História Antes do pôr do sol (Malec One shot ) - Capítulo 1


Escrita por:

Postado
Categorias Shadowhunters
Personagens Alexander "Alec" Lightwood, Clary Fairchild (Clary Fray), Hodge Starkweather, Isabelle Lightwood, Jace Herondale (Jace Wayland), Jocelyn Fairchild, Magnus Bane, Personagens Originais, Raphael Santiago, Sebastian Verlac (Jonathan Christopher Morgenstern), Simon Lewis, Valentim Morgenstern
Visualizações 113
Palavras 1.275
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Lemon, LGBT, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo, Spoilers
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Djkdvdkbskd

Olha eu aquiiiiiiuiu
Mxjx mx xnxv



Jzbdkvrk
Hshdndjidh
Jshdkkdbd



Desculpa, eu bebi toddynho da casa do juninho
Acho que tava estragado
Bsmxbxkvxkzbzjx

Karakique

Sjfmzkxhkhd

Perdão os erros ortográficos

Capítulo 1 - Único


Fanfic / Fanfiction Antes do pôr do sol (Malec One shot ) - Capítulo 1 - Único

Eu estava prestes a me casar

Estava ali destruindo minha vida 

Por conta da minha família 

Da "Fama" deles

Eu não amo ela

Ela só quer dinheiro 

Ela e uma piranha sem coração 

Eu tenho atração por magnus

Não por Lydia

Eu iria colocar o anel nela até que a porta faz um barulho alto chamando atenção de todos presentes 

Era ele 

Magnus estava ali

Ele veio....

Lydia olha surpresa e irritada 

Izzy sorri docemente e feliz 

No meu pensamento eu grito

De felicidade 

- O que esse nojento faz aqui?

( Primeiro vocês não devem estar entendendo nada, bom, meus pais não gostam de magnus, pois ele se assumiu gay e sua mãe era da igreja ou seja, levava ele junto, sua mãe o aceitou, mas eu não me assumi. Minha mãe quer que eu me case com Lydia por ela ser a filha do pastor, acha que assim, teremos um futuro e... filhos? Eca! Não consigo nem raciocinar quando penso nisso, é nojento, porra, eu sou gay!! )

Flasback on

- Não mãe!!! Eu não vou me casar com aquela interesseira!!

- Alec Lightwood!! 

- Filho, eu e sua mãe só queremos seu bem.

- Vocês querem o bem da porra do dinheiro de vocês!!

- Alexander Lightwood Olha a boca! Você é mais nojento que magnus bane!!!- me olhou com desgosto - vai para o seu quarto agora e só saia na hora da janta, e reflita bem sobre o que disse!! 

Vira as costas e vai pra cozinha

Seu pai chega perto dele e quando iria falar é interrompido

- Ao em vez de querer me bajular, nem fala nada, Maryse não precisa de tempo e sim de olhos e juízo, e você - olhei-o bravo - sinto nojo pelo que está fazendo a traindo com a Luísa, reflita bem no que está fazendo

Disse já subindo ao meu quarto e me jogando na cama

Comecei a chorar e lembrar dos meus momentos junto com magnus 

Sempre que estava triste com esses tipos de momentos com a família era ele que me animava

- Quer saber? Foda-se a porra da igreja e a porra do pastor junto com a merda da filha dele!

Disse levantando e logo trancando a porta 

Ligo para magnus

- Alô, Alexander?

- Magnus, Eu te amo!

- Eita, informação demais, isso é um trote? 

 - Estou falando sério, eu não quero me casar, eu quero você!

Eu estava soluçando tanto que nem eu mesmo me entendia, mas, magnus sim...

- Alexander!!

- Eu preciso ir, mais uma vez, eu te amo, por favor eu não quero me casar com a lydia...

Desligo e coloco o celular em meu bolso descendo

Começamos a jantar e a única coisa que coloquei na boca foi um suco 

- Não vai comer - Perguntou Robert, meu pai.

- Com um casamento destruindo minha vida? Não obrigado, pretendo morrer de fome.

Maryse solta um suspiro e larga os talheres no prato 

- Alec, eu...- interrompi levantando o dedo indicador na altura de seu nariz

- Não, não profira mais uma palavra, pense no que esta fazendo com a vida de seu filho, isso não é legal... perdi o apetite 

Disse e larguei o copo na mesa subindo para meu quarto

Flashback off

E agora

O dono de todos os meu sonhos

De todas minhas distrações 

Estava ali 

Me salvando da dragoa loira 

Maryse foi chegando perto

- Magnus, abandona já este casamento se...- ele interrompi minha mãe 

-Por favor Maryse, isso é entre eu e seu filho.

Eu o olho e olho para lydia que estava tentando ser sedutora

- Você não vai deixar essa loira gostosa por um pedaço de gente como aquele vai? 

- Fala assim do magnus de novo e eu desço minha linda mão no seu rostinho bem formado.

- Ele é apenas um lixo.

Isso foi o ápice para que eu empurrasse lydia fortemente fazendo-a cair para trás apoiando o braço no chão e estralando os mesmos

Todos olham assustados 

- Fale do magnus mais uma vez e eu te empurro pro inferno vadia

Olho com ódio 

Falo em alto e bom som 

- Ah, vocês achavam que por ela ser filha do pastor ela é um anjo? Ela já disse na minha cara que só quer um teto chique morar em paris e dinheiro, diz que odeia as orações chatas, chinga as pessoas pelas costas quando termina de falar com elas, e ontem, eu passei em frente a uma boate voltando do mercado, e ela estava se agarrando com o próprio irmão na porta. Ainda acham a Lydia um amor de pessoa? 

Ela fica vermelha de vergonha e todos olham surpresos e desgostosos, principalmente seu pai

- E, quer saber? Eu sou gay!

Me olham assustados 

- Provavelmente depois dessa grande bomba meus pais vão me expulsar de casa, mas eu não ligo!

- Quem eu amo de verdade e pretendo me casar com todo meu coração futuramente - olho primeiro para meus pais depois para todos vendo os mesmos com cara de dúvida querendo saber o que eu ia dizer - Magnus Bane

Ele sorri pra mim e, puta merda, que sorriso

Desço do altar e ando até ele 

Maryse me para

- Alec Lightwood, você não pode fazer isso.

- Cala a boca.

Tiro sua mão do caminho e caminho até magnus agarrando em seu terno o beijando logo em seguida

Esse com certeza era o melhor beijo da minha vida 

Nossas línguas estavam em harmonia numa dança desesperada

O ar faltou e eu sorri pra ele sendo retribuido

Logo depois pego em sua mão o puxando para o altar

Vou até lydia que estava em pé e pego sua mão retirando o anel que ela mesma colocou e depois passo a blusa tirando escamas de piranha 

Coloco o anel em magnus e recoloco o meu 

Como ninguém tinha assinado o papel ainda, usei meu apagador de caneta e tirei o nome lydia colocando magnus logo em seguida 

Assinei abaixo do meu nome e dei a caneta para magnus

Ele sorriu segurando minha mão e com a sua direita livre ele assina abaixo do seu

Pensei que o padre não iria gostar mas ele sorriu e para minha surpresa disse

- Muito bem meu rapaz, prefiro um casal gay do que a tal lydia, ela ja ameaçou muitas garotinhas da igreja, o que precisarem podem contar comigo 

Disse me dando um papel com seu número que eu tive o prazer de guardar sorrindo e então ele leu em voz alta

- Alexander Lightwood e Magnus Bane estão oficialmente e juridicamente casados! 

Sabendo tudo sobre lydia todos bateram palma

 Depois da festa já em casa

- Que bagunça 

Disse eu colocando a minha box preta e minha calça moletom azul ficando sem camisa

Eu estava no apartamento de magnus, assim que cheguei em casa, nem esperei meus pais chegarem então peguei minhas coisas e vim morar aqui

- Nem me diga 

Magnus ao contrario de mim estava com uma box azul e com uma blusa preta sem calça  ( parece até combinado ksks )

- Eu tenho uma idéia 

- Qual? -disse em dúvida 

- Vamos fazer amor Alexander, antes do pôr do sol 

- Ótima idéia 

Como eu ja estava deitado magnus subiu em cima de mim e começou a rebolar em meu membro ainda coberto pela moletom aquecida

Arfei pequenos gemidos o que fez ele aumentar o ritmo

Logo ele tira nossas roupas com facilidade ainda pincelado meu membro contra seu ânus 

- A-ah, s-sem tortura mags..

Ele sentou sem aviso prévio arrancando gemidos altíssimos de ambos

Eu fiz primeiro provocações depois comecei a estocar fundo forte e rápido escutando seus gemidos deleitosos que me davam ainda mais prazer

Gozei dentro dele agradecendo que homens não possuíam úteros 

Ele deitou em meu lado e passou uma coberta fina e fresca nos dando uma ótima soneca ao por do sol em nossas faces 

Por toda minha vida sonhando

Agora que é realidade 

Eu transei mesmo com magnus

Antes Do Pôr Do Sol 





Notas Finais


Aaaaaaaa
Aaaaaaa
Aaaa

aaaaaa
AAAAA
OS EFEITOS DO TODDYNHO NÃO PASSOU
O QUE FAÇO

MEU SANTO GOD OF DESTRUCTION


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...