História Anônimos - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Boku no Hero Academia (My Hero Academia)
Personagens Dabi, Denki Kaminari, Eijirou Kirishima, Izuku Midoriya (Deku), Katsuki Bakugou, Mina Ashido, Momo Yaoyorozu, Ochako Uraraka (Uravity), Personagens Originais, Shouto Todoroki, Tenya Iida, Tsuyu Asui
Tags Bakugou, Deku, Iida, Kirishima, Shoto, Tenya Iida, Todobaku, Todoroki
Visualizações 48
Palavras 1.891
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Fluffy, Harem, Hentai, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shonen-Ai, Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Bissexualidade, Drogas, Estupro, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sadomasoquismo, Sexo, Suicídio, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Capítulo mais longo dessa vez! Espero que gostem <3

Capítulo 6 - Sorte ou Azar?!


         Após aquele dia tão agitado acordei mais atrasado do que de costume. Peguei minha mochila, coloquei meu uniforme e fui dar um jeito no rosto, já que eu parecia à medusa de manhã. Meus cabelos pareciam serpentes de tão alto que estavam e meu olhar petrificava de tão bisonho. Moral da historia: Acordo parecendo a Desgraça! Desci as escadas correndo, peguei a primeira coisa que tinha na fruteira e coloquei na boca e sai as pressas dando grau com minha bicicleta. Ao chegar na prisão vulgo escola as aulas já tinha começado. Fico em frente a minha sala, bato na porta e peço permissão ao Prof. Aizawa para entrar.

         – Mais atrasado do que o normal Kira. A noite foi animada?! – Olho para o Bakugou e vejo que esta rindo discretamente – Pode entra!

         – O... E como foi animada professor! Se não for pra atrasar eu nem saiu de casa! – Ele me olha como fosse me matar. Todos riem baixinho e eu corro até minha mesa.

         – Continuando o que estava falando... Vocês iram formar um grupo que eu já separei...– Todos começam a reclamar em reprovação – Silencio! E irei passar o tema para cada grupo. Agora vou anunciar os grupos – Após dizer anunciar os componentes de alguns grupo era chegada a hora do meu – Denki Kaminari, Shoto Todoroki, Momo Yaoyorozu e Kira Yume – Quando escuto meu nome lanço um “Desgraça!”  em alto e bom som. Por que tive que cair no mesmo grupo que o Todoroki?! Todos me olhavam e riam – Nem tudo é como a gente quer Kira! Continuando... – O professor já estava ficando pistola. E eu colando minha testa na mesa – Ochako Uraraka, Tenya Iida, Izuku Midorya e Katsuki Bakugo...

         Quando terminou de anunciar os grupos entregou os respectivos temas, falou o que desejava nos trabalhos e que queria eles pra ontem e ficamos reclamando mais um tempo, mas foi em vão. Para minha sorte ou azar! As aulas passaram voando e antes que eu fosse embora a Momo entregou-me um papel com o endereço do Todoroki (Como se eu não soubesse onde ele mora, haha!), já que íamos fazer o trabalho lá.

         Fui a mil pra casa, fiz meu famoso bolo de cenoura com chocolate e enquanto assava eu me arrumava. Quem visse diria que estava me arrumando para disputar o miss universo. Terminei tudo, peguei minhas coisas e fui em direção a casa dele – Não sei se estava sobre efeito de drogas, pois no caminho cumprimentava a todos, as borboletas dançavam ao meu redor e eu cantarolava com o canto dos pássaros. A própria Branca de neve! – Já finalizado meu surto cheguei a casa dele e toquei a campainha e logo fui recebido pelo Todoroki. Entrei o bolo e ele me agradeceu com um sorriso. Aquele sorriso me fez engolir em seco, não era comum eu ver o todoroki sorrir, principalmente esse que foi o primeiro sorriso que recebi dele! Grrr... No que estou pensando, meus sentimentos por ele já se foram tempos atrás!

         Sua casa é grande e espaçosa, nunca vi uma casa tradicional japonesa! Ele me leva até seu quarto, o quarto que eu daria tudo para entrar no passado. Seu quarto é espaçoso, mas sem extravagancia. Um armário embutido, cômoda, chão de tatame com uma mesa de canto baixa com um tom clássico de madeira e cercado de algumas almofadas e um futon branco. Lá já estava Momo que já escrevia algumas coisas.

          Começamos a fazer o trabalho e nada do Denki chegar. Toda vez que a Momo ia mostrar algo ao Todoroki, ela se aproximava cada vez mais, chegando a colar seu corpo com o dele e ele parecia não sentir-se incomodado, só que ao perceber minhas olhadas ele se afastou um pouco dela e disse para fazermos uma pausa. Os dois se levantam junto e eu me espreguiço no chão.

– Vou à Cozinha preparar algo! – Momo falou indo até a porta.

– Vou te ajudar – Ele parou de andar quando ela o deu um pequeno empurrão.

– Não precisa, eu já sou de casa. Aqui é mais interessante que a cozinha! – Ela saiu dando uma piscada e com um sorriso malicioso.

– T-Tá... Traz o bolo que o Kira trouxe! – Ele sentou-se próximo de mim e ficamos desviando do olhar um do outro – É-é... Como era a cidade que você morava? Você gostava?

– E-Era tranquila... Não tenho nada contra, mas também não tenho nada a favor. Não tinha algo que chamasse muito minha atenção. Prefiro essa cidade! As pessoas que eu mais gosto estão aqui! – acho que vi um leve rubor no seu rosto.

– A-Ah... Seus amigos devem ter ficado tristes por você ter ido embora!

– Creio que não! Estavam mais pra colegas do que “amigos”. Acho que não me permiti a conhecer pessoas novas ou deixar que elas me conhecessem. Fui muito antissocial!

– Nem namorou! – Ele falou baixo olhando para o lado, mas consegui escutar.

– N-Não... haha! – Falei sem jeito sentindo minhas bochechas arderem

– Ainda bem, né! Haha.

– Ainda sou o centro da castidade – Ri sem graça.

– Por enquanto! A..A.. Não foi isso que disser! É... Já entrou em algum clube na escola?

– Ainda não! Você tá no time de futebol, né?!

– Sim... Já sei! Você poderia ser líder de torcida!

– Eu?! Não... Não sirvo pra essas coisas. Além de tímido, não tenho toda capacidade necessária para entrar.

– Anos atrás você também era meio tímido, mas sempre que subia no palco perdia a timidez e sempre era o melhor nas apresentações – Olho para baixo para esconder meu rosto que ardia em chamas. Ele reparava em mim? Ele assistiu minhas apresentações?! Isso é real? – Fora que você é super bom dando salto nas aulas de educação física.

– Só quando eu dou uma de Daiane dos Santos, por que quando tem bola envolvida eu nem coloco meus pés na quadra!

– Haha. E ainda tem aquele gingado que você tinha dançando para o Bak... – Ele parou de falar e arfou em repreensão. Logo Momo entrou no quarto com o nosso lanche.

– Aconteceu alguma coisa...?  – Seu olhar era malicioso.

– Nada. Eu estava falando com o Kira. Já que ele ainda não entrou em nenhum clube, ele poderia fazer parte das lideres de torcida.

– Verdade! E da forma que você dançou na festa suas chances são altas! – Eu e o Todoroki arfamos em uníssono quando ela lembrou da festa – Falei alguma coisa errada?!

– Não, não. Haha! – É melhor eu mudar de assunto – Vamos comer, antes que o chá esfrie – Todoroki assentiu com o que eu disse e Momo sentou-se ao seu lado e começou a colocar o chá nas nossas xicaras.

– Desculpa Kira... Eu não perguntei se você queria beber outra coisa.

– Não, não. Eu adoro chá.

– Serio? Eu também. Normalmente as pessoas ao meu redor são viciadas em café – Assenti falando que as pessoas ao meu redor também eram assim. Parece que temos algo familiar – Hoje o Shoto toma por que eu o obrigava a beber, por que antes era um luta! – Ele a repreende com o olhar – Ah... Quer leite no seu chá?

– Não, obrigado. Não consumo nada de origem animal.

– Ah...Legal. É por isso que ele não comeu as tr... Ai! – Fiquei sem entender por que ela parou de falar como se tivesse se machucado. Shoto pareceu não perceber já que a olhava com um leve sorriso no rosto.

– Não sabia que você era vegetariano – Senti um ar de curiosidade nas palavras dele.

– Sim. Tornei-me logo que sai da cidade.

– Ah...

 ........ – O silicioso pairava no quarto. Parece que ninguém tem mais assunto.

– Já esta interessado em alguém da escola? – engasguei-me ao ouvir o que Momo falava para quebrar o silencio.

– N-Não...

– Nem no Shoto? Eu e todoroki engasgamos ao mesmo tempo com a tal pergunta desnecessária. E sem querer derrubei o chá que estava na minha xicara.

– Desculpa... Eu-Eu...

– Deixa que eu limpo. Vou pegar um pano – Ele levantou-se e foi até o deposito de limpeza e eu fui atrás.

– Eu sujei, deixa que eu limpo – Ele fingiu não ouvir e entrou em um cômodo estreito e escuro e começou a procurar o pano, logo senti algo me empurrando e fechando a porta. No desespero comecei a passar a mão em tudo à procura de algum interruptor. Ao apalpar algo em minha frente volto a ficar mais calmo e perceber uma respiração em frente ao meu rosto e lembrar que eu estava com o Todoroki naquele lugar apertado – A-Aaa... Desculpa, no desespero eu... a....

– Não tem problema... A Momo pode abrir por fora! – Ele grita ao seu chamado que logo o responde.

– O que foi? O que você tá fazendo ai?

– A gente tá preso, abre a porta! – Ouvimos o barulho da maçaneta mas foi em vão.

– Não tá abrindo!

– Procura a chave reserva, deve estar na cozinha!

– Ok!

 Logo ele começou a se mexer.

– Tem um interruptor por aqui, só não lembro onde! – Ele segura minha cabeça para saber onde eu estava e logo coloca suas mãos para traz às encostando na parede e elas subiam e desciam ao redor do meu corpo a procura do interruptor. Para o meu desespero nossos membros estavam se serrando com os movimentos dele e eu me concentrando pra mangueira não subir– Deve estar atrás de mim – Ele segura meus ombros e começa a se esfregar para trás de mim e eu me mexo um pouco para ajudar ele a passar. Meu corpo começa a se arrepiar e minha ereção pulsar quando eu sinto sua respiração um pouco ofegante no meu pescoço e o seu membro encoxando minha bunda e novamente esfregando seu corpo no meu e passando as mãos na parede que logo foram parar na minha cintura e sua boca colada ao meu ouvido. Nesse instante meu espirito saiu do corpo – Não achei o interruptor, mas achei o pano!

 Minutos depois escutamos o barulho da porta sendo aberta e Momo com a boca aberta com a cena constrangedora que via. Peguei o pano das mãos de Todoroki e fui limpar minha bagunça. Depois eles chegaram cochichando algo que não dava para entender e voltamos a terminar nosso trabalho. Já concluído o trabalho e se dado conta de que horas eram resolvi ir embora.

– Já que acabamos, vou embora!

– Já?! Fica vamos pedir uma pizza! – Ela parecia um pouco chateada ao falar.

– Fica para outra hora! Já tá tarde e o Professor Aizawa vai arrancar meu couro se eu chegar tarde de novo – Eles dão uma rápida risadinha.

– Dorme aqui com a gente! – Oi?! Dormir na casa do Shoto? Deus me defenderay! Mas não é uma má ideia! No que eu tô pensando, Ai... Grrr...

– Melhor não, haha – Esse risinho sem graça me matou – Fica pra próxima também. Prometo!

– Então tá! – Peguei minhas coisas e trocamos dois beijinhos de despedida. Levantei-me e Shoto levantou-se em seguida e me acompanhou até a porta.

– Obrigado pelo Bolo. Estava um delicia! Sua mãe que fez?

– N-Não... Fui eu! – Baixei minha cabeça com vergonha ao notar seu olhar de surpresa.

– Q-Quero come-lo qualquer dia desses, de novo! – Oi?! Comer quem? Eu ou o bolo?

– Pode deixar. Qualquer dia faço um bolo e chamo você! –O que dizem é verdade, a melhor forma de se conquistar alguém é pela barriga!

– É... Então... Vai com cuidado!

– Vou sim! – Trocamos um aperto de mão e nos despedimos.

 Se eu vim parecendo a Branca de neve, eu voltei mais brisado que a Alice no país das maravilhas!


Notas Finais


Será que o Kira dormiu com a cabeça nas nuvens? kkk. Obrigado por lerem <3


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...