1. Spirit Fanfics >
  2. Antes de ir >
  3. First

História Antes de ir - Capítulo 1


Escrita por:


Capítulo 1 - First


Fanfic / Fanfiction Antes de ir - Capítulo 1 - First

Lauren POV

Acordei com a cabeça latejando de dor, depois de passar mais uma noite na rua com Dinah bebendo,e fazendo tudo o que tínhamos direito.
Tem sido assim a bastante tempo já. Na verdade, foi ela quem me arrastou pra essa vida de farra,porque eu não era assim.Eu nunca fui, até ficar solteira. De novo .Solteira de um relacionamento ping-pong durante muito tempo, com a mesma pessoa. No auge dos meus 26 anos de idade, eu me vejo como uma pessoa cheia de responsabilidades, correta e focada.Porém hoje, reconheço que dois anos atrás, eu era extremamente imprudente com relação aos meus sentimentos.Eu nunca havia tirado um tempo só pra mim. Sempre que saía de um relacionamento já me enfiava em outro. E acho, que de certa forma, era assim que eu preenchia os meus espaços vazios. Talvez tenha sido o método mais errado e burro do mundo,eu sei. Mas quando a gente sofre por amor, ou qualquer outro tipo de sentimento que traz angústia e dor, não pensamos muito. Então, qualquer alívio que vier, mesmo que momentâneo, serve. A verdade é que traumas geram medos,  inseguranças , e sensações diversas de incapacidade.Traumas desenvolvem tantas coisas. Algumas às vezes tão imperceptíveis, difíceis de indentificar o que está mais danificado, em nós mesmos. Qual parte nossa precisa  de ajuda, atenção. Tantacoisa aconteceu até o meu eu acordar pra vida, e  entender , que o quê era melhor pra mim mesma, era só.Eu.

Dinah chegou no momento certo, na hora certa. Em partes, ela é a quem devo um pouco do meu amor próprio. Nós somos tão amigas que as pessoas estranham o nosso tipo de amizade. Mas é um jeito tão único, e nosso , que o quê os outros pensam, não passa apenas de uma enorme interrogação.

- Mi amor, levanta dessa cama, e vai fazer um café bem forte pra gente, vai. Tô morrendo de ressaca 

Dinah não tinha um pingo de vergonha na cara de me pedir isso. Eu não tinha nem aberto o meu olho todo, e ela já estava encima pedindo. Pelo menos pediu dessa vez. 

- Lauren

Gritou com o rosto enterrado no travesseiro :

- Aí, não tô podendo gritar, minha cabeça está explodindo. 

Levantou um pouco o rosto do travesseiro e me olhou :

- Não finge que me não ouviu não! Vai lá, faz o nosso café forte, por favor.

Fiquei calada tentando acordar aos poucos. Ela continuou falando:

- Depois do café, vou tomar um banho e prometo ir na padaria pra você.

Coloquei a mão na minha testa respirando fundo, com minha cabeça latejando também. Ela continuou falando :

- Se me ignorar,não ganha nada mocinha

Abri os olhos na hora, mesmo a contragosto. Ir a padaria era quase um culto sagrado pra nós duas. Apesar de não morarmos juntas, ela sempre vinha pro meu apartamento. E sempre, sempre passava por lá e trazia algo de bom para comermos juntas. Eu senti a inquietação dela na parte mais baixa da minha cama, e antes de ouvir outra reclamação, respondi:

- Primeiro bom dia 

Bocejei de sono com a mão na boca abrindo os olhos. Levantei um pouco a cabeça, e pude ver o bichinho preguiça mandão, cheio de ressaca olhando pra mim esperando uma resposta:

- Exageramos ontem hein? - Estreitei os olhos em direção a ela - Eu disse para tomarmos um engov antes de começar a bebedeira, justamente para evitar isso aqui ó - disse apontando minha cabeça - Mas você não me escuta - fiz uma careta que consequentemente doeu minha cabeça - Não sei porque eu  ainda te dou corda.

Reclamei gemendo um pouco de dor. Minha cabeça estava bem pesada. Ajeitei meu travesseiro em minhas costas e continuei:

- Eu concordo com você, que precisamos de um café bem forte. Só não estou de acordo, com a parte de que sou eu quem tem que fazer - dei um meio sorriso pra ela, que sorriu de volta balançando a cabeça. 

- Se você quiser provar um café com gosto de tudo, menos café, eu posso fazer. Mas aí eu gastaria o pó atoa, a água atoa, o meu tempo em pé atoa. E ninguém aqui quer isso. Queremos agilidade. Então anda, vamos ir se escorando até chegar na cozinha, porque tudo o que eu quero agora é tomar esse bendito café.

Disse me puxando me abraçando pelo tronco levantando da cama, e passando o braço dela no meu pescoço pra se apoiar. Quase caímos. Porque afinal de contas, além da ressaca, ainda tínhamos no sangue, o gin com tônica, junto a todos os drinks de ontem. Fomos cambaleando até a sala, assim que chegamos perto do sofá Dinah se jogou como rosto nas almofadas, e por lá ficou. Eu sorri balançando a cabeça, e dei um tapa fraco nas costas dela. Que novamente, reclamou. Me sentei no chão próximo ao sofá, e escorei a cabeça no estofado dele respirando fundo, e fechando os olhos. Dinah levantou um pouco o rosto no sofá e olhou pra mim. Mesmo com os olhos fechados,eu sabia que ela estava me olhando

- O que foi ? 

Perguntei, mas já sabendo qual seria a pergunta. Era só eu ficar quieta que ela sempre queria saber como eu estava.

- Você está bem ? Não estou falando da bebida. Porquê disso, eu sei que você está tão fodida quanto eu.

Eu abri os olhos, e vi ela me olhando com um meio sorriso no rosto. Balancei a cabeça positivamente e sorri também.

- Mesmo ? 

Perguntou agora meio preocupada, com os olhos mais abertos. Balancei a cabeça fazendo que sim novamente.

- Tudo bem então. 

Ficamos um pouco em silêncio até ela resolver falar de novo. Quem fala tanto estando de ressaca ( ???) 

- Mas se você não falar alguma coisa com a boca, e direito, eu vou me preocupar, e dar um chute nessa sua bunda branquela.

Eu me levantei rindo e dei um beijo na cabeça dela, e fui fazer o café. 

 

 

 

 

 

 

 


Notas Finais


Espero que gostem, beijos🥰♥️


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...