História Anonymous messages - Camren - Capítulo 31


Escrita por:

Visualizações 2.228
Palavras 1.045
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Famí­lia, Festa, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Pansexualidade, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Hello

Capítulo 31 - Please no


Fanfic / Fanfiction Anonymous messages - Camren - Capítulo 31 - Please no

Ao ver Steven parado olhando pra Lauren, ele não devia estar ali pra estragar sua noite. a latina sentiu seu sangue ferver, odiou ele por tempo suficiente por ter a garota que ela ama e ainda mais sem dar a ela o devido valor, na verdade no começo até tentava tolera-lo, em respeito a sua melhor amiga, mas não podia ser hipócrita, sempre desejou um fim nesse casamento para que a Jauregui ficasse livre. Não podia mandar em seu coração.

— Camz fica calma por favor, ele veio caçar confusão, não o faça conseguir o que quer

— quero saber o que esse merda faz aqui, você disse que se separaram, que assinaram os papéis 

— e é verdade, você viu os papéis, eu disse pra ele ficar longe, que nunca mais queria vê-lo em minha frente

Camila caminhou em direção a ele, Lauren acompanhou preocupada com a segurança dela.

— olha só o que temos aqui, pegou meus restos Cabello?

— olha seu filho da...

— cuidado no que vai falar, posso deixar sua boca cheia de formiga

— está me ameaçando? porque eu não tenho medo de ameaças, ainda mais vindo de você 

Ele secou o resto da bebida que estava em mãos e jogou a garrafa na grama.

— eu devia ter notado antes o seu interesse na minha mulher,fui idiota por confiar em você, em colocar uma víbora dentro de casa

— EX MULHER! E será melhor pra você se aceitar logo que perdeu 

— nunca! ela vai voltar pra mim quando cansar e vê que você não serve pra ela e nem pode oferecer o que eu oferecia

— e o que era? um sexo ruim e desprezo? eu só via você deixando ela sozinha, dando mais atenção ao seu trabalho e casinho

— eu e o Alec... Alexandre não temos mais nada, aquilo foi apenas uma experiência, e ele não tocou em mim, eu gosto de mulher porra

— de mulher quem gosta sou eu, na verdade de uma — entrelaçou sua mão com a de Lauren

— vocês estão juntas?

Perguntou olhando friamente para a ex mulher.

— isso não é problema seu Steven, não estamos mais casados, me deixa em paz! Segue com a sua vida

— me responde! é problema meu quando lembro que você dizia diariamente que me amava, não pode ter sido tudo uma mentira por causa de um deslize meu, você se casou comigo, deve ter tido uma boa razão

— e eu vi, mas era ilusória, estou com ela agora, eu a amo

— não se preocupe Steven, vou cuidar bem dela, de uma forma que você não fez

Ele apertou os punhos e sacou a arma que estava na cintura, por baixo da camisa, Camila foi para a frente de Lauren no exato momento. As pessoas que estavam dançando pararam, algumas correram para a saída e outros ficaram parados vendo a cena.

— não pode roubar a minha mulher de mim e ficar desse jeito, eu não vou deixar — a mão dele tremia

— Steven por favor, não faça nada de que vai se arrepender, não ficaria com você dessa forma,vou te odiar ainda mais, eu juro. Vai embora!

— o que faço pra me perdoar então? faço qualquer coisa pelo seu perdão Lauren 

— pode ter meu perdão, mas não o meu coração, é dela, sempre foi dela, eu só demorei pra perceber, então por favor larga essa arma

Dinah digitou o número da Polícia sentindo seu coração acelerado.

— você é uma destruidora de lares, uma vagabunda de quinta categoria Cabello

— mas eu sei fazer a Lauren feliz, e eu não tenho medo dessa sua arma, solta ela e vem no braço, ou não é homem pra isso?

Ele começou a rir e encostou o cano da arma na testa dela, Lauren sentia um medo apavorante.

— você deveria ter medo de mim, basta eu puxar o gatilho e você perde esse rostinho bonito, não iam poder nem abrir o seu caixão 

— não se garante sem arma seu merda? solta isso e vem sem nada!

O desafiou, Steven ficou ainda mais furioso e jogou a arma no chão.

— eu vou acabar com você

— sai daqui Lauren!

— Camz não! ele vai te matar, eu quem tenho que lidar com ele

— sai! Dinah, tira ela daqui

A loira puxou a Jauregui e os dois se aproximaram, Steven disparou o primeiro golpe que foi no vácuo pois a latina desviou e socou o rosto dele.

— aah! puta

— seu molenga desgraçado 

Ele veio pra cima de repente e lhe acertou uma costela.

— ah!

— Camila! — Lauren gritou — alguém ajuda! seguranças, façam alguma coisa

Ao ouvir isso Steven pegou a arma de novo e os seguranças se afastaram.

— só um passo e eu atiro nela

Camila correu em direção a ele é agarrou em sua mão, a arma foi mirada pra cima e o som de um tiro deixou todos assustados.

— está carregada, eu não pretendia chegar a esse ponto, mas você não serve pra Lauren, ela nunca gostou de mulher, eu posso dar o que ela precisa

— eu vou acabar com você

Tentou chutar no meio das pernas dele mas o homem impediu.

— não caio nessa

Lauren estava aflita, seu coração batia a mil e as lágrimas já olhavam sua face. Os dois brigando com uma arma de fogo na mão, por causa dela, não se perdoaria se uma desgraça acontecesse, o pressentimento que tinha não era bom. A luta corporal continuava, Steven tinha mais força, mas a latina não era fácil na queda, resistia, a arma encostou em sua barriga e pela primeira vez na briga ela sentou seu corpp se arrepiar ,olhou pra trás e viu o olhar aflito de Lauren. Seu rosto perto do de Steven, ela bateu a própria testa na dele mesmo sentindo uma dor horrível com o impacto. Ele pendeu com a arma mas logo os corpos se juntaram de novo. A Polícia chegou no local, mas a alguns segundos tarde, porque o eco da arma disparando fez Lauren cair de joelhos no chão ao fitar os castanhos de Camila amedrontados.

— NÃO! CAMILAAA!

A cor vermelha logo molhou o chão, sangue, e desespero por todos os lados.


Notas Finais


😕 xoxo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...