1. Spirit Fanfics >
  2. Ao Acaso Te Encontrei >
  3. Furacão

História Ao Acaso Te Encontrei - Capítulo 12


Escrita por:


Capítulo 12 - Furacão


Fanfic / Fanfiction Ao Acaso Te Encontrei - Capítulo 12 - Furacão

Haviam voltando para Ottawa,os dias em Paris foram melhores do que Sakura viverá em anos,pode conhecer lugares que ainda não tinha conhecido por mais que morasse lá e,sem contar em todas as noites de luxúria que passou ao lado de Madara,não teve um dia sequer em que eles não se embebedaram um do corpo do outro. 

Não queria retornar a sua rotina por nada,queria apenas estar do lado do homem que amava,se sentia em um dos livros de romance que lia. 

Sakura estava desfazendo suas malas quando viu o objeto nas laterais de sua bolsa,Madara havia esquecido seu celular com ela e por mais tentada que estava Sakura preferiu não invadir a privacidade do Uchiha. Tomou um banho demorado estava com saudades de sua casa,assim que saiu do banheiro ainda com uma toalha enrolada no corpo olhou novamente o celular como se estivesse sentindo algo de estranho e foi então que ele tocou o nome escrito lhe chamou atenção...

" histérica " 

Pensou e repensou até que atendeu.


- Até que enfim! Estou a dias tentando falar com você,porque não me disse que ia a Paris? - A voz feminina não lhe era estranha. Sakura estava intrigada e com uma sensação paranoica estranha - Madara? - chamou novamente. 


- Madara não está! Quem gostaria de falar com ele? 


- Karin,a namorada dele! - Sakura paralisou,ficou completamente  abespinhada com aquilo - E você quem é? A secretaria? 


- Antes fosse! 


Desligou o celular e se trocou tão rápido que nem sabia que conseguiria fazer tal ato. Chamou um táxi e passou na casa de Madara estava impaciente,queria tirar aquilo a limpo com o Uchiha. Quando chegou em frente a casa dele estava tremendo, não sabia se era medo do que ela poderia ouvir ou fúria.  Bateu na porta repetidamente e impacientemente até que ele abriu. Estava sem camisa,apenas com uma calça de moletom preta ostentando aquele corpo glorioso,teve que respirar fundo para não esquecer o motivo de sua ida até lá. 

Entrou na casa e esperou que ele fechasse a porta.


- Já está com saudades de mim? - Ele riu cínico cruzando os braços em frente ao peito .


- Não! Vim aqui para que você me conte uma coisa. - Ele se aproximou um pouco. 


- Diga... - Antes que Sakura pudesse falar ouviu o som da campainha tocar freneticamente. Madara abriu a porta e um vulto de cabelos vermelhos passou pela porta agarrando-se nele. 


- Senti tanta saudades de você,meu Uchiha preferido! - Madara ergueu as mãos em sinal de "pare" estava chocado também com o que estava acontecendo e Sakura estava mais ainda. 


- Me solte,Karin! - Karin... O nome veio a mente de Sakura junto com um balde de água fria - Pare,já chega! - Ele a empurrou.


- Mas... - Os olhos da ruiva finalmente se fixaram aos de Sakura,se encararam por alguns segundos até ela abrir novamente a boca e soltar sua voz irritante - Quem é ela,Madara? 


- Quem sou eu? - A voz de Sakura finalmente saiu em tom de deboche. Madara não tinha expressão nenhuma em seu rosto,não estava preocupado. 


- É quem é você!? - Karin gritou para Sakura colocando a mão na cintura. A rosada cruzou os braços e olhou para os lados tentando manter sua postura.


Madara estava quase se divertindo com a cena,sabia que Sakura estava irritada e queria que desse alguns avisos a Karin.


- Eu sou a namorada do Madara! - Mostrou sua mão a Karin ostentando o anel que o outro havia lhe dado - Mas agora estou em dúvida,se sou a única.


- Até parece que ele iria ficar com uma.. uma - Tentou procurar as palavras- Sem graça como você! 


Sakura iria responder se Madara não tivesse interrompido,sua paciência estava indo para o espaço. 


- Karin essa é a Sakura,minha namorada! - Karin arrumou os óculos também vermelhos em seu rosto apenas para encarar direito - E Sakura essa é Karin que acha que é minha namorada! 


Sakura bufou,como assim?


- Acho? Mas você me ama... - Karin dizia tentando se aproximar enquanto Madara se esquivava. 


- Eu nunca lhe disse isso,Karin! - olhou para Sakura que estava se remoendo com aquilo - Sakura,você pode por favor subir até meu quarto e esperar um minuto? 


- Para que? Para você poder ficar com ela? Claro,Madara. Por que não? - Ela o olhou nervosa. 


- Por favor! - Sakura deu mais uma olhada de cima a baixo em Karin,virou as costas e subiu as escadas que conhecia muito bem o caminho. Não demorou mais que dez minutos e Madara já estava entrando no quarto em que Sakura entrou. 


- Ela o considera muito não é, "meu Uchiha preferido " - Sakura levantou da casa e pronunciou cinicamente. Madara tentou se aproximar mais da garota - Não toque em mim! 


- Tudo bem. - Madara levantou as mãos em sinal de redenção saindo de perto da rosada.


- Não irá se explicar? Agora tens amantes? - A voz saiu mais elevada do que imaginava. Madara riu. Estava rindo? Estava rindo da situação enquanto Sakura estava irritadissima? - Eu vou embora! 


Tentou caminhar até a porta mas foi segurada pelo braço. Olhou novamente para Madara que já não estava mais com nenhum resquício de humor em sua face. 


- Quando ia me contar sobre ela? 


- Sakura - A voz saiu amena - Não há nada para contar sobre ela. Nós não temos nada,nunca tivemos! 


- Ah.. E como explica aquilo que ela fez hoje? E como explica a ligação que atendi de seu celular? 


- Atendeu meu celular? - Madara a fitou. 


- Sim,eu atendi e quem ligou foi aquela louca de cabelo vermelho! - Madara estava tão calmo que nem parecia estar em uma situação como aquela. 


- Karin é filha de um sócio antigo meu,eu a conheci num jantar com os pais dela. Eles queriam que nos noivassemos para juntar as empresas,mas eu não preciso disso e nunca quis ficar com ela. - Sakura estava um pouco amena mas seu olhar ainda estava desconfiado - Desde o dia que ela soube que o pai queria juntar ela comigo,ela passou a me procurar na empresa,a me ligar e se denominou a nova senhora Uchiha. Mas você tem que entender... eu e Karin não temos nada,ela é só uma louca histérica que eu não quero tratar mal por respeito ao pai! 


- Hump ! - Sakura virou novamente a rosto tentando ignorar Madara. Ele poderia ter avisado antes e poupado tanto estresse,poderia ter lhe dito que havia uma garota obcecada por ele. - Você,jura? 


- Eu juro Sakura! - Madara a olhou da forma mais branda possível,como ele conseguia causar tais reações que fazia Sakura mudar seus sentimentos de hora para outra. - Vem cá...


Madara a puxou para um abraço e um beijo calmo. 


- Sinto muito,por ter te deixado com ciúmes de mim! - Ele disse ainda abraçado nela.


- Eu não estava com ciúmes de você! - Revirou os olhos.


- Estava sim! - Depositou um beijo em cada bochecha ruborizada de Sakura. - Você fica ainda mais linda bravinha! 


Madara preparou um almoço para Sakura e depois a deixou na universidade. Voltariam a rotina normal,ou não tão normal assim. Já que assim que Sakura entrou no campus notou os diversos olhares sobre ela. Tentou apressar o passo para encontrar Ino,mas sua "amiga" já estava bem ao seu lado quando menos esperou.


- Por que não me contou?? - Ino perguntou histérica e em êxtase.


- Contei o que? - Ela me entregou uma revista que constava uma foto minha e de Madara em um restaurante que visitamos em Paris.


- Isso AQUI Sakura - Apontou o dedo para a foto - Eu sou sua melhor amiga,mereço saber. Você nem me avisou que tinha voltado a Paris! Quando isso aconteceu?


- Eu não tinha que te avisar,Ino. - Tentou ser o menos grossa possível, conviver com Madara estava finalmente mostrando seus efeitos  - Isso aconteceu,quando você me largou com um garoto em um bar e,eu fui assaltada e não recebi nenhuma ajuda da minha "melhor amiga" - O tom de sarcasmo em sua voz era nítido. 


- Me perdoe,Sakura. Eu realmente achei que vocês estavam se dando bem e,quando você me ligou achei que estava apenas arrumando um jeito de sair de lá. E eu queria muito que você tentasse coisas novas... - Ino abaixou a cabeça visivelmente arrependida. 


- Me forçar a ficar com alguém,não é experimentar coisas novas... - Lembrou de como foi experimentar coisas novas com Madara e quase arfou- Mas,está tudo bem,já passou...


- Que bom,agora por favor,me conta tudo... 


Entraram no grande salão de entrada da Universidade,Sakura não era de guardar rancor e conhecia a amiga para saber que ela não fez aquilo por mal. Contou sobre os detalhes que a  fizeram amar ainda mais Madara e Ino a contou de que todas as garotas do campus desenvolveram um novo tipo de reação ao ver Sakura . Algumas não se importavam,já outras queriam que ela queimasse em uma fogueira para bruxas.





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...