História Antes que tudo acabe (Jikook) - Capítulo 2


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Tags Drama, Insinuação De Sexo, Jikook, Romance, Yaoi
Visualizações 49
Palavras 1.175
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Drama (Tragédia), Ficção Adolescente, Hentai, LGBT, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Adultério, Álcool, Bissexualidade, Drogas, Heterossexualidade, Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Sexo
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


Espero que gostem

Capítulo 2 - Decisões


Fanfic / Fanfiction Antes que tudo acabe (Jikook) - Capítulo 2 - Decisões

-Como assim não tem boas notícias para me dar? –Jimin falou desesperado e se levantando da cama mas logo se sentou novamente, pois estava conectado no soro e tinha o seu corpo todo dolorido.

-Bom é que...

-Fala logo doutor! –Falou Jimin se exaltando, ele estava muito nervoso lágrimas já escorriam do seu rosto.

-Toda a sua família foi assassinada. –O doutor falou alto e friamente.

-O que? –Jimin falou chorando. –O que você disse?

-Toda a família Park foi assassinada naquele dia, você foi o único sobrevivente talvez, eles pensavam que você tinha morrido, pois, você foi baleado no peito, do lado do coração.

-C-como a-assim aquele dia? –Jimin perguntou olhando para as mãos sem acreditar.

-Você entrou em como há 3 semanas, foi o único que sobreviveu, seu pai morreu há 2 horas então você poderá vê-lo.

Para Jimin o mundo tinha desabado, não podia acreditar em tudo que estava acontecendo com ele, pensou que era mentira, que tudo aquilo não passava de um sonho, queria acreditar que nada estava acontecendo de verdade com ele, mas não deu certo, a ficha ainda não tinha caído para Jimin, ele não estava acreditando naquilo que estava acontecendo com ele.

-Jimin? –Falou o médico o tirando dos seus pensamentos. –Você terá que assinar um documento, já que consegui sobreviver, terá que assinar esse papel de responsabilidade pelo falecido, e você também terá que assinar o atestado de Óbito, como você foi o único que sobreviveu terá que se responsabilizar pelo corpo.

-Por que isso? Por que isso tá acontecendo? Por que? Por que todos tinham que morrer? Por que vocês deixaram ele morrer? Vocês não cuidaram deles de verdade, vocês deixaram eles morrerem! Você simplesmente acha que pode fazer o que quiser e que deixando eles morrerem, vocês ganhariam mais dinheiro! –Jimin estava triste, com raiva, confuso. Na verdade ele não sabia o que ele estava sentindo, só sabia que queria descontar a sua raiva em qualquer um que aparecesse em sua frente.

-Não se preocupe, mais tarde você terá consulta com o Psiquiatra, ele te responderá todas as suas perguntas –Falou o médico de uma maneira sarcástica, dando um meio sorriso e olhando para o lado. –Você também terá que dá um depoimento à polícia e possivelmente um retrato falado.

Jimin somente olhou parar o médico e assentiu, logo após isso o médico se retirou da sala. Jimin se sentiu solitário, ele chorou, se sentiu sozinho, não sabia o que estava acontecendo com ele mesmo, ele estava confuso e a única coisa que ele queria fazer era sair sem rumo e simplesmente sumir, ele não queria acreditar, mas infelizmente era verdade, toda a sua família tinha morrido, e ele não podia fazer nada, ele viu sua família sendo morta, mas ele não pode fazer nada, ele queria, mas não fez.

[...]

-Então você não lembra de mais nada do que aconteceu? –Perguntou o policial.

-Bom... a única coisa que eu me lembro é de ter visto uma tatuagem de uma cobra em seu pescoço.

-Uma tatuagem de cobra no pescoço certo?

-Sim. Me desculpe mas foi a única coisa que eu consegui ver.

-Bom. Tenho que lhe avisar uma coisa, toma cuidado com todos que tenham essa tatuagem no pescoço, pois os mesmos, participam de uma gangue que se chamam: víboras. Eles não são mau pessoas, somente com aquele que colocam a gangue em perigo, mas individualmente, são inofensivos.

[...]

Jimin ON

Finalmente recebi alta daquele hospital, mas, minha família. Bom já tem 1 semana que meu pai morreu, então eu não preciso ficar assim para o resto da vida, mas, mas nada.

Telefone toca.

-Taehyung?

-Eu mesmo.

-Por que tá me ligando as 21:30?

-Desde de quando você se importa a que horas eu ligo?

-É que eu não estou em bons dias.

-Eu sei, depois que o seus pais morreram... Porque não saímos para você esquecer isso?

-Eu não estou afim.

-Desde de quando isso?.. Continuando, eu já estou aqui.

Bip Bip

Droga! Ele já está aqui. Será que ele não percebeu que eu quero ficar sozinho?

Bip Bip

-Já vai! Já estou indo!

Bip Bip

-Vem logo Jimin!

Arg... Odeio quando ele faz isso.

-Vem logo Jimin!

-Já estou indo!

[...]

Chegamos em uma boate, era tudo preto, tinha algumas luzes, mas poucas, havia garotos e mulheres dançando. Os homens estavam usando calças pretas apertadas, e blusas pretas bem apertadas e um pouco transparentes. As mulheres usando Calças légs. e uma camisa aberta de botões mostrando uma parte dos seios.

Jimin OFF

-Gostou desse lugar? Sempre venho aqui.

-Sempre soube que você gostava de festas, mas não sabia que você vinha a lugares desse nível.

-Como assim desse nível.

-Não sabia que você frequentava lugares cheio de prostitutas, e cheio de homens se vestindo assim, sabia que gostava de festas mas não desse tipo.

-Deixa de coisa, depois que você conhecer esse lugar tão bem quanto eu, você sempre vai querer voltar

-Conhecer esse lugar tão em quanto eu. Hum.

Um rapaz com aparência bonita se aproxima de Taehyung e o beija na boca. Foi um beijo calmo e sem pressa. Jimin já estava ficando com nojo daquela cena. Eles pararam de se beijarem.

-Jimin, esse é o Jung Hoseok, meu namorado, mas você pode chamar ele só de Hoseok.

-Anram –Falou enojado e sem prestar atenção –Pera! Você tem namorado?! –Falou surpreso depois d perceber o que tinha acabado de ouvir

-Tenho, mas como eu esperava que você tivesse essa reação, eu não tinha contado antes.

-Qualquer coisa, eu aluguei um quarto aqui na boate, se quiser passar por lá. –Falou Hoseok, beijando Taehyung, novamente calmo e sem pressa, logo após de se beijarem, Hoseok subiu para o lugar dos quartos e Taehyung e Jimin voltaram a beber. Jimin ficou conhecendo o lugar, já tinha beijado na boca de 5 garotas e 2 rapazes, ou seja, estava aproveitando bastante o local. Depois de beber, conversar e beijar Jimin estava feliz da vida dançando como se nunca tivesse dançado, dançava, como se o mundo fosse acabar, naquele exato momento.

-Jimin, vou subir lá para cima. Se precisar, pergunte em que quarto estou e bata antes de entrar, só entre quando eu autorizar.

-V-v-viu –Falou gaguejando e embriagado.

-Espero que tenha entendido.

[...]

#AlertaDeHentaiVocêFoiAvisado.

Jimin subiu as escadas que dava acesso ao lugar dos quartos se informou onde era o quarto do amigo, e apareceu lá. Chegou perto da porta e ouviu um barulhos estranhos seguidos de gemidos que diziam.

-Vai Hobi, vai Hobi, mais rápido.

Jimin abriu a porta levemente e viu seu amigo Taenhyung subindo e descendo, logo após viu que aquilo a qual o amigo estava subindo e descendo era um membro ereto. Logo após viu o amigo se deitando e.. E ele fechou a porta e acabou não vendo mais nada, ele viu que seu amigo estava se divertindo e aproveitando bastante, então ele decidiu fazer o mesmo. Ele foi beber e acabou encontrando com um tal de Yoongi, o qual acabaram indo para o quarto aproveitar a noite.

 


Notas Finais


Gente eu sei que o titulo nao tem nada haver com a historia mas eu estava sem criatividade para titulo então foi iso, espero que tenham gostado.😊
Comentem, Favoritem, Adicionem
[NÃO REVISADO]


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...