1. Spirit Fanfics >
  2. Apaixonado pela babá >
  3. Capitulo 2

História Apaixonado pela babá - Capítulo 2


Escrita por:


Notas do Autor


Oi leitores, bem, ultimamente estou colocando alguns animes em dia, lendo alguns mangás, pois relaxei um pouco.
Espero que gostem do capítulo de hoje, vcs irão se surpreender no final.
Boa leitura^^

Capítulo 2 - Capitulo 2


Fanfic / Fanfiction Apaixonado pela babá - Capítulo 2 - Capitulo 2

{Hinata e Madara}

O despertador tocou e Hinata quase caiu da cama ao escutar o barulho, a mesma se levantou e desligou o aparelho e olhou para a janela e sorriu mínimo, a Hyuuga pegou a toalha e foi para o banheiro fazer sua higiêne matinal, e quando saiu vestiu uma saia abaixo do joelho e uma blusa lilás, penteou seus longos cabelos e saiu do quarto em direção da cozinha, fez seu chá e foi assistir a TV.

A hora dava 07:30, a mesma pegou seu casaco e saiu de seu apartamento em direção do seu novo trabalho, a Hyuuga caminhava olhando as casas, a mesma verificava o endereço até que deu de cara com uma casa simples mas ao mesmo tempo luxuosa, ela pegou a chave e abriu o portão que fez um barulho, e a mesma prendeu o ar com isso. Madara ouviu o portão ranger e se levantou indo em direção da janela, afastou a cortina e viu a bela Hinata com seu jeito simples, o moreno bocejou e foi em direção da cama e adormeceu novamente.

Hinata ao abrir a porta que dava pra sala, viu uma imensa bagunça, era brinquedos, roupas jogadas no chão e no sofá, a mesma suspirou e sorriu e começou a limpar, arrumou os brinquedos no baú e colocou as roupas para lavar, a mesma foi na cozinha e começou a fazer o café. O Uchiha se revirou na cama e olhou Sayuri dormindo serenamente, e como de costume a beijou no rosto e se levantou e sentiu um cheiro agradável vindo da cozinha, o mesmo abriu a porta do quarto e saiu em direção da cozinha e viu a bela Hinata batendo massa em uma tigela, a mesma possuía um sorriso no rosto, o Uchiha viu a mesa farta, havia suco, café, leite, onigiris, bolinhos doces e o mesmo ficou surpreso com aquilo e suspirou bagunçando o cabelo e encostando na parede.

Madara: ohayo...- Hinata se assustou e se virou, mas viu uma bela vista do corpo do Uchiha, apesar dos 30 anos, o mesmo está em ótima forma. A Hyuuga ficou super vermelha, respirou fundo e se acalmou.

Hinata: o... ohayo...- disse quase desmaiando, o Uchiha ficou sem entender, até que percebeu que estava sem camisa e suspirou, o mesmo saiu da cozinha em direção do quarto, pegou uma camisa qualquer e voltou, olhou a hora e ficou sério. Madara se sentou na mesa e começou a se servir, o mesmo a olhava e ficou curioso sobre a mesma.

Madara: aprendeu sozinha?- Hinata o olhou apontando para as coisas na mesa e a mesma acenou um sim, o Uchiha apenas suspirou e pegou um onigiri e colocou na boca e se surpreendeu- está ótimo...- a Hyuuga ficou vermelha e sorriu mínimo- sua mãe deve ter orgulho de você...- o mesmo viu Hinata aperta a saia, e algo ficou meio tenso

Hinata: minha mãe faleceu dois dias depois que minha irmã mais nova nasceu...- Madara engoliu em seco os onigiris  e apenas a olhou com muito carinho, mas a atenção foi para Sayuri que o chamava, o mesmo correu e a pegou no colo e a trouxe para a cozinha. A pequena quando viu Hinata estendeu os braços e a Hyuuga a pegou com um sorriso enorme no rosto. Madara foi deixado de lado, mas amou o jeito que Hinata tratava sua filha, com carinho e atenção. Sayuri, apesar de ter apenas 5 anos, falava muito bem.

Sayuri: quer leite..- Hinata sorriu e teve uma idéia, pegou a jarra de sucoe colocou o líquido na mamadeira, e Madara apenas observava as duas, a pequena ficou vendo o líquido e provou e sorriu, a garotinha gostou do sabor e repetiu 4 vezes, o Uchiha com a xícara de café quase na boca sorriu. 

As horas passou e o Uchiha já vestido se despediu das meninas e saiu em direção da empresa, mas ao chegar viu os pais de Shizune o esperando, a senhora Mitsuri e o senhor Haku estavam sentados impaciente, e Madara os observou com dúvida, mas afastou seus pensamentos e os convidou para entrar no escritório, os pais de Shizune se sentaram de frente para Madara e susperaram.

Mitsuri: vamos a o que interessa, vamos pedir a guarda de Sayuri...- Madara nada diz, mas não deixaria sua filha com os avós, sabia de tudo o que Shizune passava com os pais e não era nada bom, o mesmo suspirou e teve a ideia de ligar para Hinata, a mesma concordou e arrumou Sayuri.

Madara: bem... Eu acabei de ligar para a minha noiva, e minha filha gosta muito dela...- os avós de Sayuri ficaram extasiados com a notícia. Hinata andava com Sayuri alegre pelas ruas, e quando chegaram na empresa, a mesma colocou Sayuri no colo e ambas as duas foram em direção do escritório de Madara, a perolada abriu a porta e o Uchiha se levantou indo em direção de Hinata e a abraçou, a Hyuuga ficou sem entender, e foi aí que Madara a olhou e colocou suas mãos em seu rosto deixando a Hyuuga super vermelha e disse "desculpa" em um sussurro e a beijou, foi um beijo calmo e com uma pitada de amor. O beijo foi desfeito e Madara se virou e colocou seu braço na cintura de Hinata ficando ao seu lado.- aqui está...- ele olhou para Hinata e sorriu- minha noiva...- Hinata arregalou os olhos  e olhou para Madara, o mesmo estava com um olhar de súplica, aquele olhar de " ajude-me, onegai", a mesma olhou para os pais de Shizune e sorriu com as bochechas vermelhas.

Hinata: olá, me chamo Hinata, sou noiva de Madara- Madara ficou quieto por um tempo e Hinata o olhou serena, seu coração acelerou novamente, e veio aquela vontade de beija-la novamente, em seu pensamento, aquela moça em seu lado " estou apaixonado pela babá", tão rápido, o mesmo sentia borboletas em seu estômago, e ele sabia que a perolada seria sua perdição.......

Continua: parte 2



Notas Finais


Gostaram?^^


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...