História Anonymous letters ( Camren Intersexual ) - Capítulo 29


Escrita por:

Visualizações 129
Palavras 1.661
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Intersexualidade (G!P), Linguagem Imprópria
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 29 - Broken-hearted


Point Of View Lauren Jauregui 

No dia anterior depois que eu voltei da casa da Alexa, fui diretamente ao meu quarto, não quis falar com ninguém, não estava com cabeça pra conversar, minha cabeça estava a mil, meus pensamentos estavam me atormentando. Eu estava preocupada com o que iria acontecer, até quando a Camila iria ficar acreditando no que ela viu, mas que não é real, ela nem ao menos me deixou me explicar, apenas jogou as palavras na minha cara, doeu igual tomar um tiro escutar as palavras dela. Mas, irei provar que quem está falando a verdade sou eu. 

Cheguei na escola com o carro do meu pai, nessa manhã eu estava usando uma calça jeans que tinha pequenos rasgos como detalhes, usava uma blusa branca com uma estampa de uma caveira com duas faca afincadas na cabeça, por cima da blusa eu estava com a minha mais fiel jaqueta de couro preta, em meus pés eu usava meu tênis da Adida, andei pelos corredores em passos rápidos, não queria dar de cara com alguém desagradável. Fui até onde ficava meu armário, procurando pelo meu livro.

— Buu! — Ouvi alguém atrás de mim, senti meu coração errar a batida por causa do susto.

— Vai querer me assustar na puta que pariu, Verônica. — Digo virando-me pra ela, que gargalhou alto, revirei meus olhos. Nesse tempo em que eu estou com a Camila, se ainda estou com ela. Verônica e Lucy também se tornaram minhas melhores amigas, a gente tem uma intimidade que parece que nos conhecemos tem anos. 

— Tpm, albina? — Perguntou ainda rindo, rolei os olhos novamente. — Se rolar mais os olhos vai enxergar até seu cérebro. — Diz brincalhona, me arranco um risinho que fiz questão de segurar.

— Você é insuportável, Verônica. — Digo fechando meu armário, e virar-me pra encarar-la que ainda tinha um sorriso divertido no rosto.

— E você me ama, Jauregui. — Diz no seu tom convencido de sempre. 

— Nos teus sonhos, ou talvez nem neles. 

— Assim você me magoa, Jauregui. — Diz pondo a mão no peito fingindo uma falsa tristeza.

— Idiota. — Digo revirando os olhos, caminhando, ela me acompanhou.

— Camila me contou. — Diz ao meu lado, encarei-la confusa. — Sobre a briga de vocês. — Acrescentou. 

— Ela nem ao menos me deixou me explicar! — Parei pra olhar-la. — Eu nem ao menos toquei naquela garota, ela derrubou café na minha blusa de propósito pra que fosse no banheiro trocar de blusa e ela viesse bem na hora, e me beijou e a Camila me pegou sem blusa e com ela me beijando, mas eu não fiz nada! 

— Eu sei que você não fez isso. — Diz ela, me fazendo olhar-la com o semblante surpresa, eu pensei que ela iria vir me xingar por achar que eu também trai a Camila. — Foi armação não é? 

— Sim, Megan encheu a cabeça da Alexa pra ela fazer isso, ela quer ficar com a Camila de todo jeito. — Parei em frente a porta da sala de aula, Vero não estudava na mesma sala que eu. 

— Fica calma, ok? Irei te ajudar a se acertar com a Camila. — Diz ela com um sorriso no rosto, sorri fraco passando a encarar o chão. — Não fica assim, tudo bem? Ela está confusa, mas quando estiver de cabeça fria, irá vir a falar contigo. 

— Assim espero. — Foi apenas o que eu disse, olhei pra morena a minha frente. — Bom, melhor ir pra sua sala, até mais Vero. — Digo aproximando-me dela, deixando um beijo em sua bochecha, ela apenas sorriu e falou pra mim ficar calma e que tudo iria se resolver. Entrei na sala de aula, e fui ao meu lugar, no fundão da sala de aula. 

Os alunos começaram a entrar na sala de aula, todos estavam mais alegres hoje conversam entre si. A professora entrou na sala de aula, percebi que a Camila ainda não havia chegado na escola, acho que perdeu o horário. 

— Desculpe o atraso professora. — Ouvi a doce voz da Camila.

— Tudo bem, vai ao seu lugar senhorita Cabello. — Camila apenas assentiu. 

Ao entrar na sala de aula ela estava sorrindo, mas quando seu olhar caiu sobre mim seu semblante mudou e o sorriso morreu, e isso me machucou muito. Ela foi até seu lugar, ficando ao lado de um dos Nerd's da escola, Shawn Mendes, nunca falei com ele, ele era assim como eu, sempre quieto na dele, não tem muito amigos, é sempre tímido. 

A aula inteira eu estava distraída, não conseguia prestar atenção direito noque a professora Sandra falava, meu pensamento estavam muito bagunçados, eu só conseguia pensar em uma única pessoa, e é ela. Falando na Camila, hoje ela está linda, como todos os dias. Seus cabelos estão soltos as pontas estão aduladas, estava usando uma saia preta rodada cintura alta, usava um cropped de manga comprida da cor nude, em seus pés ela usava um coturno da cor marrom, ela não usava nenhuma maquiagem no rosto, e mesmo sem maquiagem ela fica linda. Claro que meus olhos caíram em sua barriga, ainda não tinha crescido, eu não sei o que irei fazer se ela realmente me deixar, e me deixar longe do meu filho. 

O sinal do intervalo tocou, a professora havia saído da sala, e logo aos poucos a sala foi ficando vazia. Apenas restou duas pessoas, eu e a Camila, esse seria o momento certo pra falar com ela.

— Camila? — Chamei, mas fui ignorada completamente. Respirei fundo mantendo minha calma.— Camila, posso falar com você? — Tentei mais uma vez, mas sem sucesso. Ela estava muito concentrada no celular, não me aguentei e tomei o celular da sua mão, sem querer meu olhar parou na conversa, e senti meu estomago revirar de raiva.

— Jauregui, devolve meu celular. — Diz irritada me encarando.

— Porque está conversando com essa garota? — Perguntei encarando-a com um olhar furioso, ela tinha uma calma em seu olhar, e isso estava me irritando demais.

— Com quem eu falo ou deixo de falar não é da sua conta. — Revirou os olhos.

— É sim, se você não sabe, você é minha namorada ainda. 

— Parei de ser sua namorada quando você me traiu. 

— Camila, você quer que eu desenhe? eu não te trai inferno! 

— Claro, Jauregui. -Diz num tom irônico. — Da pra devolver meu celular? — Suspirei fundo, não iria brigar com ela ali, apenas devolvi seu celular, e ela saiu da sala. 

Porque ela estava conversando com a Megan? Será que voltaram? 

Claro que não, Lauren 

Sai da sala de aula, andei pelo corredor procurando por um lugar onde fique apenas eu sozinha sem ninguém, fui até o refeitório procurei por uma mesa bem afastada de todos, era sempre assim, eu preferia sempre ficar sozinha. 

— Posso me sentar com você? — Ouvi uma voz masculina, levei meu olhar até o dono daquela voz, vi que era o Shawn.

— Claro, senta aí. — Digo, ele apenas obedece sentando-se ao meu lado, ele colocou seu lanche em cima da mesa. Eu nunca vi ele conversar com ninguém que não seja seu grupo de Nerd. Não pude deixar de reparar no moreno, ele estava usando uma calça jeans, um tênis preto da adidas, estava usando um moletom cinza e usava óculos. 

— Como se chama? — Perguntou tímido enquanto comia seu lanche. 

— Lauren Jauregui. — Digo e ele arregalo os olhos, o encarei confuso.

— A namorada da Camila Cabello? — perguntou um tanto surpreso.

— Ex. — O corrigi.

— Não estão mais juntas? — Perguntou. Neguei com a cabeça  .— Porque?

— Ela acreditou em uma coisa que não é verdade. — Olhei pelo refeitório, até que meu olhar caiu onde Camila estava, junto com Austin e o amigos deles, ele riam de algo. Desde quando ela passou a andar com eles? 

— Oh.. — Diz olhando-me. — Espero que as coisas entre vocês fiquem bem. — Diz expondo um sorriso tímido.

— Eu espero também. — Suspirei fundo, o olhar de Camila cruzou com o meu, mas ela tratou de desviar. 

Passei o intervalo conversando com o Shawn, até que ele é um garoto legal, não é igual a alguns nerd's que eu conheci, não fica falando só sobre livros ou jogos, ele até me deu alguns conselhos pra que eu não desistisse da Camila. É claro que eu não iria desistir da Camila, por mais que ela não acredite em mim, eu irei de alguma forma provar que quem nessa historia ta falando a verdade sou eu. 

O intervalo acabou e todo voltaram pras suas salas. Fui até a minha entrando, e logo e indo até meu lugar, a aula continuou, eu tentava prestar atenção na aula, mas estava sendo muito difícil minha atenção sempre caia na Camila, que estava sorridente enquanto conversa com aquele garoto, isso estava me irritando demais. A aula acabou, todos saíram na sala, fui a última sair, procurei pela Camila pela escola, mas não havia encontrado, deve ter saído e ido embora já. 

 Caminhei até o estacionamento, procurei pela chave do carro no bolso da minha jaqueta assim que eu encontrei destravei as portas do automóvel, joguei meu material escolar no banco do passageiro, rolei meus olhos pelo estacionamento, senti algo dentro de mim se quebrar, com toda certeza foi meu coração. 

Camila estava com os braços envolvidos ao redor do pescoço da Megan, a mesma estava com os braços em volta do cintura da minha garota. As duas se beijavam como se estivessem apaixonadas, e da pra ver que o beijo não é forçado, está na cara que a Camila está gostando beijo. Eu sentia as lágrimas rolarem pelo meu rosto, entrei dentro do carro não estava aguentando ver aquela cena toda, aquilo acabou comigo, soquei o volante do carro com força, respirei fundo procurando a minha calma, e dei partida com o carro saindo o mais rápido possível daquele lugar, eu precisava me acalmar, eu precisava ficar sozinha, eu precisava de um lugar pra me acalmar, e somente um lugar iria me acalmar. 

Elas voltaram 

Isso está me machucando

Enquanto eu dirigia pela cidade, eu sentia as lágrimas escorrem novamente pelo meu rosto, meu peito doía, tudo dentro de mim estava destruído. 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...