História Anônimo - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jeongguk (Jungkook)
Visualizações 15
Palavras 648
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Romance e Novela

Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 1 - Quem é você?


Eu nunca imaginei que simples mensagens mudariam minha vida. Tudo começou em uma estranha quarta feira, eu estava chegando na escola como todos os dias, quando eu encontrei meus melhores amigos: Nanhee e Jungkook. Nanhee era mais alta que eu, tinha cabelos compridos e nem um pouco lisos, tinha cachos pouco definidos e eram castanhos assim como seus olhos, eu a achava muito linda. Jungkook não tinha muitas diferenças, ele também era alto, tinha cabelos e olhos castanhos, a diferença era que seu cabelo era liso, e macio, eu adorava passar a mão sempre que tinha oportunidade. Eles se aproximaram de mim como sempre

NH: Oi S/n!!-Ela falou eufórica

S/N: Oi... Está tudo bem?

JK: Acho que colocaram algo no café dela, só pode...

NH: Estou perfeitamente bem ok? Uma pessoa não pode mais se sentir feliz?

S/N: Vindo de você é estranho, visto que tudo que você faz é reclamar e dizer que odeia tudo e todos

Isso era completamente verdade, Nanhee odiava todos da escola, até mesmo professores, ela não tinha paciência com ninguém além de nós e se tinha algo pra reclamar, ela reclamava. Se não tivesse? Também reclamava

NH: Não posso negar...

S: Mas o que te deixa assim?

NH: A professora de matemática quebrou a perna

S: Espera e isso te deixa feliz?

JK: Tínhamos prova hoje

S: Tá explicado... Mas como alguém com 56 anos quebra a perna?

NH: Olha a idade dela, é só bater o dedinho na quina da mesa que ela já se desmonta toda

S: Você não é normal

Continuamos andando até chegar na escola.

Mais tarde depois de algumas aulas chegou a tão esperada aula de matemática, queria saber se o que Nanhee falou era verdade. Esperamos, esperamos, esperamos... Até que a diretora entra na sala, dizendo que hoje estaríamos em aula livre pois a professora estava de atestado, acho que ela não quis especificar que uma senhora de 56 anos quebrou a perna sabe se la como.

Saímos todos da sala e fomos para fora, Nanhee se aproximou alegre, ainda era estranho ver ela assim

NH: Finalmente livres, uma hora sem fazer nada!

S/N: Sim... viu Jungkook?

NH: Ele disse que tinha "coisas para resolver"

S/N: Que coisas?

NH: Ele não falou...

S/N: Sei...

Fomos para o pátio e ele estava quase vazio, tinha apenas a nossa turma, que era pequena. Sentamos em um banco e eu não parava de pensar em que "coisas" Jungkook teria para "resolver".

Sou tirada dos meus pensamentos quando recebo uma mensagem, não tinha número, nem nome, apenas a palavra "Anônimo", resolvi ler

Xx: Ooi S/n!

Apenas um oi? E sabia meu nome? Quem poderia ser?

S/N: Ooi... quem é?

Xx: O amor da sua vida

S/N: O que?

Xx: Exatamente

Só podia ser brincadeira, ou um velho querendo me prender no porão dele, eu estava assustada

S/N: Me diz logo quem é antes que eu bloqueie!

Xx: Não posso contar, apenas confie em mim

S/N: Ah claro, vou confiar em uma pessoa estranha que me mandou mensagem do nada dizendo ser o amor da minha vida

Xx: Se esta pensando que eu sou algum tipo de velho de 60 anos que vai te sequestrar assim que tiver oportunidade fica calma, eu não sou

S/N: ah claro, acredito em você, afinal um velho diria exatamente quem é e quer me sequestrar

Xx: Olha... eu posso te dizer tudo! Menos meu nome!

S/N: Qual sua idade? Onde mora? Como tem meu número?

Xx: A mesma da sua. Na mesma cidade que você. Tenho meus meios.

S/N: Você tem minha idade?

Xx: Tenho. E estudo na sua sala.

Olhei em volta com a expectativa de ver quem estava por trás dessa brincadeira ridícula mas estavam todos mexendo nos celulares, vício adolescente...

Xx: Não vai conseguir me achar

S/N: Você esta me espionando?

Xx: Não. Apenas consigo te ver

S/N: É melhor acabar essa conversa por aqui, estranho!

Xx: Não sou estranho

S/N: VOCÊ ME MANDOU MENSAGEM! NÃO DISSE SEU NOME! E FICA DIZENDO QUE É "O AMOR DA MINHA VIDA"

Xx: Calma...

S/N: Tchau!

Xx: Espera!!

Xx: Tenho uma proposta pra te fazer!

S/N: Proposta?







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...