História Anonymous letters ( Camren Intersexual ) - Capítulo 28


Escrita por:

Visualizações 95
Palavras 660
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hellou! Olha quem voltou, não me matem! LKANLS Espero que gostem, vamos lá

Capítulo 28 - The truth


Point Of View Lauren Jauregui 

Assim que eu havia saído da casa da Camila, andei pelas ruas escuras de Miami. O beco em que eu percorria agora estava escura, tinha muita pouca iluminação, o vento que batia era gelado demais, vesti minha jaqueta que me ajudou a me esquentar um pouco. Coloquei a mão em bolso andando de cabeça baixa pela calça.

Como ela pode achar que eu a trai?

Eu não posso acreditar que ela acha isso, eu nunca a trai. Eu jamais faria isso com ela, ela não acredita em mim, preferiu acreditar naquilo que ela viu, mas não havia acontecido nada entre mim e a Alexa. Eu não sei o motivo que aquela garota fez aquilo, mas terá que me dizer, ou será bem ou será por mal. Ainda haviam pequenas lágrimas rolando pelo meu rosto, alguns soluços escapavam da minha boca, eu estava tentando me manter calma, mas estava sendo impossível, pois eu poderia perder quem eu tanto amo. 

Olhei em volta, até que encontrei a casa onde Alexa morava -Eu sei porque já vim estudar na casa dela uma vez- caminhei em passos largos até a porta de sua casa, dando batidas fortes, até que a própria havia abrido a porta, seu semblante era de surpresa. Ela iria dizer alguma coisa, mas fui mais rápida e grudei ela pela sua camiseta entrando com ela na sua casa com tudo, a acertei com um tapa forte contra seu rosto.

— Porque você fez aquilo na escola? Porque me beijou? Porque fez com que a Camila acreditasse que eu havia traindo ela com você? — Eu acertei um tapa com força em seu rosto, isso era o que ela merecia.— RESPONDE! 

— Não vou dizer nada! — Disse me encarando. Ela só pode estar tirando uma com a minha cara, grudei com mais força em sua camiseta.

— Ah você vai me dizer sim! — Digo soltando ela com tudo contra o chão.— Ou você quer que a escola inteira saiba que você fode com os professores pra poder ter boas notas na escola? — Digo encarando-a, ela me olhou surpresa com o que havia falado.

— Como? — Diz encarando-me. Me agachei ficando próxima ao seu rosto.

— Eu sei muitos podres sobre você, Ferrer. Um deles é que você transou com a namorada da sua melhor amiga. — Digo.— E ela nunca soube disso, imagina se ela soubesse? Ou melhor imagina se a escola inteira soubesse que além de transar com os professores pra ter boas notas, da pra namorada da sua própria melhor amiga? — Digo e ela me encara.

— Você não pode! — Soltou furiosa. Ri sarcástica. 

— Sim eu posso, ou posso ficar de boca calada se você contar a verdade. — Me encostei contra a parede gelada, e cruzei meus braços a baixo dos meus seios, e a encarei.— E então?

— Ok, eu conto a verdade. — Diz derrotada, levantou-se do chão e foi até o sofá sentando-se no mesmo, ela cruzou suas perna apenas virou seu rosto pra me encarar.

— Pode começar. 

— Megan... 

— Espera, a Megan está envolvida nisso? — Perguntei descruzando meus braços e indo até ela, sentando-me um pouco longe dela. 

Claro!

A Megan armou isso pra que Camila achasse que eu a trair, e assim ela me deixar, pra ela ficar livre pra ficar com a Camila. 

Mas ela não vai ficar com a minha garota. 

— Continua. 

— Então, a Megan sabe que gosto de você... — Diz.— Então ela encheu minha cabeça com coisas, então ela falou pra mim te beijar e que a Camila tinha que pegar nos duas juntas, e assim achar que você a traiu comigo, e te deixar. Pois, Megan quer ter a Camila, não importa de que jeito. 

— Obrigado por isso. — Digo me levantando do sofá, e indo até a porta. — E desculpa pelo tapa, mas você mereceu, e não volta a fazer isso, ou eu juro que acabo com você. — Digo saindo da sua casa.

Megan vai ter o que ela merece.

Vai pagar caro por ter feito isso. 

 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...