh um típico assassino de aluguel...- tenho um relance do que o homem disse 

 

“desde que ayane me contratou...”

 

-ayane?- sussurro e todos me olham 

 

jin- que? minha mãe?- maria se sentou na cama em pose “de índio” curiosa 

 

-o-o homem q-que fez aquilo... disse que uma tal de ‘ayane’ o contratou!- meus olhos começam a lacrimejar 

 

mah- não! a mamãe pode ser difícil de conviver... mas ela não seria capaz de fazer uma coisa dessas!- seu olhar era de descrença mas no fundo ela sabia muito bem que sua mãe era capaz de tudo 

     o silêncio ficou tenso, jin digeria o que eu acabei d dizer, só pensando “será que ela faria isso?” ou “meu deus, minha mãe chegaria a esse ponto?” 

      ninguém falava nada, todos pensavam em se aquilo era realmente verdade.

      depois de menos de um minuto de silêncio a porta se escancara com um barulho enorme... me sento rápido e assustada, foi aí que a vi, vi uma emily toda atrapalhada, com a camisa do avesso e o cabelo despenteado 

 

emi- AAAAAAAA!!! MEU BEBÊ! COMO VOCÊ TÁ? ACHEI QUE TINHA TE PERDIDO PRA SEMPRE!!!!!!!!- ela me abraçava chorando como nunca, seu namorado entra logo depois no quarto, quase pior que ela 

 

-oi mana! que saudade! você tem dormido? não sei quem tá pior, você ou o jin!- todos riem e emi me solta rindo entre lágrimas 

 

emi- por que eu e o jin não dormimos!- ela coloca a mão no ombro do mesmo que da uma risada tímida 

 

-como assim? kim seokjin não me diga que...- ele me interrompe 

 

jin- faz um mês que eu só saio do hospital em caso de emergência...- ele coça a nuca envergonhado 

 

emi- o jin não saiu um só dia do seu lado... começou a morar aqui... eu e o luhan também, depois de uma semana vendo que ele não ia embora nem arrastado viemos pra cá fazer compania!- 

 

-mas.. JIN! e a escola?- eu estava muito irritada, não acredito que esse idiota largou os estudos por causa de mim

 

ju- eu trago as lições pra ele... bom, quando eu faço é claro kkkkk- todos riem 

 

jimin- NA VERDADE... quem traz as lições pra ele sou eu! conversei com o pessoal da escola e permitiram que o jin estudasse indiretamente, ele faz as provas aqui e estuda sozinho...- só consigo pensar em tudo que ele fez comigo 

 

-amor... não precisava ter feito tudo isso...- 

 

jin- eu não conseguiria me concentrar sabendo que você tá sozinha em coma...- ele me dá um beijo e ficamos conversando e matando a saudade, muita coisa aconteceu  enquanto eu dormia... 

 

maria teve uma crise e quase perdeu o bebê, ela ainda não sabe o sexo mas vai ver ainda essa semana, ela é o hope já estão planejando o casamento. Julia e nam continuam na mesma, transando adoidados, esses dois não mudam. jimin e kook estão pensando em adotar uma criança assim que começarem a facul. suga e tae se tornaram melhores amigos e não se desgrudam por nada, yoongi até ofereceu o ape da família para que tae se mudasse e tivesse mais privacidade, mas tae negou tudo, ju disse que no brasil é meio que falta de educação viver de favor... bom aqui na coreia também kkkkkk. luhan pediu a emi em casamento, mas ela negou, disse que ainda é muito cedo. meu pai agora namora uma mulher, dona de uma lanchonete, ou melhor, de uma linha de feast food, ele não pôde me ver por que está no japão a negócios com ela, mas me mandou um vídeo bem feliz e chorando. 

        fico olhando todos eles conversando...

    maria agora com a barriga de 3 meses exposta mostrando pra emi, que parece ter virado amiga deles no período do coma. hope que também está bem próximo do pessoal está conversando com jin e kook que apenas riem como dois retardados. julia e jimin estão no canto contando segredos um pro outro. luhan e nam falam qualquer merda que não entendo por estarem muito longes... só consigo pensar no quanto amo esses retardados... e o quanto senti saudade deles mesmo nem percebendo o tempo passar... 

     

 

     do fundo do meu coração eu não queria ter causado tantos problemas pra eles, eu nem esperava fazer amigos quando vim pra essa cidade, e agora vendo que não tenho só amigos, mas sim companheiros pra vida toda penso o quanto sou grata por eles...

 

 

     julia atende o telefone, ela diz que tae e suga estão vindo e que estão trazendo uma surpresa... 

 

 

 

 

 

obrigada por tudo gente... eu amo vocês!

 


Notas Finais


cá está meus girassóis! (curti... vou começar a usar ‘girassóis’ pra falar com vcs kkkkk) espero que tenham gostado! desculpem qualquer erro! eu tava bem irritada com o fato da janela (AINDA TO!) beijinhos! love uuuu♥️♥️♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...