História Anonymous (Texting Ziam) - Capítulo 103


Escrita por:

Postado
Categorias One Direction
Personagens Harry Styles, Liam Payne, Louis Tomlinson, Niall Horan, Personagens Originais, Zayn Malik
Tags Drama, Romance, Ziam
Visualizações 62
Palavras 4.098
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Comédia, Drama (Tragédia), Ficção, Ficção Adolescente, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Universo Alternativo, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Demorou mas saiu :)

Capítulo 103 - Bônus: Especial de 1 ano


Será que da para aquetar esse cu rasgado pelo pau do Liam?- O loiro- não mais loiro- estava nervoso pelo amigo, enquanto dava um nó em sua gravata vermelha.

Niall estava feliz por Liam ter tomado vergonha na cara e pedir logo Zayn em casamento, havia tirado férias de seu novo emprego, o ex-professor se tornara um ótimo delegado, muito respeitado por seus colegas de trabalho, que faziam questão de tentar seguir o exemplo do patrão.

Era gay assumido, não era segredo para ninguém, já Zayn preferiu ir para a área da fotografia e ele realmente era bom no que fazia, seus trabalhos sempre eram elogiados por todos em eventos fotográficos ou galerias.

Kim e Max já não eram mais crianças e estão no auge de seus dezessete anos, Kim é um garoto muito extrovertido e sociável, seus sorrisos simpáticos e animados faria qualquer um derreter, é persistente e corre atrás daquilo que quer, não abaixa a cabeça para ninguém e não deixa o padrão clichê da sociedade o derrubar.

Ele é o oposto de Max.

Max é um rapaz tímido e fechado, gosta de estar sempre em seu mundinho, como se tivesse uma bolha enorme o protegendo, é muito sensível e pessimista demais, completamente antisocial e introvertido, diria que é um garoto fofo, completamente adorável, ele não confia muito em si mesmo, detesta sua timidez, pois sempre o acham antipático por ela, liga muito para o que pensam e se esquece de ter uma opinião própria de tudo o que faz.

Ele e o irmão são muito grudados desde pequenos, Kim sempre o apoia em toda decisão que o mesmo toma, mas também o alerta das consequências que podem vir.

Os gêmeos também eram muito apegados com os pais, uma família muito unida, nenhuma briga grave acorreu com eles e ambos agradeciam por terem pais tão maravilhosos.

Kim odiava usara ternos pelo fato de não achar que ficam bons em si, ele prefere as mais conhecidas roupas folgadas, sua touca, seus velhos All Stars pretos e do velho vai se foder para todo mundo, mas para aquela ocasião, era bem óbvio que ele deixaria todas reclamações de lado.

-Eu estou nervoso seu idiota recalcado- Zayn balançava uma das pernas enquanto mordia seu lábio inferior, já machucado pela pressão de seus dentes- E se ele não me querer mais? E se ele me deixar no altar? E se ele me abandonar?

-Você quer calar a porra da boca? O Liam te ama imbecil, se ele não te amasse, não arriscaria a própria vida para te salvar daquele Augusto á 17 anos atrás- O moreno dos olhos azuis não entendia o porquê do amigo ser tão inseguro em relação a Liam.

Poxa, o amor deles era lindo, qualquer um desejaria viver um amor assim, Liam fazia sempre questão de ser atencioso e carinhoso com o marido e os filhos, parecia que o tempo não passava para eles, afinal, ambos não tinham a aparência tão envelhecida, mesmo o delegado tendo quarenta anos e o fotógrafo tendo trinta e quatro.

-E-Eu só não c-cai na real ainda- Lágrimas involuntárias começaram a dançar pelas bochechas rosadas da pele morena e macia- Eu vou casar...casar com a pessoa que eu mais amei em toda a minha vida...- Os soluços já ecoavam pelo quarto preenchido por roupas variadas e formais.

O amigo de olhos azuis suspirou, Zayn continuava o mesmo sensível e romântico meloso de sempre, mas o amava pelo jeito que ele era.

Se aproximou e o abraçou forte, começando a chorar também, logo ambos soluçavam feitos duas garotinhas que levaram fora do garoto por quem se apaixonaram.

-Ele te ama demais para mandar você parar de perturba-lo- Riu fraco se afastando- Pare de chorar! E hora de sorrir como você sorriu quando perdeu a virgindade- Jogou as mãos para o ar, pegando bruscamente um pente que estava em cima da cama e o passando voluntariamente pelos fios lisos e negros, na intenção de arruma-los até estarem adequados para tal ocasião.

-Não é como se eu fosse atirado...

-Não adianta negar, você era louco para ver ele nu.

O tempo passava de vagar e agonizantemente, Zayn sentia o coração bombardear seu sangue como se estivesse correndo uma maratona, havia o famoso frio na barriga e isso deixava o moreno agoniado.

Sua perna direita balançava freneticamente, isso acontecia muito quando estava nervoso, faltava 5 minutos para as portas se abrirem, ele trajava um terno branco com uma camisa rosa bebê por baixo e uma gravata preta, estava lindo, com certeza receberia elogio de todos,mas o elogia que estava ansioso para ouvir seria de seu futuro marido, que já o aguardava ansioso no altar.

Os gêmeos se aproximaram de seu "papa" como o chamavam, observando o nervosismo do mesmo, olharam um para o outro como sempre se comunicavam e então abraçaram o moreno de lado, o fazendo dar um salto pelo ato repentino.

-Calma papa, o papai te ama muito, tenho certeza que isso é só mais uma fase de várias outras que vocês vão passar- Max beijou o topo da cabeça do moreno que se emocionou com a preocupação de seus lindos filhos.

-Nós três te amamos muito para te deixar- Zayn levou cada uma de suas mãos para a nuca dos gêmeos, os puxando para perto e beijando a testa dos mesmos.

-Eu também amo vocês, amo muito- Sorri entre lágrimas- Eu estou pronto- Limpou as lágrimas desejando não chegar ao altar co cara de choro.

"Como uma pessoa tão linda como Zayn vai aguentar um cara de quarenta anos como eu?" Liam se perguntava angustiado, enquanto deslizava a palma da mão em sua testa que estava começando a suar.

Olhava para todos ali, que estavam entretidos com a própria conversa, suspirou, passando sua mão direita pelo seu pescoço, estava cansado, não era fácil trabalhar quinze horas por dia em cinco dias na semana.

De repente, todos começaram a sussurrar, mas ainda se pudia ouvir múrmuros disconectos, que não dava para se entender direito.

-O noivo está vindo!

O ex professor virou-se tão rápido que ficou um pouco zonzo, seu noivo estava com os braços entrelaçados com os dos seus dois filhos, que sorriam radiantes e acompanhavam-no, caminhando diretamente para o altar.

-Porra, eu não posso ter uma ereção...

-Liam, você está do lado da imagem de Jesus e vem falar de ereção!- A mãe olhava seu filho com desaprovação- Tem mais respeito seu leão marinho.

-Mãe!

-Que é? Louis abriu meus olhos!- Respondeu a senhora Payne, puxando sua pálpebra inferior para baixo, complementando com sua resposta- Se bem que agora que é policial, ainda continua em forma.

-Err...desculpe interromper a conversa de ambos, mas precisamos começar os votos...- O padre informou olhando para os dois, o silêncio reinava na plateia e Zayn levantou uma de suas sobrancelhas, a Payne mais velha mandou um beijo no ar para o genro que retribuiu com um sorriso tímido- Agora que todos estão em silêncio, podemos começar.

O padre narrou alguma coisa que Liam não prestou muito a atenção, ele só desejava colocar um anel de ouro no dedo de seu amor e sair gritando que ele era todo seu para sempre.

Chegou a hora dos votos de casamento, o delegado estava nervoso, mas tentou ao máximo ignorar todos e se concentrar no seu verdadeiro anjo à sua frente.

-Quando perguntaram se eu já me arrependi de algo com você eu respondo que sim- Zayn arregalou os olhos olhando-o espantado- Eu me arrependo de não ter reparado em você antes, de não ter nenhum interesse em te conhecer, me arrependo por não demonstrar antes o quanto eu estava gostando de você, me arrependo por não te tirar daquele infer-- Senhora Payne lhe deu um tapa, o repreendendo, dizendo-lhe para ter mais respeito- Oh, desculpe Deus- Riu de leve- Eu me arrependo de descobrir tarde demais que se eu existo até hoje, é pelo fato de você me manter vivo- Acariciou a bochecha macia e rosada de seu amado- A melhor prova de amor que vocês podem fazer, é casar com o nome do seu noivo na calça- Escutaram a risada de Niall, Harry e seu marido Louis, ao verem que o nome de Zayn estava costurado na regiam de suas nádegas em sua calça.

Stalker:O que é um pontinho preto e um pontinho branco no altar?

Stalker:Nós dois casando!!

Iludido:Ai a gente vai casar e ter uma ótima noite se núpcias ;)

Iludido:Alguns meses depois iremos adotar um menino e uma menina

Iludido:E irão te chamar de papai bear

Iludido:Ai encheremos os quartos deles de ursinhos e brinquedos

You:Eu sou novo demais para ser pai!! *se joga no chão e chora alto* socorro!!

Contagioso:*anda até você* ô meu amor...eu sou jovem demais para ter dois bebês na barriga...

You: Você não tem um útero

Contagioso:Não acaba com o clima!!

You:O clima já está nublado :(

Monga:Nossa Liambear

Monga:Você com piadas é horrível!!

You:É assim que eu me sinto em relação as suas :)

Monga:Você é mal

You:Ou vc é sensível demais ;)


09/01/2008


Kitty:O cara que pensa em vc toda hora!!


Kitty:Que conta os segundos se você demora!!


Kitty:Que está todo o tempo querendo te ver!!


Kitty:Porque já não sabe ficar sem você!


Kitty:E no meio da noite te chama...


Kitty:Pra dizer que te ama...

Kitty:Esse cara sou eu❤

You:Wtf?

You:Que música é essa?

You:É macumba?

You:Pq está escrevendo em grego??

Kitty:Owxi

Kitty:É uma música brasileira

Kitty:E eu traduzi para o inglês só que decidi escrever ela na letra normal :)

Kitty:Seu idiota...era para ser romântico

Kitty:Só que o ritmo é um pouco brega :(

You:Ata

You:Legal

Kitty:Legal?

Kitty:Vc tirou a merda do cu e decidiu guardar ela na cabeça?

Kitty: Deu o maior trabalho de escrever essa porra!!

Kitty: E vc diz legal?

Kitty:Vc deveria me pedir em casamento!!

Kitty:Mano me deu um estresse agora que vc nem tem noção

Kitty:Que vontade de te colocar no clip da Miley Cyrus!!

Kitty:Vc seria a bola

Kitty:E o Niall o fake da Miley

Kitty Crazy:Ai eu seria a parede branca caindo em cima de vcs

Kitty Crazy: Eu estou tão nervoso agora

You:O que acabou de acontecer? Ø_Ø

Kitty Crazy: Minha TPM aconteceu!

You:Mas vc é garoto...

Kitty Crazy: Mas nasci com TPM e não tem jeito

Kitty Crazy: Todo o dia eu tenho


  11/01/2018


-Eu te amo muito, muito, muito, tanto que eu não sei nem explicar o quão forte o meu amor é por você, não me arrependo de nada, você foi a coisa mais especial que decidiu vir entrar na minha vida chata e transforma-la em uma vida que não quero que acabe tão cedo- O mais velho pegou as duas mãos do moreno, levando-as até seus lábios e beijando cada uma delas.

Logo surgiram uma legião de "awwns", fazendo Zayn ficar corado e tirando uma risada leve de Liam.

-E-Eu não sou tão bom com palavras...eu me expresso através de gestos...mas eu também te amo muito, você é a melhor coisa que me aconteceu, a escada que me ajudou a subir, o carro que me deu carona e mesmo assim passou por todos os buracos que furaram seu pneus, mas espero que possamos caminhar muitos e muitos anos juntos- Seus olhos marejados olhavam para o delegado, que também segurava as lágrimas.

Logo, se viram colocando as lindas alianças de ouro em ambos os dedos.

Estão casados.

Finalmente.

Agora todos podiam aproveitar a festa maravilhosa que os aguardavam paciente.

-Vem cá padre, eu já te amo!- Niall abraçou o senhor de idade, beijando-lhe a bochecha e tirando uma foto dos dois- MEU SHIPPE ESTÁ VIVO PORRA- AÍ!- Esfregou o braço quando levou um soco da mãe de Liam.

-Não fale palavrões, criança!

Niall iria responder com uma resposta afiada, mas calou-se ao escutar uma risadinha de criança abafada por mãos pequenas ao seu lado.

Virou-se, olhando para um pequeno ser, seu cabelo era loiro com algumas mechas azuis e vermelhas, era diferente das outras meninas que usavam vestidos e flores na cabeça, trajava uma blusa comprida e uma calça preta simples, com um par de tênis, ela era bonita aos olhos do ex loiro.


-Você é engraçado- Abaixou a cabeça envergonhada- Desculpe rir de você...- Seu sotaque em si era diferente, talvez ela fosse de outro país.


-Oh, sem problemas- Niall segurava-se para não apertar a garotinha, preferindo se abaixar para conversarem melhor- Qual seu nome?


-Sou a Elizabeth, mas esquece isso e me chame só de Eliza- Pediu mostrando seu sorriso gergival.


-Certo, Niall ao seu dispor- Retribuiu com um sorriso sincero, enquanto apertava a mãozinha minúscula.


-Elizabeth!- Ao escutar seu nome, Eliza entrou em pânico, puxando seu mais novo amigo e correndo pelos corredores da igreja, passando pelo portão de entrada e escondendo-se nos arbustos do jardim.


A voz rígida de sua mãe não estava mais ao seu alcance e isso a deixava mais calma.


Niall, ofegante, estava confuso, mas parecia ligar alguns pontos.


-Era sua mãe?- A garota assentiu- Então, por que correu?


Eliza suspirou, abaixando o olhar.


-Ela quer me fazer ser uma Barbie idiota- Não aguentando, o diretor soltou sua risada- É sério! Ela quer mudar quem eu sou para me tornar uma garota do padrão e eu detesto padrões


A garota era diferentes das que já havia se encontrado, mas sabia que a partir dali poderia surgir uma grande amizade.


Os casais dançavam animados pelo salão preenchido pela música e vozes, é claro que nosso Ziam não poderia estar de fora.


Os dois trocavam carícias, Zayn deitou sua camisa no peito de seu MARIDO, se sentindo confortável e deixando Liam o guiar para qualquer lugar que os dois estivessem juntos.


Marido...como ele amava essa palavra, era como se o tempo passasse tão rápido a ponto de se perguntar o quão rápido passou por seus olhos.


-Isso é tão surreal...- O menor suspirou, rodeado seu braços no pescoço do mais velho- Parece que foi ontem que você me enviou mensagem dizendo que nunca iríamos nos casar- Riu pelo nariz se lembrando da melhor época que já vivera.


-Eu estava confuso okay? Não é todo dia que recebemos uma mensagem carinhosa de alguém que não sabemos quem é- Explicou-se- Fui meio babaca as vezes, mas estava confuso, tudo passou, você, eu e os meninos é o que importa- O delegado sorriu, rodopiando seu marido e o trazendo de volta para si novamente.


Em quanto isso, Harry estava observando os dois da sacada, emocionado por ver o casal que acompanhou a tanto tempo, lembrando de seu casamento lindo com Louis, foi mágico, se sentiu uma princesa num filme da Disney, mas um filme único.


-Chorando Styles?- Exclamou Tomlinson num tom jocoso- Desde quando você ficou tão sensível?- Arqueou a sobrancelha, encostando sua cabeça em cima da do cacheado enquanto passava os braços em volta do mesmo.


-Agora é Tomlinson!- O mais velho sorriu bobo, rindo e apertando mais Harry em seus braços- Só estou feliz por Zayn, ele e Liam se amam tanto que sempre deu para sentir de longe, os dois são perfeitos.


-Não posso contrariar- Sua barba rala, arranhava a pele macia do mais novo, mas isso não o incomodava, adorava ficar próximo de seu marido- Mas sinto muito, nós dois sempre seremos perfeitos juntos, para mim- Sua intenção era fazer o maior ficar envergonhado, o que deu certo, pois o mesmo tremeu em seus braços.


-Pare com isso!- Resmungou- Mentira, continua, sei que amanhã você vai acordar de mau humor e não vai ser tão fofo quanto agora.


-Quem disse?


-Eu disse!


-Mas eu não confirmei.


-Não preciso de sua confirmação quando eu digo a verdade.


Louis bufou meio irritado.


-Você é tão chato.


-Vá se ferrar.


-A sua bunda? Com prazer- Piscou, sorrindo malicioso.


-Idiota- Revirou os olhos.


-Ah, vai me dizer que não gosta, agora que você está envelhecendo, sua bunda resolveu deixar de ser tímida e aparecer para o mundo.


Os dois riram, por mais que anos e anos passassem, seriam as mesmas implicâncias bestas, mas que amavam vivenciar cada uma.


A festa estava tranquila, a música era alta, mas com uma batida legal, Ariana Grande realmente era uma grande cantora.


Logo chegou a madrugada e os dois recém casados tinham que partir para a lua de mel.


Zayn beijou a testa de cada um de seus filhos, assim como Liam, se despediram de seus amigos e em questão de minutos já estavam dentro do carro preto, que os levariam ao aeroporto.


Logo, como se o tempo passasse despercebido pelos olhos de ambos, estavam no hotel, carregando suas malas enquanto saiam do elevador em direção a porta numero 111, quando a abriram, ficaram admirados como tudo era luxuoso e simplesmente perfeito, Liam nem esperou e se jogou na cama macia e confortável, Zayn balançou a cabeça, ficando por cima do recém marido e deitando em suas costas


-Você é tão leve que parece uma folha de papel- Comentou o delegado, fazendo o moreno franzir a testa.


-Que romântico- Rebateu irônico, sendo virado bruscamente por Liam, ficando por baixo.


-Romântico, né- o sorrido de lado que o moreno tinha para si o tirava o folego, por mais que fazia anos que tinha a sorte de vê-lo- Hoje é o nosso dia de sermos românticos, babe- Afirmou, pegando as duas mãos de seu marido e beijando casa um de seus dedos com delicadeza.


Zayn riu tímido, logo iniciando um beijo lento e nostálgico em sua época de colegial, na época que se libertou, que pode ser quem era e que amou e foi amado até os dias de hoje.


Ele é feliz, apesar das dificuldade e os problemas que vão e sempre voltam, isso é normal, agradece pela vida maravilhosa que tem, agradece ao recolher os frutos que plantou e a principalmente Liam que o fez se sentir especial, e fazê-lo mostrar seu jeitinho doce e gentil que não mostrava a ninguém, a não ser Harry.


Logo as coisas ficaram mais aceleradas e mais quentes, assim como a primeira vez que os corpos de ambos se chocaram um no outro, as roupas foram tiradas e unidas umas com as outras em um canto do quarto.


Com os lábios encaixados perfeitamente e as mãos entrelaçadas umas nas outras, fizeram os sentimentos despejarem um no outro da forma mais clara possível.


Um "eu te amo" não foi dito, mas não precisavam de palavras para demonstrar o que sentiam, enquanto as coisas se desenvolviam, os dois se tornavam somente um só, se Zayn tivesse a oportunidade de verem os corpos juntos, com certeza diria que eram uma obra de arte.


O moreno foi preparado para receber o marido, que não demorou a chegar, ambos eram agora somente um só, e eles davam certo juntos, sendo idiotas juntos.


Os gemidos eram a musica de uma noite estrelada enquanto os sentimentos pareciam quererem dançar junto com as estrelas, mãos em lugarem certos, na hora certa para o momento certo, os movimentos eram feitos como se já planejassem antes mesmo de acontecer, lábios juntos e corpos unidos como suas roupas.


Chegaram ao seu orgasmo juntos, Zayn sendo preenchido por Liam e Liam preenchido por Zayn.


 Aquelas estrelas nunca pareceram tão brilhantes e bonitas ao ver de ambos naquele momento.


Sabiam que eram destinados a serem um só, sendo anônimos ou não.


[ººº]


Havia uma vista maravilhosa, pensamentos corriam pela mente de Zayn, a fixa não caiu para ele.


Estava com os braços apoiado no ferro, que o protegia de cair da sacada.


Braços fortes o rodeou, vendo a mesma visão que ele, enquanto as respirações se misturavam.


-Esse lugar é lindo, não é?- Sua voz estava rouca por acordar, enquanto os cabelos apontavam para todos os lados possível.


-Yeah- Zayn virou-se para o marido o abraçando forte, com a cabeça de encostando em seu ombro.


Liam soltou uma risada gostosa quando o moreno deixou alguns beijinhos em seu pescoço, logo retribuindo com um beijo em sua bochecha.


-Eu tenho que te mostrar um lugar- O delegado não esperou a resposta que viria, logo estava puxando o marido para subir as escadas- que parecia que nunca iria acabar- até chegarem na cobertura do hotel, havia uma vista bem melhor do que a da sacada.


Os dois sentaram lado a lado, Liam com os braços apoiados para trás e Zayn estava meio curvado, com as penas entrelaçadas e os braços em seu colo.


O nascer do sol estava acontecendo bem a frente deles, de fato era lindo presenciar isso pela primeira vez com alguém especial.


-"Você pode não ser o sol, mas me ilumina por completo"- O moreno o olhou espantado, logo lembrando-se de uma de suas cantadas e como o tempo não poderia muda-los, a idade são apenas números numa ordem crescente, mas cada um pode ter a idade do seu coração, da sua experiencia ou a que você sempre se sentirá dentro dela.


Zayn ainda se sente o mesmo adolescente imaturo, mas maduro o suficiente em planejar seu futuro, com uma queda de paraquedas pelo seu professor de biologia, que aparentava nunca se tornar algo grandioso o suficiente, té as mensagens virem.


O fotografo assustou-se, dando um pulinho, quando braços o contornaram e o puxaram para trás.


Ambos se abraçaram fortemente observando o sol já despertado no céu.


[ººº]


Eles não demoraram para voltar para casa, estavam com saudade dos filhos, com saudade da casa e da velha rotina.


Além de que, Zayn tinha um evento para ir, uma galeria das artes, que finalmente fora convidado quando suas fotos foram descobertas.


Liam estava de férias, e ele merecia é claro, seu trabalho exige muito da sua dedicação, era cansativo demais.


Zayn já estava no evento, havia belas obras a sua vista, mas tinha muitas pessoas no meio e aquilo o estava deixando meio sufocado, a mesa em que ocupava era espaçosa demais para ele e nessas horas- em que estava sozinho- sentia falta de Liam e os gêmeos.


-Olá, tem problema eu sentar aqui?- O moreno ergueu o olhar para a moça de cabelos curtos e vermelhos, ela trajava um vestido tomara que caia preto, que chegava até o meio de suas cochas, calçava saltos da mesma cor que o vestido e sua maquiagem era marcante.


-Oh, não, sem problemas- A moça suspirou aliviada.


-Eu odeio usar salta, mas é uma ocasião especial- Estendeu a mão para Zayn- Sou Hanna, seu nome é...?


-Zayn, Zayn Malik- Retribuiu o comprimento- Eu também detesto usar roupas formais, as únicas vezes que usei foram na minha formatura,meu casamento e agora- A mulher sorriu.


-Eu nem sei porque estou usando isso, por mim eu andava de pijama mesmo- Riu baixo-  Mas então, que a sortuda ou o sortudo?


-Liam, já estamos juntos a muitos anos, mas casamos a semana passada.


-Eu fico feliz por vocês, eu não me dou bem com relacionamentos- Hanna sorriu triste, parecendo lembrar de algumas coisas- Prefiro espera a hora certa chegar, tenho que cuidar mais de mim eu acho...- Ela olhava para qualquer coisa, menos para os olhos atentos de Zayn.


-Se tiver que acontecer, vai acontecer- O moreno sorriu gentil- Ainda não é a sua hora...eu e Liam passamos por muitas e muitas coisas para ficarmos juntos...não foi fácil.


Conversa vai, conversa vem, logo ambos falavam praticamente falavam tudo de suas vidas, Hanna estava bastante interessada e emocionada com a história de Zayn e Liam, mas infelizmente o fim do evento foi anunciado, mas não se esqueceram de trocarem telefones.


Aquela amizade ficou forte, Hanna era querida por toda a família e ficou bastante amiga de Liam e os gêmeos.


[ººº]


 -Minha mão com certeza vai estar cheia de calos...- Choramigou a ruiva após uma sessão de autógrafos.


Sim, autógrafos.

Hanna era uma escritora, bem conhecida no país, tinha planos para seus livros serem traduzidos e publicados em outros países.


Ela segurava o embrulho com força, tendo a total certeza de que seu presente alegraria Zayn e Liam.

O amor de ambos agora estava gravados em palavras, não publicara o livro, não sem a total permissão de ambos.

Ansiosa, nem pensou duas vezes quando tocou a campainha.


-Hello! A rainha está aqui!- Carregava brincadeira em sua voz, mas um pouco de ansiosidade também.


-Olha o que temos aqui, vossa majestade- Hanna se jogou nos braços do velho amigo.


-Eu tenho uma surpresa para você.


Agora seu presente feito com tanto carinho fora passado para o personagem principal dessa história com alguns capítulos para ser acabada.


"Anonymous: é um desconhecido, que talvez você conheça,


você não sabe quem ele realmente é, mas vai o conhecendo como ele verdadeiramente é.


Você não o vê, você só o sente"


Dedicado a Liam e Zayn.


Hanna



Notas Finais


Desculpa a demora gente, eu tive um bloqueio de criatividade no caminho...
Pois é, um ano que essa fanfic foi iniciada, parece que foi há um século...mas ao mesmo tempo foi rápido, okay isso é bem confuso.
Vocês gostaram?
Esperavam mais?
Gostaram do rumo que Anonymous tomou? Ou não?
Feliz aniversário Anonymasters!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...