História Apaixonada por um traficante - Capítulo 6


Escrita por:

Postado
Categorias Justin Bieber
Personagens Justin Bieber, Personagens Originais
Visualizações 1.091
Palavras 679
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Famí­lia, Festa, Ficção, Violência
Avisos: Adultério, Álcool, Drogas, Nudez, Sexo, Violência
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Capítulo 6 - Cap. 6


Fanfic / Fanfiction Apaixonada por um traficante - Capítulo 6 - Cap. 6

     ⚫JUSTIN DREW BIEBER 

-------ser minha essa noite. EU quero você na minha cama, está noite 

Disse e me Aproximei mais dela. Ela mantia seu olhar assustado sobre mim, e quanto mais eu me aproximavam dela, ela dava um passo pra atrás. Até eu a encurralar encurralar ela na parede..

--------Eu te dou 200 mil dólares por uma noite, agora, e em dinheiro vivo 

Disse com meus lábios próximos do seu. 

Mas antes de eu a beijar, eu senti o lado do meu rosto, quente. Sim, ela havia me batido. Fechei meus olhos tentando me controlar antes que eu pegasse a arma e estourasse com a vida dela. 

---------Eu não sou vadia, não sou o tipo de mulher que você está acostumado. 

Meus braços ainda em sua volta, estava me segurando para não ter que pegar a arma. 

-------quem você acha que eu sou 

Falei bruscamente apertado sua garganta. 

O ódio que eu sentia, era capaz de eu a matar na mão. 

------EM, REPONDE CARALHO 

Disse soltando seu pescoço e dando um tapa em seu rosto fazendo a mesma cair no chão. Me ajoelhei ao seu lado segurando seu cabelo, fazendo com que ela olhasse pra mim 

---------Nunca mais, você levante essa mão pra mim, está ouvindo? 

Perguntei e ela me olhava com seus grandes olhos azuis cheios de lágrimas 

-----Sim 

Falou trêmula e deixou suas primeiras lágrimas rolarem. 

Não me aguentei e dei um murro em seu olho direito 

--------Aiiiiiiiahh 

Gemeu de dor, e eu me levantei a olhando para ela que estava jogada no chão encolhida, enquanto sofria de dor. 

-------Você está demitida, e eu não irei pagar um centavo, e ai de você, se reclamar 

Quando estava pronto pra dar um chute em sua perna, a porta do escritório foi aberta. 

-------Justin, mano!  O que você fez com ela? 

Disse o Ryan assim que havio no chão

-------Me ajudar Ryan 

Sua voz sofrida e cheia de dor, pediu socorro 

Ele rapidamente veio ao encontro dela, enquanto ela tapava seu olho com uma das mãos. 

-------Deixa eu ver seu olho 

Disse Ryan, todo carinhoso. Quando ela tirou sua mão eu podia ver o estrago que eu havia cometido. 

------Porra mano! 

Disse o Ryan me olhando, enquanto eu observava ela que em nenhum momento me olhou .

-----Tira essa vadia daqui, antes que eu a o mate 

Disse indo até meu frigobar e pegando uma latinha de bebida. 

Ryan me olhou e negou com a cabeça e a pegou ela no colo e saiu da minha sala. 

         ⚫ANABELA 

------Obrigada Ryan! 

Agradeci quando ele me deixou em frente do meu prédio velho. 

-------Não tem de que 

-------Boa noite 

Falei já tentando abrir a porta do carro. 

--------Não. Espera

Falou segurando no meu braço

Ele pegou sua carteira e tiranda de lá, duas notas de cem dólares 

------Você vai precisar comprar medicamentos para o seu olho e como pedido de desculpas, aceite.

Ele estendeu o dinheiro em minha direção 

--------Obrigada, muito obrigada

Falei e o abracei, e fui correspondida. 

------Boa noite 

Disse e sair do carro 

--------Boa noite, linda 

Escutei sua voz assim que fechei a porta do seu carro.. 

Dia seguinte 

-----Mamãe, o foi isso no seu olho? 

Lisa disse me olhando enquanto a Elisa também me olhava 

------A mamãe machucou minha filha. 

Falei e tentei sorrir 

------Tá doendo mamãe? 

Elisa perguntou 

-------Não meu amor 

Mentira! Estava latejando pra caramba e eu ainda não comprei o remédio e nem vou. 

O dinheiro que o Ryan me deu vai ficar para eu comprar a comida e pagar a conta de água e luz,  sem falar que tenho que pagar o quartinho onde moro com minha filhas que já está dois meses atrasado. 

Estava eu, preparando o almoço que era basicamente dois minhojos. 

Quando a manhosa da Lisa me pediu colo 

-----Filha vai brincar com sua irmã 

Falei mais ela negou. 

Desliguei o fogo e escutei alguém bater na porta. 

Fui até lá que não era muito longe rs, já que minha "casa" é um cubículo. 

Quando eu abrir a porta levei um grande susto, era o justin parado na minha frente 

------Será que eu posso falar com você? 



Notas Finais


Gostaram meninas?
Obrigada pelos comentários do capítulo anterior, saiba que seu comentário é muito importante pra mim saber se estão gostando
Beijo e até o próximo


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...