1. Spirit Fanfics >
  2. Anos Luz - Vitão >
  3. Capítulo 23

História Anos Luz - Vitão - Capítulo 25


Escrita por:


Capítulo 25 - Capítulo 23


Victor: - A minha vó ficou apaixonada por você! _ Sorrio animada.

Sol: - Isso é sério?

Victor: - Claro que sim!

Sol: - Fico feliz! Ela é encantadora.  [Vejo-o me encarar por alguns instantes.] - Por que tá me olhando desse jeito?

Victor: - Que jeito? [Sorrir.]

Sol: - Assim! [Aponto.] - É sério, você tá me deixando sem graça! [Choramingo.]

Victor: - Eu te amo!

Sol: - E quem não ama? Olha o neném que eu sou! [Gargalha enquanto me aproximo pra lhe dar um outro beijo.]

Victor: - Eu acho que você já foi mais modesta! [Ironiza e lhe dou um tapa no braço, logo sendo puxada e acolhida no seus braços.] - Seu pai vai surtar quando descobrir que dormi aqui novamente.

Sol: - É provável! [Debocho.] - Mas, não se preocupa... Eu protejo você!

Victor: - Estou bem mais tranquilo agora. [Seu tom irônico me faz rir.]

(...)

Depois de prontos e completamente higienizados descemos juntos pra tomar nosso café da manhã. O cacheado conversa e acerta os últimos detalhes pro lançamento do seu álbum enquanto eu foco em preparar algumas torradas, suco e panquecas. Quando termina o rapaz se aproxima e deposita um beijo em meu pescoço o que me faz arrepiar por inteiro.

Sol: - Filho da mãe, já falei pra não fazer isso quando estiver distraída. [Dá de ombros sorrindo.] - Isso vai ter volta, me aguarde!

Márcio: - Bom dia minha querida! [Sou cumprimentada com um beijo no topo da cabeça.]

Sol: - Bom dia pai!

Victor: - Bom dia Sr. Márcio!

Márcio: - Bom dia Victor! [ Se aproxima.] - Vem cá, esse garoto foi despejado? [Alfineta em meio a um sussurro não tão baixo.]

Sol: - Pai! [O repreendo.]

Márcio: - Quê? [Faz de inocente.]

Victor: - Também adoro sua companhia senhor. [Retruca e ambos caem na gargalhada.]

Enquanto coloco o café sobre a mesa ouço o barulho no andar de cima e sei que se trata do Dhyego. Sorrio.

Anny: - Que bom ver a casa animada logo cedo! Bom dia! [Vejo meu pai ir em direção a sua amada e lhe dar um beijo de bom dia. É inevitável, e a cara que faço de "Transantes" os deixam completamente envergonhados. Gargalho.]

Victor: - Parece que o Dhyego acordou a mil por hora hoje. [Comenta puxando sua cadeira.]

Sol: - E quando isso não acontece? [Ironizo, porém fico satisfeita em saber que meu maninho segue tão bem.]

Márcio: - O Gabriel me ligou e pediu pra darmos uma olhada no álbum.

Victor: - Acabei de falar com ele.

Márcio: - Ansioso?

Victor: - E como não estaria? Esperei anos por esse momento.

É incrível ver o brilho em seus olhos enquanto conversa sobre seu trabalho. A paixão que ele coloca em tudo que faz pela música é um dos motivos pelo qual ele cativa sua legião de fãs. Além de suas lindas músicas, ÓBVIO!

Victor: - Eu ia adorar que você fosse com a gente.

Sol: - Eu também. Mas, você sabe que tenho o estágio, certo?

Victor: - Claro. Eu só me empolguei e acabei esquecendo...

Sol: - Mas eu tenho certeza que ele vai estar perfeito, afinal eu tenho meu pai como um excelente produtor e um namorado gato, e talentoso. [Lhe dou um beijo e termino com minha xícara de café.] - Bom, eu tenho que ir agora ou vou me atrasar. Vou só pegar minha bolsa no quarto e dar um beijo no pirralho. [Deposito um beijo de despedida em cada um.]

Victor: - Okay, te vejo a noite!

Anny: - Bom trabalho!

Márcio: - Amo você querida!

Sol: - Amo vocês!

(...)

Dou meu melhor quando recebo a notícia que fui indicada a organizar uma pequena exposição. Sei que mesmo sendo algo pequeno me foi dada a oportunidade de mostrar o que sei fazer. Minha empolgação é notável e recebo diversos elogios com minhas escolhas o que me deixa imensamente feliz e agradecida. Ao fim do meu horário passo pela recepção deixando a lista de convidados e aproveito pra bater um papo rápido com a Késsia.

Késsia: - Ansiosa?

Sol: - E como não estaria? É a minha chance Késsia.

Késsia: - Foi bacana da parte da Manoela te indicar ao Sr. Carlos.

Sol: - Sim, muito! Preciso agradece-la quando a encontrar. [Sorrio.] - Aaah, estou tão feliz! [Sorrir.]

Késsia: - Eu sei, vejo isso no seu rosto! [Segura minha mão.] - Você merece! Sei disso, mesmo te conhecendo a tão pouco tempo. [Sorrio agradecida.]

Sr. Carlos: Sol?

Sol: - Sim?

Sr. Carlos: - Parabéns pelo seu trabalho! Vi todo planejamento e fiquei surpreso assim como os demais da galeria. Você transformou algo pequeno e aparentemente sem muito valor em algo simples, porém muito elegante... E o melhor divertido!

Sol: - Agradeço Senhor.

Sr. Carlos: - Sem o "senhor" por favor. [Pede.]

Sol: - Desculpe-me. [Sorrir.] - Bom, eu também queria agradecer pela confiança. Sei que sou uma jovem estagiária e bom, entrei aqui a pouquíssimo tempo. Então acredito que tenham ficado com um pé atrás quanto a me darem essa oportunidade. E eu sei que fiz algumas escolhas arriscadas mas realmente acredito que tudo dará certo no final. Enfim... [Respiro fundo.] - Espero não decepciona-lo!

Sr. Carlos: - Tenho certeza que não vai! [O vejo da um aceno de cabeça e então retornar a sua sala.]

Késsia: - Okay, isso foi estranho!

Sol: - Isso... O quê? [Questiono confusa.]

Késsia: - Sol, o comportamento do Sr. Carlos é totalmente diferente com os demais funcionários. Isso sem falar na maneira como ele te olha.

Sol: - Como assim?

Késsia: - Olha, talvez eu esteja me precipitando mas... Acho que o Sr. Carlos está... Apaixonado por você?

Sol: - Quê? [Sou pega de surpresa.] - Não, é claro que não! Isso é impossível!

Késsia: - E porquê?

Sol: - Primeiro, eu tenho namorado e acredito que todos aqui saibam depois do que foi publicado nas redes. Segundo, que eu nunca o dei motivos pra me ver como algo a mais que uma funcionária.

Késsia: - Sol, não é de hoje que venho observando. Ele nunca foi esse cara fácil de lidar. E quando se trata de você ele simplesmente muda. Em outros tempos nunca que ele deixaria um funcionário tão a vontade pra fazer uma exposição por menor que o trabalho fosse. E agora ele surge cheio de elogios a você?

Sol: - Okay, você tá me assustando. Isso pode me prejudicar aqui dentro?

Késsia: - Não se você se manter fiel ao que acredita e ignorar toda e qualquer investida da parte dele. [Suspiro nervosa com sua constatação. É verdade que vez ou outra me peguei desconfortável com a maneira que o mesmo me encarava, no entanto achei que seria seu jeito de manter contato com seus colaboradores. O que de certa forma aprecio numa empresa já que isso passa uma certa segurança entre funcionário e chefia.]

Sol: - Isso nunca vai acontecer! Eu amo o Victor! [Digo firme.]

Késsia: - E eu acredito nisso. Só...Espero que ninguém mais tenha notado ou logo, logo seu nome vai está na boca de toda rádio pião.


Notas Finais


Criei meu primeiro Book Trailer: Anos Luz - Vitão https://youtu.be/y5WtFhRqTwc

Espero que gostem e me dêem suas opiniões!!!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...