História Another - Imagine Kim Taehyung - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Bts, Imagine, Imagine Bts, Imagine Kim Taehyung, Kim Taehyung
Visualizações 29
Palavras 1.349
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Ficção, Hentai, Mistério, Romance e Novela, Sobrenatural, Suspense, Terror e Horror, Violência, Yaoi (Gay)
Avisos: Álcool, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Oiii amorees, voltei!

Espero que gostem, boa leitura <3

Capítulo 3 - Three


Lee _____


Guardei minhas coisas em minha mochila preta e a coloquei em meu ombro esquerdo. Olhei em direção ao Jimin e vi que o mesmo estava saindo com seus amigos.


Imagino que tenha esquecido.


Respirei fundo e fui em direção à saída da escola até que ouvi uma voz feminina me chamar.

??: Você sabe sobre o que o professor Namjoon falou, não é?

Me virei para ver quem havia falando comigo, quando me virei vi que era Miyeon, Min Miyeon. A garota tímida, mas muito bonita, que estava em minha sala.

- Do que está falando, senhorita Cho?

Miyeon: Ouvi o que perguntou ao Taehyung... Sobre ele estar com medo. - A mesma, que estava olhando para seus pés, olhou no fundo de meu olho. - Por favor, me diga que assim como sabe da maldição da sala 3-3 você sabe como quebra-la, não quero que meu irmão... Morra. Sei que a maldição existe, o que o professor disse foi uma mentira!

Irmão? Morrer? Mas ele não... Não pode ser. Engoli seco e me virei de costas para ela olhando para as árvores que haviam ali na saída.


- Desculpe, eu não sei. - Disse calma e saí dali fazendo o caminho até minha casa.

No caminho para a casa sempre passava em frente a uma casa de um senhor, senhor Kim Chun, sua casa ficava em frente ao parque das Árvores de Sakura... Minhas preferidas.
Bati em sua porta em um ritmo que nós havíamos criado. Ele não atendeu. Bati novamente e logo vejo Chun com sua cara meio amassada e com um avental de cozinha.

Chun: Ah! _____, querida, não sabia que viria hoje.

- Estava aqui em frente e pensei em ver o senhor. - Falei entrando em sua casa e logo o seguindo para a cozinha, sua cozinha estava uma zona e vi que estava preparado algo no forno.

Chun: Pensei que sairia com Jimin hoje... Ele tinha prometido, não é?

- Imagino que deve ter esquecido, saiu com os seus amigos.

Chun: Mas como ele pode esquecer o aniversário de sua própria irmã?!

Por incrível que pareça, sou irmã gêmea de Jimin, mas somos gêmeos diferentes e não nascemos no mesmo dia... Eu nasci primeiro, como nossa mãe teve o parto de noite eu acabei nascendo primeiro no dia 29 de Novembro às 23:54, já ele, nasceu dia 30 de novembro às 00:03. Quando nosso pai foi registrar nossos nomes ele marcou o sobrenome do Jimin igual ao do meu pai e da minha... Já o meu, ele marcou em homenagem ao meu avô, "Lee".

- Prefiro que senhor não me refira a ele como irmã, por favor.

Ele suspirou ao mesmo tempo limpando suas mãos com um pano.

- O que o senhor está fazendo no forno?

Chun: Bom.... - Vejo o mesmo colocar a mão  na cintura e sorrir pra mim. - Estava fazendo seu bolo preferido, ia fazer uma surpresa para você amanhã já que ia sair com Jimin, e como você prefere o bolo gelado ia deixar na geladeira durante a noite.

Sorri fechado e o abracei sem ligar para seu avental que estava sujo.

- Obrigada, Chun...

Ele retribuiu o abraço.

Chun: Não me agradeça querida, é como filha pra mim, é o mínimo que posso fazer para você.

Saímos do abraço e assim ele perguntou:

Chun: Como foi na escola? Passou certo?

- Passei sim.

Chun: Então... Em que sala ficou?

- Sala 3-3. - Ele engoliu seco.

Chun: Como pode dizer isso com tanta tranquilidade?

- O que adianta eu ficar apavorada, Chun?

Chun: Está certa.

- Chun...

Chun: Sim

- Você sabe como deter a maldição? - Ele olhou para o chão e assim respondeu.

Chun: Me desculpe, querida... Eu não sei.







~ algum tempo depois ~



Estava no meu quarto olhando para minha boneca quase toda acabada, minha mãe havia feito pra mim alguns anos atrás, quando ouvi a porta da sala ser aberta, deve ser Jimin. Ouvi passos até a porta do meu quarto e logo após ouço ele bater em minha porta.


- Entre.

Vi ele entrar e fechar a porta  e sentar em minha cama e eu continuei a olhar para minha boneca.

Jimin: Me desculpe... Eu esqueci.

- Tudo bem. - Disse calma, como sempre.

Jimin: Como pode estar tudo bem se eu esquecer seu aniversário? - Disse olhando em minha direção.

- Está tudo bem, Park. - Disse olhando em seus olhos, calma novamente.

Jimin: Como consegue ser calma assim? Em todos os momentos?

- Se isso te faz melhor... eu fiquei chateada.

Jimin:  Então por que não chora, grita comigo, bate em mim ou faz o que outra garota normal faz?!

- Eu não sou normal?

Jimin: NÃO! NÃO É! POR QUE TEM QUE SER TÃO ESTRANHA? - Disse, ou melhor, gritou isso com uma certa raiva e se levantou. Eu apenas apertei minha boneca. - TALVEZ MEUS AMIGOS ESTEJAM CERTOS! TALVEZ VOCÊ SEJA LOUCA E ESTRANHA COMO TODOS DIZEM!

- Me desculpe, Min-ah. - O chamei pelo apelido que eu o chamava quando éramos menores.
Quando ele percebeu o que havia falado ele colocou a mão em sua boca e seus olhos lacrimejam.

Jimin: Me-me desculpa. Eu não ti-tinha intenção, eu...

- Está tudo bem.

Sinto seus braços em volta de mim, apenas fico parada sem nenhuma reação.

Jimin: Me desculpe... - Disse já chorando em meu ombro. Apenas fui retribuindo seu abraço lentamente até estarmos completamente grudados um no outro.







~ dois meses depois ~


Acordei com o despertador tocando, coloquei o pé esquerdo para fora da cama e depois o direito me fazendo sentar na cama, senti o frio que estava naquela manhã. Logo após cocei meus olhos e me levantei saindo do meu quarto e indo ao banheiro. Fiz tudo o que precisava fazer e já estava pronta para ir a escola. Peguei minha mochila e minha boneca e coloquei a dentro da mochila, sempre a levo comigo. Sempre vou a escola sozinha, apesar de Jimin ser meu irmão, ninguém daquela escola sabe. Após Yoongi ir embora... eu me isolei bastante, inclusive de Jimin.


Saí de casa indo direto pra escola e logo indo em direção a sala. Passei pelo corredor da nossa sala antiga e logo entrando no corredor da sala 3-3. Andei em passos lentos até a porta e a cada passo que dava fazia um eco enorme pelo corredor por conta de não tem ninguém ali. Arrastei a porta da sala e logo fui para meu lugar, última cadeira sempre ao lado da janela. Me sentei e arrumei minhas coisas logo vendi o professor Namjoon entrar na sala.

Namjoon: Chegou cedo, _____, como sempre, não é? - Disse e deu uma risada.

- Sim, senhor Kim.

Namjoon: Yaa, já pedi para no me chamar de senhor! - Ele disse e novamente deu uma risada.

Logo após isso os alunos começaram a entrar na sala de aula, os mesmos alunos de sempre, nos lugares de sempre e os grupinhos de sempre.

Namjoon: Atenção alunos, tenho novidades para esse ano! Tenho duas novidades, vamos começar pelos alunos novo!- Vi os alunos começaram a cochichar. - Entraram dois alunos na classe. Por favor, entrem.

Dois garotos entraram, um de cabelos pretos bem branquinho com a cabeça baixa e o outro super sorridente de cabelo marrom.

Namjoon: Se apresentem, por favor.

O garoto de cabelo marrom se pronunciou.


??: Meu nome é Kim Seung Min! Tenho 17 anos e espero ser amigo de todos! - Diz ele todo alegre

O garoto de cabelos escuros levantou sua cabeça e se pronunciou também, quando vi quem era arregalei meus olhos.

Yoongi: Meu nome é Min Yoongi. Tenho 17 anos.

Yoongi deu uma olhada na sala inteira é quando me viu abriu um pequeno sorriso.

Namjoon: Podem se sentar onde quiserem.

Yoongi se sentiu ao meu lado. Não acredito, como assim? Estava completamente confusa.
Olhei para ele e ele olhou pra mim e sorriu. Olhei para Jimin que estava olhando em nossa direção ligo voltei a atenção para Yoongi quando falou:








Yoongi: achou que eu iria pra sempre?






Notas Finais


Oi anjos, e aí? Gostaram?
Espero que sim, obrigada por ler até a próxima!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...