História Aparências (GíP) - Capítulo 18


Escrita por: e DRIKALOVE1


Notas do Autor


Olá pessoas, nos desculpe pela demora, mais aqui estamos nós com mais um cpt fresquinho pra vcs.
Tenham uma boa leitura. Esperamos que gostem.

Capítulo 18 - Controvérsias.


Fanfic / Fanfiction Aparências (GíP) - Capítulo 18 - Controvérsias.

Callie Torres P.O.V



Já se passou um mês desde que Ari me ligou pra dizer adeus, e falta um mês para que Carmen enfim se forme para Delegada.


Eu estou muito feliz por minha mulher, o problema é a culpa que me consome. Os dias estão corridos para Carmen, quase não a vejo pois a academia está pegando pesado com ela, e ela está mantendo o foco, eu acho bom vê-la se esforçar por aquilo que sonhou. 


O problema que fico pensando se eu estivesse feito o mesmo por Arizona ela estaria comigo hoje? Se eu cumprisse o que havia prometido e não a deixasse sozinha com seus projetos ela estaria feliz ao meu lado? Quantas perguntas eu teria para tentar justificar tudo!?


Eu não me arrependo de estar ajudando Carmen o que eu me arrependo foi de não ter feito o mesmo por Ari, ficar do seu lado e ajudar no que pudesse em vez de querer cobrar sua ausência.


Droga agora vejo como fui tola, egoísta talvez, se tivesse aberto o jogo com ela hoje não estaríamos separadas e pior distantes. Porra nem minha amiga ela quer ser.


Essa culpa eu vou carregar até o fim eu sei que os meios não justifica o fins mais o que eu sei que faria diferente se tivesse uma chance, mais o destino não quis assim, quem sou eu pra mudar.


Eu olho para minha mulher e vejo que fiz a escolha certa em ficar com ela, pois Carmen me faz feliz me dá o que eu preciso sem exitar ela me dar deu amor e seu tempo.


Eu sinto que Carmen é a pessoa certa pra mim pelo menos por agora, e estou certa de meus sentimentos por ela que cresce dia a dia, Carmen me ilumina faz meus dias melhores. Eu a amo do meu jeito, mais amo.


E com essa certeza estou disposta a tentar, ficar firme por mim, por ela, por nós. Juntas seremos fortes.




Carmen Zulato P.O.V




-- Cheguei meu amor, tá tudo bem? -- perguntei assim que entrei no quarto.


-- Oi meu amor está tudo ótimo, só estava pensando aqui, nem vi que você chegou, desculpa! -- Callie falou voltando de onde sua mente a tinha a levado.


-- Posso saber quem estava ocupando sua mente, seus pensamentos? -- perguntei com malícia e fui me aproximando dela.


-- Você amor, que é dona de todos eles, eu te amo. -- ela respondeu com um sorriso e logo me beijando.


-- Eu também te amo amor, hoje é alguma data especial para eu merecer tanto carinho morena? -- perguntei depois que paramos o beijo.


-- Todos os dias ao seu lado são especiais pois você está comigo. --Ela disse com um brilho nos olhos. 


-- Aí que lindo amor, você me faz ser melhor todos os dias da minha vida, eu te amo demais. -- respondi com um sorriso enorme no rosto.


-- Eu também amor nunca duvide disso, me promete? -- Ela me perguntou.


-- Só se prometer o mesmo morena! -- eu falei.


-- Boba eu prometo. -- Callie falou rindo.


-- Feito, e eu prometo te amar pela eternidade. -- falei a abraçando.


-- Linda, como foi seu dia na academia Cah? -- ela perguntou indo para a cozinha.


--- Foi exaustivo amor, eles estão pegando pesado comigo, mais só em pensar que falta pouco pra eu me formar como Delegada, vale todo sacrifício. -- respondi com sinceridade e feliz, indo atrás dela. 


-- Vale mesmo amor, pense sempre que você está sofrendo agora, mais no final terá sua recompensa, estou orgulhosa de você minha Delegada. -- ela falou com um sorriso sapeca.


-- Obrigada amor, devo tudo a você, se você não estivesse do meu lado me ajudando a estudar para prova, eu não teria conseguido, obrigada minha vida. -- agradeci de todo coração.


-- Não agradeça amor, não fiz nada demais e não é nenhum problema ficar mais tempo com você. -- ela disse começando a mexer nas coisas.


-- Amor me desculpa eu sei que estou em falta contigo, mais você entende, tinha que manter o foco, desculpe se sentiu só, droga devia ter ficado mais com você. -- falei com tristeza, sabia que estava deixando a desejar. 


-- Não se culpe amor, eu te entendo sim e fico muito feliz que vai se formar no que tanto sonhou. -- ela falou me tranquilizando.


-- Assim que eu me formar eu prometo ficar mais tempo com você Call. -- falei indo até ela e a abraçando por trás.


-- Não se preocupe Cah, foca no seu treinamento eu me contento com sua alegria. -- ela falou suspirando com o beijo que dei em seu pescoço.


-- Mais minha alegria é você amor e sei que a algo que te perturba, quer me falar? -- perguntei.


-- Eu estava pensando que não dei o apoio que Arizona precisava, e por isso me culpo por ela não querer falar comigo, eu me odeio por isso amor eu a ferir sem querer. -- ela falou com os olhos cheios de lágrimas e eu sabia que ela estava sendo sincera.


-- Amor você fez o que era certo, agora cabeça erguida, Arizona está seguindo o caminho dela faça o mesmo sem culpa ok!? -- eu falei tentando tranquilizar ela.


-- Sabia que te amo muito!? -- ela perguntou.


-- Sabia pois te amo mais. -- Sorri. 


-- Vamos jantar e depois tomar um banho relaxante topa? -- ela perguntou voltando a mexer no fogão.


-- Só se for agora amor. -- respondi, sabia que aquele banho seria bem relaxante mesmo.



No dia seguinte...



Callie Torres P.O.V



Eu estava na sala de descanso do hospital cochilando  quando ouvi Cristina na cama de cima da beliche falando com Ar. Na hora eu quis tomar o celular de sua mão e falar com ela nem que seja pra ela me ignorar como da outra vez.


Pelo o que eu consegui ouvi de Cristina sobre  Ari é que ela estar indo muito bem na clínica, mais se fechou pra vida fora da clínica, ela só fala de vez em quando com Jess e eu escutei Cristina ameaçar a ir até ela e bater nela se a mesma não sair da fossa.


Meu Deus eu sinto tanto, eu queria poder fazer alguma coisa, mais minha presença a faz piorar então eu torço do fundo do coração que ela saia dessa escuridão e volte a brilhar como seus lindos olhos azuis que um dia eu amei tanto.


Só o tempo dirá se um dias nós vamos nos reencontrar, eu espero que quando esse dia chegar suas barreiras estejam no chão e que ela volte a ser minha amiga como sempre foi pois sua ausência me faz falta.


Com estes pensamentos voltei a cochilar antes que meu pager tocasse para que eu voltasse para o trabalho. Seria um longo dia.


Notas Finais


Por hj é só.
Voltaremos em breve.
Bjs bjs.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...