1. Spirit Fanfics >
  2. Apaixonado por um cara (Yaoi) (Incesto) >
  3. Oito

História Apaixonado por um cara (Yaoi) (Incesto) - Capítulo 11


Escrita por:


Capítulo 11 - Oito


Fanfic / Fanfiction Apaixonado por um cara (Yaoi) (Incesto) - Capítulo 11 - Oito

O silêncio rodeava o local, garfos e facas encostando no prato, cortes e mais cortes na comida era tudo o que se ouvia. Ninguém falando com ninguém, apenas apreciando a deliciosa comida feita por uma cozinheira muito bem paga. Trocando olhares de vez enquando, os dois irmãos tentavam esquecer o que acontecerá mais cedo no quarto, mas era quase impossível, já que um estava sentado na frente do outro, e vice-versa.

Para quebrar aquele silêncio de vez, a mãe falou:

— Já contou pra ele Yuni? – perguntou, fazendo Yuni tirar a atenção que tinha na comida e olhar para a sua Madrasta.

— Ainda não, irei contar quando for possível - falou e começou mais um pedaço de omelete.

— Contar o que, Yuni? – perguntou curioso, fazendo o moreno olhar os olhos azuis de Mex.

— As suas aulas vão começar a partir de quarta-feira, eu vou te levar no dia - Mex assentiu, mas sem tirar os olhos do moreno, enquanto ele, voltou a saborear. Cada movimento feito por Yuni, Mex acompanhava, cada pedaço de comida que o mais velho pegava, o mais novo acompanhava.

Odiava pensar nisso, mas: realmente está apaixonado pelo próprio irmão.

— Mex, está tudo bem? – perguntou o Padrasto, fazendo voltar sua atenção para o mundo.

— S-Sim, estou, estava apenas pensando em uma coisa – disfarçando, voltou a comer.

— Está bem, qualquer dúvida, é só falar comigo – Mex assentiu e seu Padrasto voltará a comer.

Ufa, essa foi por pouco! Pensou o azulado, quase pego pelo seu próprio novo pai. 

Terminando de comer, Mex foi rapidamente em seu quarto, ignorando os olhares confusos de sua nova família. Quanto mais longe dele, melhor para mim, mas por alguns minutos... Pensou ele, deitando na cama. Como alguém pode se apaixonar pelo seu próprio irmão? Isso é um absurdo! O que os seus pais iriam achar disso? E o pior: O que seu irmão iria pensar sobre isso? Essas e mais outras perguntas entraram em sua cabeça, deixando-lhe ainda mais com dúvidas.

Suspirando e colocando suas mãos em seu rosto, não  podia acreditar que estava interessado em seu meio-irmão. Seria ¹inconcebível de se acontecer e ²infactível de se realizar. Deixando-lhe sem expectativas para o seu futuro.

Uma lágrima desceu em seu rosto, mesmo não ligando muito pra isso, os seus sentimentos eram muito mais fortes do que se imaginava. O amor que sentia pelo mais velho era indecifrável, mal podia acreditar que estava chorando realmente.

Mas a pergunta mais duvidosa do que as outras: apaixonado pelo próprio irmão, mas namorava um cara desconhecido virtualmente, foi ai que a ficha caiu. O que ele iria fazer agora? Esquecer totalmente o namoro virtual e tentar conquistar Yuni, ou esquecer Yuni, trata-lo como irmão e continuar o namoro? 

Tadinho do nosso Mex, se não estava confuso antes, imagina agora.

Mais e mais lágrimas desceram, não conseguia controlar, já era tarde demais. Colocando braços ao redor de suas pernas, escondendo o rosto entre elas. Nunca se sentiu tão mal assim, nem mesmo quando chorava por falta de um pai ao seu lado.

Yuni entrou no quarto, vendo Mex chorando. Com um coração mole, foi até perto do pequeno e o abraçou. Mesmo chorando por causa dele, retribuiu, não aguentava mais ficar longe dele. Parece que suas decisões mudaram, não é mesmo?

— Por que está chorando, Mex? – perguntou Yuni preocupado.

— E-Eu...eu... – não respondeu o resto, apenas continuou chorando.

— Se não quer responder tudo bem, eu entendo – dando um beijo em sua testa, Yuni abraçou um pouco mais forte o azulado, fazendo o mesmo ficar vermelho igual a uma pimenta.

Chorando em seu peitoral, aliviando de todas as dores que sentia.

— Vem, vamos dormir – falou Yuni, parando com o abraço e deitando na cama.

Mex fez o mesmo, mas sem evitar, abraçou Yuni.

— Boa noite, pequeno – sorriu, fazendo o mais novo dar um sorriso fraco.

Dormindo os dois juntos, era tudo o que os dois irmãos sempre quiseram quando os dois se conheceram.


Notas Finais


¹inconcebível e ²infactível: impossível

Espero que tenham gostado, mesmo que tenha ficado pequeno.

Até o próximo capítulo!


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...