História Annoying love! (BTS) - Capítulo 21


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook), Jung Hoseok (J-Hope), Kim Namjoon (RM), Kim Seokjin (Jin), Kim Taehyung (V), Min Yoongi (Suga), Park Jimin (Jimin), Personagens Originais
Tags J-hope, Jikook, Jimin, Jin, Jungkook, Romance, Suga
Visualizações 26
Palavras 933
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ficção Adolescente, LGBT, Literatura Feminina, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Transsexualidade, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Eu disse 2 capítulos? Quis dizer 1! Kkkkkkkkkk não me matem!!!!!! Ainda não tá pronto o próximo, e eu quero fazer bem feito ... não sei se vou conseguir postar amanhã, vou ver se consigo! Boa leitura!!

Capítulo 21 - Cap 21- interrogatório


Fanfic / Fanfiction Annoying love! (BTS) - Capítulo 21 - Cap 21- interrogatório

 

 

Hoje tomei a pior decisão da minha vida... a decisão que mudaria além da minha vida, o meu futuro com jin... hoje decidi esconder da polícia que aquela mulher, não! Aquele monstro, quis me matar! 

 

                  POV’S JIN

 

depois da conversa que tive com s/n ela não quis me ver, me senti muito mal pelo pedido que fiz. Mas eu não podia simplesmente deixar minha mãe ir presa sem fazer nada! Sei que ela é dura as vezes, que não parece se importar com a família... mas mesmo assim continua sendo minha mãe! Espero que s/n tenha feito o que eu pedi...

 

 

                POV’S S/N

 

eu estava sentada na maca comendo quando dois policiais entraram, emi e a enfermeira que estavam no quarto se retiraram..

 

Policial 1- olá senhorita s/n! Como está se sentindo? Meu nome é roger, vou fazer algumas perguntas ok?- 

 

-estou melhor... ok.- 

 

Policial 2- vou intervir quando necessário! Caso queira obstruir algo!- o segundo policial era mais agressivo e sinceramente me dava medo 

 

Roger- entao... o que ia fazer na noite que o incidente aconteceu?- 

 

-eu tava indo numa festa... de um amigo, festa de fim das aulas!- 

 

Roger- hmm... você lembra a hora exata que chegou na festa?- 

 

-eu não cheguei na festa senhor, fui...fui... ele me pegou antes disso...- sinto meu estômago embrulhar 

 

Roger- ok ok... e se lembra do horário disso?- 

    Paro para pensar e uma luz ilumina minha mente num flashback, antes de sair do carro eu me olhei no espelho e conferi o horário...

 

-21:35!- exclamei me exaltando e assustando os policiais- antes de sair do carro eu conferi o horário pra ver se não tinha me atrasado, 21:35!- 

 

Roger- ótimo! Muito bom mesmo s/n!- ele sorri e fico feliz por estar ajudando- agora vamos falar do homem... você se lembra de detalhes dele?-

 

-não... ele quase não me deixou ver o rosto, e quando eu via era de relance...- 

 

Roger- ok ok! Sem problemas... ele disse algo que chamasse atenção?-

 

-ele... ele...- começo a pensar se deveria falar da mãe de jin...- ele disse que tinha me observado por algumas semanas, eu acho! Disse que eu parecia ser uma boa pessoa... disse que não podia me soltar pq ele já tinha sido pago pelo serviço...- os dois policiais se olham e o segundo policial assume 

 

Policial 2- ele falou algum nome?- 

 

-não.- falei seca, não gostava daquele policial 

 

Policial 2- mentira!- 

 

-como é?- 

 

Policial 2- mentirosa!!- 

 

-não estou mentindo!- 

 

Policial 2- está sim!- 

 

Roger- Carson, calma!- o policial que eu gostei intervém 

 

Carson- ELA ESTÁ MENTINDO!- 

 

-POR QUE VOCÊ NÃO VAI SE FUDER EM SEU BABACA?- eu berro isso e ele se assusta, jin entra no quarto muito sério e encara o policial, que sinceramente parece ter a mesma idade que jin 

 

Jin- o que tá acontecendo aqui?- 

 

Carson- garoto, volta lá pra sala de espera vai! Tenho perguntas pra te fazer!- jin me olha e eu suplico com o olhar pra que ele fique 

 

Jin- nao, vou ficar aqui!- 

 

Carson- que? Você não entendeu garoto, foi uma ordem!- os dois se encaram por um tempo e resolvi intervir antes que jin fosse preso 

 

-amor, amor. Olha pra mim! Tá tudo bem... pode ir... vou ficar bem!- me levanto ainda meio fraca e fico na frente dele, puxando seu rosto para que me encarasse, depois de muito tempo ele desvia o olhar pra mim- confia em mim! Por favor!- 

 

Jin- ok! Te amo!- ele me dá um selar na boca e um beijo na testa e só então sai

    Volto a me deitar e o policial volta sua atenção pra mim, depois de muito tempo fitando a porta... 

 

Carson- vou pedir só uma vez pra que você me fale a verdade!- penso em falar a verdade, mas então penso em jin, em como ele acabou de me proteger mesmo correndo o perigo de ser preso 

 

-já falei tudo que sabia!- 

 

Carson- ok!- ele sai do quarto me deixando sozinha com o outro policial 

 

Roger- ele não é assim...- me viro para ele- a irmã dele... foi vítima do mesmo cara... o DNA confirma! Ela infelizmente não teve a mesma sorte que você, ela faleceu!- meu cérebro entra num turbilhão de pensamentos como nunca antes... o policial sai e fico fitando o teto, pensando se fiz a escolha certa 

 

-eu fiz a minha escolha! Se foi certa ou não... agora não importa!- 

 

(Pena que foi a escolha errada minha cara s/n...)

 

Depois de muito tempo eu pego no sono 

 

    

           ~quebra de tempo~

        UMA SEMANA DEPOIS

 

 

já faz uma semana que estou internada nesse lugar, jin e o pessoal voltaram pra escola, eles trazem o meu dever e as provas que perdi... felizmente de acordo com a diretora minhas notas são ótimas, não tenho perigo de reprovar... cada dia um médico diferente entra no quarto fazendo exames diferentes, de acordo com o e’d meu caso é muito raro e perigoso, meu coma era irreversível, de acordo com muitos médicos eu nunca mais acordaria... foi literalmente um milagre! Fazem exames para ver se não teve nenhuma sequela, e até agora nada! Nem uma cicatriz se quer... bom, pelo menos cerebral. Por que fisicamente e psicologicamente eu estou muito machucada, jin tem sido muito respeitoso ele não força nada que eu não queira... e sinceramente não sei quando vou querer fazer sexo de novo, mas acho que ele compreende bem... 

   Daqui a 3 dias vou ter alta, e daqui a 4 dias vamos ter o “chá revelação”... faltam só 30 dias para a viagem, minha ansiedade está me matando! 

 

-30 dias mamãe! 30 dias e vou rever a senhora!-



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...