História Apaixonada por meu melhor amigo - Capítulo 12


Escrita por:

Postado
Categorias MC Biel, Mc Hariel, MC Kevinho, MC Livinho
Personagens Mc Hariel
Tags Drogas, Festas, Mc Hariel, Romance
Visualizações 94
Palavras 817
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Crossover, Drama (Tragédia), Festa, Ficção Adolescente, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Bissexualidade, Drogas, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Mutilação, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 12 - 6


Fanfic / Fanfiction Apaixonada por meu melhor amigo - Capítulo 12 - 6

Assim que cheguei no portão avistei minha mãe e um homem conversando em frente à um carro que não era o dela. Assim que me viu ela sorriu e fez sinal para que eu fosse até ela.

Eu: oi mãe (falei a abraçando)

Mãe:oi querida. 

Eu: Vamos?

Mãe: sim mas antes quero te apresentar a uma pessoa. Esse é meu amigo Luiz nós trabalhamos juntos. 

Eu: é um prazer Luiz. Bom eu sou a mikaela. 

Luiz: é um prazer mikaela. Sua mãe fala muito de você. Bom agora só falta meu filho aí podemos ir. 

Eu: ok mas que é teu filho. 

Luiz: o nome dele é cristofer. Ele tá no terceiro ano.

Eu: sério? Nós somos colegas. Me dá um minuto que vou buscar ele.

Luiz: ah ok. Obrigado.

Sai andando em direção ao pátio da escola onde o cristofer estava com seus amigos. Me aproximei e parei na frente dele.

Eu: Vamos cristofer.

Cris: primeiro é Cris e segundo por que eu iria com você?

Eu: porque seu pai trabalha com minha mãe e não sei porque eles tiveram a incrível ideia de vir juntos. Então anda logo que ele tá esperando.

Cris: ta vamos logo então.

Estávamos saindo quando um dos garotos vem correndo e acaba me derrubando quando estará em mim. Olho pra cima e vejo cristofer rindo.

Eu: da pra me ajudar?

Cris: o que eu ganho em troca?

Eu: nada 

Cris: então fica aí

Eu: ta depois vemos isso agora me ajuda que minha perna ta doendo.

Cris : afs ta bom.

Cris me ajuda a levantar e me apoio nele. Assim que saímos em direção ao carro minha mãe vem até mim preocupada. 

Mãe: o que aconteceu?

Cris: um garoto esbarrou nela que caiu e bateu a perna.

Mãe: bom vamos então.

Nossos pais entraram na frente e tive que entrar atrás com o cristofer. Sentei perto da porta mas despois que saímos de frente da escola Cristofer se aproximou de mim. 

Cris: ta doendo muito?

Eu:não. Agora já tá melhor.

Cris: se não tivesse ido atrás de mim isso não tinha acontecido.

Eu: nada a ver eu poderia ter me machucado do mesmo jeito.

Cris: Vamos fazer assim em quando você não estiver 100%melhor eu te trago pra escola e depois te levo pra casa.

Eu: só vou aceitar porque briguei com meu melhor amigo e fiquei sem carona.

Mãe: querida você se importa de almoçar com o Cris e que mandaram mensagem e temos que voltar.

Eu: mas por que eu tenho que ficar na casa dele. Não é só me levar pra casa. 

Cris: ela vai ficar comigo não se preocupa que depois eu levo ela pra casa.

Mãe: Obrigado Cris. E chegamos.

Descemos do carro e Cris me ajudou a entrar afinal minha perna ainda estava doendo pra andar. Afs que saco. Devia ter ido pra casa sozinha. Assim nada disso teria acontecido. Que merda.

Cris: olha só eu sei que você não queria estar aqui mas não tem nada que possa mudar isso então tira esse bico da cara e vem vou fazer algo pra gente comer a não esquece que tá me devendo uma

Eu: teu cu cristofer eu não te devo porra nenhuma. 

Cris: ui que educada ela haha e já disse que é Cris 

Eu: foda-se vai continuar sendo cristofer e pronto. E agora falando sério. O que vamos comer?

Cris: tem lasanha é só esquentar.

Eu: sério. Amo lasanha. O que tá esperando pra esquentar logo?

Cris: afs calma. 

Ele põem a lasanha no forno e vai até a geladeira. Pega um suco e dois copos. 

Eu: é suco de que? 

Cris: morango 

Eu: pensando bem até que foi bom vir pra cá. Ksksksks

Ele põem as coisas na mesa e me serve. O almoço foi em silêncio. Depois que comemos me ofereci pra lavar a louça mas ele disse que não precisava. Então me levou pra sala e subiu me deixando sozinha. Depois de um tempo já estava entediada então resolvi ir atrás dele. Subi as escadas bem de vagar. Assim que cheguei no andar de cima ouvi barulho de um dos quartos e fui até ele. Assim que parei na porta abri e me deparei com ele deitado sem camisa. E meu deus que visão maravilhosa.

Eu: fiquei entediada e resolvi te procurar. Hum quer olhar um filme ou coisa do tipo? Ou só conversar? Qualquer coisa só não aguento mais ficar sozinha olhando pro teto.

Cris: não. Acho que vou te deixar olhar pro teto mais um pouco. 

Eu: afs por favor cristofer. 

Cris: ta bom deita aqui que tô olhando série.

Entrei no quarto e deitei ao seu lado. Ele está olhando uma série que eu costumo olhar e estamos na mesma parte. Tava prestando atenção na série e nem percebi que me aproximei mais do Cristofer. Quando dei por mim estava deitada em seu peito enquanto ele fazia carinho nos meus cabelos. Fiquei na minha afinal eu estava gostando. Já fazia um tempo que estávamos assim me virei de costas pra ele e fiquei deitada. Não lembro exatamente em que momento mad acabei dormindo 



Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...