História Anonymous Romantic (VKOOK) - Capítulo 36


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Kim Taehyung (V), Personagens Originais
Tags Amor Quase Proibido, Kookv, Lgbt, Mensagens Anônimas, Psicólogo, Romântico Anônimo, Taekook, Vkook
Visualizações 110
Palavras 937
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Famí­lia, Fluffy, Lemon, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Boa Leitura, docinhos 💜

Capítulo 36 - T1 Cp36


Jeon JungKook On

Hoje toda a família está reunida no quintal da casa pra fazer um almoço com churrasco em família.

— Jeon, traz os pratos! – Grita Taehyung e eu então ando até o mesmo com os pratos até ele. – Obrigada, Gguk. – Sorri e então eu assinto sorrindo também. 

— Então, Tia Lia, pretende ficar aqui por quanto tempo? – Pergunto simples.

— JungKook!! – Taehyung me repreende.

— Oh, estou pensando em me mudar aqui pra Coréia.

— Mmmmm, vai morar conosco?

— Não, querido. Se eu vier para cá, tratarei de comprar uma casa rapidamente para mim, meu marido e meus filhos.

— Ah, Tia como vai os meninos? Já devem estar crescidos. Na verdade, desde que nasceram nunca os vi. – Diz Bogum que estava na churrasqueira com Jimin e Yoona.

— Sim, já estão entrando na pré adolescência.

— Que bom. – Sorri.

— E essa carne? Vai demorar mais? Estou morrendo de fome! – Diz o pai de Taehyung que estava indignado faz tempo por conta da demora da carne para assar.

Todos estavam deveras esfomeados, uma vez que ninguém come desde o café da manhã e o horário já não é mais tão cedo.

— Calma, Taemin! – Diz Yoona brincalhona.

— Não estou nervoso, está vendo alguém nervoso aqui? Pois eu não! – Diz fazendo todos rirem.

— Isso é o significado de pessoa esfomeada. – Diz Taehyung.

[...]

— Gguk, é impressão minha ou você não está gostando muito da ideia da Lia ficar aqui por um tempo? – Taehyung pergunta enquanto arruma a cama onde vamos dormir.

Eu iria dormir com ele esse tempo que a tia Lia está aqui, já que ela está dormindo no meu quarto e o estúdio do Tae está muito bagunçado e empoeirado.

— Não tenho motivos pra não querer que ela fique aqui por um tempo. – Digo.

— Isso é tão confuso. Geralmente você é mais animado e extrovertido, hoje à tarde no almoço lá fora pensei que você estava passando mal, isso porque não dava um piu, e isso só depois da Lia chegar.

— Aish... Eu confesso que me sinto estranho em relação dela, quando ela está perto sinto meu coração acelerar e falhar batidas, e ao mesmo tempo isso é bom. Mas isso não significa que eu não quero que ela fique aqui. Mas sim, estou um pouco incomodado... – Respiro fundo.

— Isso é estranho, Gguk. – Ri. — Por acaso está se apaixonando pela sua tia, Jeon JungKook?! – Me olha e cruza os braços.

— Vira a boca pra lá, Taehyung! Palhaço. – Rio e ele ri junto. — Gostei muito da tarde de hoje... Faz tempo que não tenho um dia tão bom e relaxante como hoje.

— É, também... – Sorri e me olha.

— Tae...

— Uhm?

— Você... Você pensa em ter filhos? – Pergunto e o mesmo se senta na cama estilo indiozinho.

— Por que está perguntando isso agora? – Pergunta.

— Só interesse...

E é realmente só interesse mesmo, quero saber dos sonhos dele, quero saber se ele mudou suas opiniões desde que fui para Nova York.

— Uhm... – Fica pensando enquanto me olha por um tempo. — Sim. – O olho. — Quero muito ter filhos. É um sonho meu. Queria tanto poder saber que vou ter sempre alguém que nunca vai se separar de mim. Que sempre vai ter um pedaço de mim dentro de si. Além de que eu queria muito poder cuidar e educar...

— Você nunca me disse isso... – Sorrio e ele ri fraco.

— E você?

— O quê?

— Você pretende ter filhos?

— Oh, sim!

[...]

— Você está péssimo, Gguk... – Diz Tae passando a mal na minha testa.

— Já disse que estou ótimo.

— Não tá não. Cara, você está com os olhos pretos de tanta olheira. Não dormiu e nem me deixou dormir, toda hora acordava de um pesadelo.

— Eu tive um pesadelo horrível hoje à noite. – Respiro fundo. — Desde então, não paro de pensar nele...

— Me conta como foi…

— Eu estava na casa de praia da Hwasa, e eu ainda era muito pequeno. Ela estava me balançando em um balanço de pneu que havia pendurado em uma árvore. Do nada, ela parou e me olhou, os olhos dela estavam vermelhos e ela estava se desmanchando como se estivesse desaparecendo, até ficar completamente invisível, depois outra mulher começou a me balançar, mas eu não consegui identificar quem era.

— Esse sonho te deixou péssimo... Será que pode significar algo?

— Eu tenho quase certeza que significa alguma coisa. Preciso descobrir o que é o quanto antes.

— Não se acabe muito com isso, sim? Irei te ajudar, mas não encha sua cabeça de coisas que talvez nem sejam reais.

— Tudo bem... Obrigado, Tae. – Abraço o mesmo.

Próximo capítulo...

“...Acho que é verdade
Eu não sou bom em ficar só por uma noite
Mas eu ainda preciso de amor
Pois sou apenas um homem

Essas noites nunca parecem
Seguir o plano
Eu não quero que você vá
Você vai segurar minha mão?

Você não vai ficar comigo?
Porque você é tudo que eu preciso
Isso não é amor, é fácil de enxergar
Mas, querido, fique comigo

Por que estou tão emotivo?
Não, não é uma boa visão
Preciso ter auto-controle
E bem no fundo, eu sei que isso nunca funciona
Mas você pode deitar comigo para isso não me machucar

Você não vai ficar comigo?
Porque você é tudo que eu preciso
Isso não é amor, é fácil de enxergar
Mas, querido, fique comigo

Você não vai ficar comigo?
Porque você é tudo que eu preciso
Isso não é amor, é fácil de enxergar
Mas, querido, fique comigo

Você não vai ficar comigo?
Porque você é tudo que eu preciso
Isso não é amor, é fácil de enxergar
Mas, querido, fique comigo...”


Stay With Me – Sam Smith



Notas Finais


Algum palpite de quem seja a tal mulher?

Até o próximo capítulo 💜

••• CAPITULO NÃO REVISADO, PERDÃO PELOS ERROS!!! •••


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...