História Another page - Capítulo 3


Escrita por:

Postado
Categorias Ever After High
Personagens Alistar Wonderland, Apple White, Ashlynn Ella, Blondie Lockes, C.A. Cupid, Cedar Wood, Cerise Hood, Daring Charming, Darling Charming, Dexter Charming, Ginger Breadhouse, Holly O'Hair, Hunter Huntsman, Jillian Beanstalk, Madeline Hatter, Melody Piper, Poppy O'Hair, Ramona Badwolf, Raven Queen, Rosabella Beauty, Sparrow Hood
Tags Appleling, Applexdarling, Darlapple
Visualizações 175
Palavras 2.003
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Ação, Comédia, Drama (Tragédia), Ecchi, Fantasia, Ficção Adolescente, Romance e Novela, Shoujo-Ai, Yuri (Lésbica)
Avisos: Adultério, Bissexualidade, Estupro, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Tortura, Violência
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Aaaaah, não liguem para ortografia, eu estou com muito sono para ligar para ela. Aqui vai mais um capítulo narrado pela Apple.

Capítulo 3 - Capítulo - III


Acordei com pequenos raios de sol sobre meu rosto. Instantaneamente memórias na noite passada e do meu encontro com Darl invadem minha cabeça. O seu jeito doce de me tratar durante toda a noite, seu sorriso bobo nos lábios, suas perguntas fofas e imaturas e, principalmente, nossos beijos e carícias que conseguiram tirar de mim um longo suspiro em relembra-los. Me virei passando a mão na cama a procura de Darling, totalmente sem sucesso, o que me deixou frustada. Havia um bilhete sob minha escrivaninha, antes de pegá-lo percebi que o lado da cama em que ela dormira permanecia quente e seu cheiro estava por toda parte, então peguei o travesseiro e o cheirei, tentando trazer ela para perto de mim de algum modo. Peguei o bilhete, o qual eu tinha plena certeza de que era dela e o li:

"Desculpe partir assim minha princesa, mas não acho que teríamos uma boa explicação para você dormindo em meus braços caso sua colega de quarto chegasse. Saiba que a noite de ontem foi simplesmente mágica.

                    Com carinho, sua D.C" 

Passei por cada palavra lentamente, imaginado minha namorada falando isso ao meu lado. "Acho que estou completamente perdida Darling, pois não acho que me importaria com Raven nos achando desse jeito". Sussuro para mim.

Levantei da cama e fiz minha higiene matinal, só então percebi que acabei dormindo com a mesma roupa usada no meu encontro ontem, o que estranhamente só começou a me incomodar agora. Corei ao constatar que havia marcas vermelhas pela minha pele, o que sinceramente será muito difícil cobrir com maquiagem.

"Nossa, parece que alguém teve uma noite melhor do que a minha ontem." Raven fala ao entrar no nosso quarto e me flagrar colocando a oitava camada de base na minha cara, o que parecia ser inútil para esconder as marcas. Acho que eu não poderia ter ficado mais vermelha, tanto de vergonha quanto da raiva que crescia por Darling ter feito passar por isso. Raven riu ao perceber o meu estado.

"Como foi a sua noite?" Perguntei, tentado tirar o foco de mim, o quê é bem raro de acontecer. Raven se jogou em sua cama.

"Muito estranha". Ela falou, e eu esperei que ela complementace o que dizia. "Eu supostamente deveria ter terminado o meu trabalho de alquimia moderna com a Maddie, mas de algum modo, nós acabamos numa festa do pijama com Cupido, Briar e outrar garotas, e o pior é que eu nem estava de pijama". Ela terminou. Agora foi minha vez de gargalhar, com certeza coisas muito estranhas acontecem perto da filha do chapeleiro maluco. "Então... Quer dizer como, ou melhor, com quem foi sua noite ontem?" Ela perguntou e eu gelei um pouco. "Olha, tudo bem se não quiser me dizer, mas você sabe que eu guardaria segredo se fosse preciso, não sabe? Somos amigas Apple, amigas confiam uma na outra". Ela falou argumentando.

"Eu sei Raven, mas é complicado, muito complicado. E se eu for te falar, preciso que jure total e absoluto segredo". Eu falei.

"Apple, eu juro que nada do que você me disser vai sair daqui". Ela disse.

"Eu estava... Estava com Darling Charming". Falei rápido.

"Nossa, acho que acabei de ganhar uma aposta, mas eu realmente não esperava". Ela falou perplexa. 

"Aposta? Que aposta?" Perguntei.

"Sabe, eu e Maddie concordamos que a única coisa que pode acordar alguém de um feitiço de sono eterno é um beijo de amor verdadeiro, mas a maioria das pessoas que estavam lá quando você acordou acham que viram uma 'respiração boca-boca do amor fraternal', algumas acham até que a única coisa que te acordou foi o beijo do Daring que teve o efeito atrasado". Ela disse. "Por isso que algumas pessoas evitam tocar no assunto e isso nunca saiu em forma de fofoca no blog da Blondie Lockes". Completou.

"Eu não sabia de tudo isso, então, se eu tivesse confrontado outra pessoa que não fosse você ou a Hatter, eu teria uma resposta completamente diferente?" Perguntei chocada. E se eles tiverem razão? Mas então, por que eu sinto essas borboletas no estômago com Darling?

"Provavelmente. Mas o que importa realmente é como você se sente, não o que eu ou qualquer outra pessoa pense que é verdade". Ela completou. "Fico feliz por você Apple". Ela falou ao entrar no banheiro.

Passei a décima terceira camada de maquiagem, tendo certeza que cobri todas as marcas, o que provavelmente era a única coisa que eu tinha certeza no momento.

XXX

Finalmente o último sinal tocou. Minhas mão sempre ficam muito doloridas ao final das aulas, ter que escrever tudo super organizado e por cores diferentes cobra bastante de mim. Hoje foi um dia longo e extremamente corrido, como todos os meus dias na escola são, tendo que tratar de assuntos desde o clube de debate até o grêmio estudantil sempre com um sorriso no rosto, como uma princesa líder deve fazer. As vezes eu só quero correr de tudo isso, mas hoje minhas obrigações me distrairam do que Raven falou, apesar de eu ter ficado um pouco triste por não dividir nenhuma das minhas aulas com Darl hoje.

"Cuidado, princesa". Braços me seguram, antes de eu cair de cara no chão por andar distraída pensando sobre meus dias. Avisto olhos magnificamente azuis e mãos fortes, Alistair Wonderland, o garoto transferido do país das maravilhas, acaba de impedir uma embaraçosa queda minha.

"Obrigada Alistar, eu acabei sendo descuidada". Falo agradecida.

"Aceito seu 'obrigada' se você me apontar para onde fica a biblioteca, eu ainda estou meio perdido nesse Colégio". Ele diz, me fazendo rir. 

Após direciona-lo ao lugar certo eu me dirijo a loja de Ella, a quem eu tinha prometido ajudar com novas entregas de sapatos nessa semana.  Poucos metros da loja eu paro, pego meu espelhofone de bolso, e mando uma mensagem a Darling marcando de nós nos encontrarmos mais tarde.

"Ash, vamos começar". Falo assim que chego. Ashlynn me diz o que fazer e nós iniciamos uma agradável conversa sobre todo tipo de fofoca quente que está mais em alta nos corredores da escola.

"Eu soube que Cerise Hood e Ramona Badwolf levaram os armários abaixo em uma discussão durante o intervalo". Ela comentou. "Há boatos de que elas foram punidas e terão que limpar os corredores por uma semana". Ela falou ajeitando um salto alto vermelho lindo na prateleira mais exposta.

"Eu ouvi algo sobre isso também, mas pensei ter ouvido que Kitty Cheshire iniciou a discussão e ela que será punida". Falei. "Deixando as fofocas de lado, como foi o seu teste para líder de torcida?" Perguntei docemente, tentando não ser indelicada, pois Ash sempre teve certa dificuldade em não ser estabanada e desengonçada.

"Não consegui desta vez. Mas sempre tem o próximo teste". Ela fala sorrindo meio incerta. "Então, como vão as coisas entre você e o Daring?" Ela perguntou tentando puxar assunto. Oh, acho que as pessoas não sabem ainda que terminamos.

"Na verdade Ash, eu e o Daring..." Engoli em seco com medo de sua reação. "Eu e o Daring terminamos". Eu falei e Ashlynn deixou uma caixa escorregar de sua mão.

"Nossa, Apple, me desculpa, eu não fazia idéia". Ela falou sem jeito.

"Tudo bem. Não foi um término ruim, foi uma separação amigável e de mútuo acordo". Eu comentei. "E você e Hunter, como estão?" Eu perguntei mudando de assunto.

"Bem, Hunter é maravilhoso e nós...". Parei de prestar atenção no que Ella dizia depois da décima vez em que as palavras Hunter e  maravilhoso foram colocados juntas numa mesma frase. Me despedi de Ella quando terminei e me direcionei a meu quarto. 

"Eu sou Blondie Lockes e esse é mais um babado fortíssimo dessa semana. Apple White, é verdade que terminou seu relacionamento com Daring Charming? E que isso aconteceu por causa de um certo alguém de Wordeland?" Tomei um susto quando vi Blondie surgindo do nada e demorei algum tempo para entender o que ela me perguntava.

"Eu... Ér... Quero dizer..." Balbuciei algumas palavras.

"É isso expectadores, Apple White está literalmente sem palavras ao ouvir sobre Alistar Woderland, ops". Ela diz e eu literalmente saí correndo da entrevista, antes que ela fizesse outra pergunta ou insinuasse outra coisa.

Acho incrível como as fofocas voam por aqui. Por todo os reinos de contos de fada, e se Darling tiver vendo essa entrevista, e se ela ouviu algum boato, o que ela deve estar pensando de mim agora? Chequei me espelhofone e não recebi nenhuma mensagem de volta.

XXX

O Sol estava quase se pondo, eu estava sob um tronco na floresta encantada, o qual dava uma vista linda para um riacho e o resto de todas as árvores bonitas dequele lugar. Coloquei o vestido mais fofo e prendi meu cabelo com um laço de fita vermelho, me arrumei da maneira que eu pensei que mais fosse agradar Darling. Eu cruzei meus dedos para que ela aparecesse desde que cheguei. Passaram-se poucos minutos da hora marcada, mas eu estava prestes a chorar a qualquer momento, apenas não chorava porque dizia a mim mesma que ela só estava um pouco atrasada e que vai amar minha maquiagem, a qual eu demorei muito para fazer, quando chegar.

"Apple?" Ouvi uma voz atrás de mim, fazendo meu sorriso abrir de orelha a orelha, o que fez com que uma lágrima caísse. Limpei meu rosto rapidamente e me virei.

"Você veio". Afirmei olhando para ela. "Senta aqui comigo". Eu pedi, me virando novamente para ver o pôr do sol com ela.

"É linda". Darling falou. Meus olhos não pararam de lacrimejar e existia apenas um pequeno sorriso em meu rosto.

"Sim, a vista daqui é muito bonita". Eu falei fungando e olhando o horizonte, sem encara-lá.

"Não estou falando da vista". Ela falou virando delicadamente o meu rosto a ela é limpando minhas lágrimas cuidadosamente com as costas das mãos. Ela encostou lentamente nossas testas.  "Tem algumas coisa para me dizer Apple?" Ela perguntou suave.

"Eu juro, juro por tudo, juro que não tenho nada com o Alistar, eu nem sei de onde esse boatos surgiram". Eu exclamei. Ela assentiu com a cabeça.

"Eu acredito em você, meu amor". Ela disse. "Agora, pare de chorar, por favor" Falou ela sorrindo. 

"Você acredita em mim? Não está brava comigo?" Eu perguntei olhando-a nos olhos.

"Com você? Por que eu ficaria brava com você? Os únicos de quem tenho raiva são as pessoas que espalharam isso por aí". Ela falou.

"Você têm razão, a vista daqui é fantástica". Ela falou voltando a olhar o final do pôr do sol que restava no horizonte. Darling entrelaçou nossas mãos e me puxou para mais perto.

Sua outra mão limpou os resquícios de lágrimas que ainda estava nos meus olhos e ela me puxou para um amável beijo. Lento e apaixonado, minhas mãos pararam em sua cintura trazendo-a para mais perto de mim. Darling pediu passagem com a língua que eu prontamente concedi. 

"Você sabe que eu sou sua, não sabe?" Eu falei ofegante quando ela desceu a meu pescoço. "Apenas sua". Gemi quando ela mordiscou minha orelha. 

"Diga-me o porquê Apple". Ela falou segurando meu cabelo e intensificado às investidas sobre meu corpo.

"Por que você é a única que consegue me deixar ofegante desse jeito, Darl. Meu coração acelera e para ao mesmo tempo quando eu estou com você". Falei com dificildade e Darling voltou a minha boca. Me puxando mais a ela, estavamos tão próximas e Darling nos aproximava mais a cada instante que eu jurei que poderíamos nós fundir. Ela parou quando nos faltou ar e depositou um selinho em meus lábios.

Eu sabia que pertencia a ela com todo o meu ser, e também sabia que a queria só para mim, para sempre. Eu vou fazer qualquer coisa para que isso aconteça. É o nosso segundo dia de namoro e eu já tenho certeza de que trocaria meu reino por ela, isso com certeza é amor verdadeiro.

"Darling, acho que já está na hora de assumirmos nosso namoro oficialmente". Falei.


Notas Finais


Esses namoros adolescentes são muito intensos e cheios de burradas Rsrsrs. Eu pensei em fazer muitas coisas diferentes nesse Cap. É sério, eu tenho um caderno cheio de histórias alternativas para essa parte da fic, por isso e vários outros motivos eu demorei. Antes de vocês irem eu gostaria que lessem essa fala de uma Apple alternativa que é psicopata.

"Darl, todos esperam que eu seja alguém, mas eu não sou essa pessoa e existe uma possibilidade muito grande de eu sucumbir as trevas. Há sempre essa coisa na minha cabeça que me faz ser impulsiva e desesperada, chego até a ser descontrolada. Eu venho tentando evitar isso, quem eu sou de verdade, consigo ficar bem por semanas, mas nos últimos dias tenho vontade de fazer coisas terríveis por motivos fúteis. Qualquer coisa me descontrola, por isso eu sempre segui exatamente o que foi planejado para mim, porém desde que começamos a namorar tudo, tudo mesmo, muda o tempo inteiro e eu... Eu só não consigo mais. No começo do nosso namoro você me disse que se apaixonou por mim quando me viu salvando um coelho de cachorros, entretanto a verdade é que aquele era o Ball, um dos poucos coelhos que sobreviveram muito tempo no nosso jardim, eu o chamava de Ball quando pessoas estavam perto de mim, mas a sós ele era meu 'Puching Ball', meu saco de pancada. Sabe porque eu não fuji dos cachorros? Por que, ao contrário do que você viu e pensa, eu não estava com medo, pois eu sou a porra de uma psicopata. No começo, quando eu percebi que você tinha me acordado do sono profundo, eu sabia que tudo mudaria, por isso te ataquei quando você estava praticando, uma morte súbita teria sido melhor do que uma vida servindo o mal. Mas percebi que adoro, adoro machucar pessoas e vê-las sofrer, assim como eu fazia com meus coelhos na infância. Darling, você terá que decidir agora, decida se me ama mais do que tudo que acredita, está disposta a abrir mão da sua honra de cavelheira, de seus amigos, esta disposta a trair tudo por mim ou vai passar a espada pelo meu coração antes que eu destrua tudo que ama? "

Essa fala não foi bem desenvolvida, mas é bem louco, né? Comentem aí pessoal, realmente me ajuda s2.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...