História Apaixonado Por Um Pop Star - Capítulo 18


Escrita por:


Notas do Autor


Mais um capítulo

Foto da capa: Daniel em forma de Demônio

Capítulo 18 - Shadow


Fanfic / Fanfiction Apaixonado Por Um Pop Star - Capítulo 18 - Shadow

Pov Diego 

- Irmão... - Ele fala, como isso está acontecendo?

- Como você... - Digo e ele parece entender

- Lilith, quando se está no Submundo conhece muita gente - Ele fala

- Submundo? Você está no Submundo? - Digo confuso

- Sim, foi um acordo no nosso pai Poseidon com nosso pai Hades, ele disse que se tivesse dois filhos um dos teria que ir ao Submundo para selar a tranca, e esse filho foi eu - Sério, como poderíamos ter pais tão babacas?

- Uou... Mas como é por aí? - Digo

- Escuro e fedido, por favor irmão me tira daqui - Ele fala, e na hora veio algo estranho, sério o que está acontecendo... Não ele está mentindo, posso ouvir seu coração está batendo muito rápido, pelo o que lembro isso significa uma mentira, acho que João pode ter mentido também, preciso ir atrás do meu pai Poseidon, preciso saber da verdade

- Posso tentar... - Digo receoso

- Ok, mas diz aí quem são esses? - Ele diz e a luz começa a sumir e some junto com uma lágrima no rosto - Eu te amo irmãozão - Ele fala e some

- Calma Dih, vamos conseguir tirar ele de lá - Levi fala tentando me acalmar

- Sabe Lê não sei se quero tirar ele de lá - Digo

- Então vá atrás da Rainha das Fadas, toma, esse é o mapa da floresta, ela vai te guiar a um rio que tem lá, ele vai te ajudar - Bart fala e me entrega o mapa, bom chegou a hora de viajar

Pov João 

Estou indo a casa de Diego, já estava quase a noite, sério que demora, Daniel não poderia explicar de uma maneira rápida? Porém, finalmente me livrei dele

- Levi, onde Diego está? - Só foi eu dizer isso que Levi me manda para o outro lado da sala com sua telecinese

- Como você pode? Você ficou do lado de Daniel, mentiu para Diego, o traiu, fingiu ser amigo, beijou e espalhou para escola inteira, quase o matou, e de quebra o estuprou, Diego pode ter te perdoado, mas eu não - Ele fala e de fato, babaca ainda é uma palavra leve para mim

- Eu sei, mas Daniel me forçou, eu já vim de lá dizendo que não ia ser mais cúmplice dele, Daniel queria que Diego aceitasse as suas trevas para não se tornar a divindade das trevas, fica calmo, não sou mais do jeito que eu era - Digo e ele não parece acreditar, mas me solta

- Então, não acredito em você, *Crucio* - Ele fala e vem vários objetos em minha direção me atingindo em cheio

- Affs Levi, para com isso, Cauda de girino, pena de avestruz, tomate podre para comer que Levi não possa se mover - Digo e Levi fica imóvel, finalmente né - Olha eu vou te contar essa história das divindades... Há muitos anos, ainda no início do mundo, existia três irmãos... Alma, luz e sombras, ou como gostam de ser chamados, Soul, Ligth e Shadow, que não faz muita diferença, mas enfim.

Ligth era uma garota muito inocente, ela se apaixonou pelo Soul, seu próprio irmão, Shadow ficou com uma puta raiva, justamente porque era apaixonado por Ligth, mas ela nunca teve olhos para ele. Então Shadow e Soul começaram uma guerra que começou a destruir todo o mundo sério, você não tem noção, foi uma guerra intensa, mas daí Ligth intervém, mostrando ser a mais poderosa dos três. E então por longos anos os três vêem reencarnando em pessoas completamente poderosas que possa aguentar seu poder, ninguém nunca conseguiu se transformar neles, apenas usar uma parte do poder, porém tenho medo que Diego e Daniel consigam - Digo e ele me olha preocupado, faço um movimento com a mão que faz ele voltar ao normal

- Então significa que Diego pode ser um deles? - Levi fala

- Diego é a luz Levi - Digo e vejo trovejar, será que o mundo vai aguentar a guerra que está por vir?

Pov Will

Eu estava sentado pensando em tudo que ja tinha acontecido, ohh Lee como sinto a sua falta, talvez eu tenha me precipitado em dar a luz do Apolo a ele, então eu deveria no lugar dele, Lee era muito jovem, não devia ter morrido assim. Saio dos meus pensamentos quando vejo Nico entrar no meu chalé

- Ahh... Oii Nico - Digo e ele sorri, Uou ele sorriu?

- Como pode me chamar de Nico raio de sol? Eu não era o garoto sombrio? Fantasminhas? Ou até Di Ângelo? - Ele diz se sentando na mesma cama que eu

- É... Bom eu não sei, eu poderia ter mudado as coisas e não ter deixado Lee morrer daquele jeito - Digo

- Ahh... Você que ia morrer no lugar dele, a luz de Apolo, sério os deuses tem seus problemas e coloca a culpa nos filhos. Os reis tem seus problemas e coloca a culpa nos filhos. Os magos tem seus problemas e coloca a culpa nos aprendizes, sério estou cansado disso Solace - Ele fala e me faz pensar

- De fato, você também tem algo do Hades? - Pergunto

- Sim, a arrogância, mas não tenho as trevas, quem tem é Daniel, fico até feliz por isso, mas vim te pedir uma coisa - Ele fala

- Peça - Digo direto

- Se a tal guerra santa começar, batalha final, fim de mundo, sei lá como chamam, queria te pedir para ficarmos do lado de Diego - Ele fala me surpreendo

- Sério? Não vai ficar do lado se Daniel como Zeus pediu para nós? - Pergunto

- Zeus é um babaca que não consegue resolver seus problemas sozinho, apenas! Eai sim ou não - Ele fala e a minha cabeça da mim voltas. Me aproximo mais dele, coloco a minha mão sobre a sua, e dou um leve beijo na sua bochecha, depois ele vira o rosto em minha direção, quase nos beijávamos, ele coloca a sua mão no meu pau, e coloco a minha na sua bunda, depois me aproximo só mais um pouco dele selando nossos lábios, um selinho breve, depois ele pediu passagem com a sua língua, logo permito, nossas línguas lutavam por espaço, e sempre a minha vencia, ficamos ali por um tempo, eu sentindo aquele leve carinho no meu pênis enquanto estava beijando o amor da minha vida

- Eu nunca vou te deixar Di Ângelo, custe o que custar - Digo e ele sorri, voltamos a nos beijar, e ficamos ali a noite toda

Pov Mayara

Eu estava sentada quando sinto Lilith sendo presa, como assim uma das governantes do Submundo foi presa? Por... Diego... Não, ele está despertando

- Com essa energia negra eu declaro, poderes das trevas que nesse mundo deve retornar, você fez coisas ruins, porém, a esse mundo deve voltar - Digo e vejo meu nariz sangrar, começo a vomitar sangue, quando vejo Lúcia entrar na sala

- Você ficou louca? - Ela fala ainda estou vomitando sangue - Tentar quebrar um feitiço de Diego é perigoso, Diego não Anael, Anael, você sabe quem ele é - Ela diz e nego com a cabeça

Ela me cura e me ajuda a levantar, depois nós sentamos no meu quarto, lá ela me olha e lá vem a história

- Ninguém sabe muita coisa de Anael, ninguém sabe a sua verdadeira origem, as pessoas só tem especulações, o que sabemos é que ele é filho de Ligth e Soul - Ela fala e arregalo os olhos - Não do Poseidon e Malévola como todos pensam, bom vou explicar o que sei... Há muitos anos, nos primórdios, ainda quando Cronos governava, nasceu 6 irmãos, de Éter e Érebo, nasceu Shadow (O mais velho), Soul, Malévola, Arthur, Eduardo e Ligth. Anos e anos se passaram Ligth e Soul se apaixonaram, então se relacionaram, após pouco tempo Shadow forçou Ligth a ter relações com ele, assim sendo, após pouco tempo nasceu Anael e Uriel, gêmeos de pura luz, Anael tinha olhos diferentes, eles oscilavam entre todas as cores, parando um dos em branco e um dos em verde. Já Uriel tinha olhos azuis. Conforme foram crescendo houve uma batalha entre os deuses e os titãs, fazendo com que Shadow, Ligth e Soul morressem, Anael e Uriel ficaram com a tia Malévola, mas ela se apaixonou por Poseidon. Poseidon queria uma arma de guerra, por isso fez com que todos os 14 deuses dessem seus poderes para os dois Anael e Uriel. No mesmo momento os dois cresceram se tornando adultos, Uriel era ganancioso, maligno, já Anael era bondoso e amável, mas colocaram uma tranca em Anael, se ele se apaixonasse seus poderes seriam trancados até essa pessoa morrer - Ela fala

- Então significa que se João morrer Diego irá despertar como Anael? - Pergunto

- Não só como Anael, mas também como a luz - Ela fala e agora tudo faz sentido - Então vamos fazer ele se tornar das trevas... Generais do Submundo, ouçam meu chamado, e retornem a terra com o propósito de fazer a luz as trevas se tornar e o caos espalhar - Faço o feitiço, e sinto todos se espalharem, agora a brincadeira começa

Pov Daniel 

Eu estava sentado pensando em tudo, quando sinto os generais do Submundo saindo de lá, quem teria tanto poder para os tirar de lá? Logo vejo Asmodeus na minha frente

- Olha quem resolveu aparecer - Digo e ele sorri ironicamente

- Ainda sarcástico, Daniel não mude o inevitável, retorne e seja o nosso rei - Ele fala

- Não, Expelliarmus - Digo e o acerto com rajadas negras

- Só isso? Chamas negras - Ele fala e prendendo

- Revertus Ops Mus Miki - Digo e o feitiço é revertido

- Você sabe que sem seu poder de rei não pode me derrotar - Ele fala e pior que ele tem razão. Ele começa a me dar vários socos, o cara era mais rápido que a velocidade da luz, começo a vomitar sangue, vários golpes foram depositados em mim, ele pega pelo meu pescoço e me levanta - Chegou a sua hora - Quando ele fala isso pego em seu braço e o olho

- Ops acho que você falou errado - Quebro seu braço e começo a depositar vários socos nele. Depois vejo meu corpo se envolver nas trevas - Adeus querido amigo - Digo e puxo seu último coração o esmagando, ele se torna apenas pó, vejo meu corpo com um manto negro e percebo que já me tornei a divindade das trevas


Notas Finais


Espero que tenham gostado

Abraços 💗💗


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...