História Aonde mora a felicidade? - Capítulo 14


Escrita por: ~

Postado
Categorias Camila Cabello, Harry Styles, Jensen Ackles, Kim Nam-joon / Rap Monster, Shawn Mendes
Personagens Camila Cabello, Harry Styles, Jensen Ackles, Personagens Originais, Rap Monster, Shawn Mendes
Tags Love
Visualizações 23
Palavras 579
Terminada Sim
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 12 ANOS
Gêneros: Ação, Drama (Tragédia), Romance e Novela
Avisos: Suicídio, Tortura, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 14 - Não atire, morra


— SURPRESA!- disse ele dando gargalhadas.

— Nos deixe em paz, vão embora- gritou Shawn.

— Ora, ora, o imundo está falando. Eu disse para enfiarem a faca mais fundo até saírem suas tripas.

— CALE A BOCA - gritei.

— Vamos, agora.

— Eu não vou com você, me deixe em paz.

— Como é que é? Eu tive dó de você e te tirei daquele orfanato. Você era uma pobte, não tinha nem onde cair morta. Te dei casa, comida, educação de qualidade e tudo oque você queria. Podia ter deixado você apodrecer naquele lugar, você só me trouxe desgosto.

— Nos deixe, vá embora!- interviu Shawn.

— Cale a boca seu animal.

Segurei mais firme a mão de Shawn, ele percebeu oque eu queria. No momento em nos viramos, meu pai sacou uma arma.

— Corram e morram, inúteis.

Me lembrei da arma do guarda, ela estava dentro do bolso do calça de Shawn. Dei um passo para trás, fiz que ia abraçar Shawn pela cintura, peguei a arma e apontei.

— ISSO É SÉRIO?- perguntou o rei em tom de deboche.

— Vocês acham que eu vim sozinho? Trouxe minha tropa inteira. Um apito e eles aparecem.- ele apontava para um apito em seu pendurado em seu pescoço.

— Desculpe, no jogo da vida ou você mata ou você morre -disse.

Segurei a arma, saquei e atirei. O tiro acertou o braço e o apito soou.

Os soldados saíram correndo de todos os cantos da floresta e começaram atirar. 

Eu e Shawn saímos correndo, nunca corremos tanto em nossas vidas. Atravessamos a mata do outro lado de onde estávamos e chegamos em outro vilarejo. 

No momento em que entramos, minhas pernas tremiam e as pessoas paravam de fazer oque estavam fazendo para nos olhar. 

Estavamos sujos, faziam exatamente 4 dias que não tomávamos banho por falta de roupa. 

Atravessamos a rua e fomos nos sentar no banco de uma pequena praça. 

— Qual o nome desse lugar? Tive a impressão de estar aqui - perguntou Shawn sem fôlego.

— Eu não faço a mínima idéia, não havia nenhuma placa informando o nome.

Ele e levantou e foi perguntar para um senhor que lia um jornal em um banco bem afastado do nosso.

— Se chama Hoseok, vilarejo Hoseok. É onde minha vó por parte de mãe mora.

— Sério? Vamos pra lá, agora.

Ele me puxou e segurou minha mão. Enquanto caminhávamos as pessoas reparavam em sua barriga que estava de fora, eu o encarava e ria.

As ruas eram pedregosas e as casas e lojas de comércio eram todas iguais, todas eram de madeira e era de cor laranja ou amarela. Paramos em frente a uma casa velha de madeira, sem cor e sem vida.

— Pelo que eu me lembre, é aqui.

— Vamos bater na porta.

Subimos dois degrais e Shawn bateu na porta, dois minutos depois uma senhora de idade muito pequena e usando um vestido vermelho florido saiu para atender.

— Shawn? Meu neto é você? - perguntou a velhinha.

— Sim vovó, sou eu - respondeu Shawn a envolvendo em um abraço.

— E essa?

— Essa é Camila, minha namorada.

Namorada, a que maravilha era ouvir aquilo.

— Prazer - respondi.

— Entrem, entrem- convidou a idosa.

Sua casa era bem simples tanto por fora quanto por dentro. 

— Sentem-se, vou fazer uma xícara chá- disse ela apontando para um sofá velho.

Quando me sentei, olhei para a mesinha de centro e vi um jornal com minha foto e de Shawn.

" PROCURADOS, A OFERTA PELAS CABEÇAS FOI AUMENTADA."

Meu pai foi mais rápido que a gente, agora parecia ser o fim de tudo.







Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...