1. Spirit Fanfics >
  2. Apartir do contrato - imagine Jackson Wang >
  3. Oportunidade

História Apartir do contrato - imagine Jackson Wang - Capítulo 7


Escrita por:


Capítulo 7 - Oportunidade


Fanfic / Fanfiction Apartir do contrato - imagine Jackson Wang - Capítulo 7 - Oportunidade

Jackson on


O dia do casamento chegou, era como se fôssemos dois bonecos, estava na cara que não era o que queríamos. Só nosso corpo estava presente, nossa vontade não, nosso espírito não. Estávamos tomados por um sorriso óbvio e falso. Mas ninguém se importava. 


A cerimônia tinha tudo pra ser linda, menos a nossa vontade. Era triste, um desperdício. 


Depois da cerimônia, teve a festa.


- vai ficar sentada aí? - me sento ao lado dela, ela estava no jardim de entrada do salão. 


- vou... - ela respira fundo. - é bonito né? 


- uhum - concordo. - gosta de jardins?


- gosto. 


- então acho que tenho uma boa notícia. 


- tem? - ela ri sarcástica. 


- onde vamos morar tem um belo jardim nos fundos 


- e como vc sabe disso? Não era para ser surpresa? 


- me poupe de surpresas 


Sn on 


Eu gostava do esforço do Jackson para n me deixar para baixo. 


- ei... Vamos fazer um combinado? 


- vamos. 


- vc nem sabe o combinado e já tá concordando. - rimos. O sorriso dele já era um suficiente pra melhorar esse dia desastroso. 


- qual combinado? 


- vamos ser um casalsão da porra. - sorrio confiante. - não quero viver triste. 


- seremos então. 


(...)


A gente iria ter lua de mel só depois da tal mudança. 


Se passou 1 mês desde o casamento, e começamos a nos alojar na nossa casa. Era linda, espaçosa e iríamos montar do nosso jeito, finalmente algo do nosso jeito. Existia o quarto do casal, mas por ora, preferimos ficar em quartos separados. Morávamos em um belo condomínio de luxo. E nos fundos da nossa casa tinha realmente um jardim com balaços. Nosso quarto tinha uma sacada. Acho q pela primeira vez, eu estava empolgada com algo. E Jackson parecia feliz tbm, oq me deixava mais animada. 


Já tinha bastante coisa pronta na casa, a gente só precisava ajeitar nossos pertences pessoais. 


Inauguramos a primeira noite na casa com um miojo de qualidade. 


- estou feliz em ver vc animada. Finalmente. - sorrio boba. - gosto do seu sorriso, devia me mostrá-lo mais vezes. 


Jackson on 


Era bom ver ela animada, deixava o clima gostoso e menos tenso. 


-para Jackson - ela ri. Estávamos na cozinha, sn estava sentada na ilha e eu apoiado na bancada de frente pra ela. Eu não conseguia evitar os sorrisinhos bobo, nem ela. Hj flertamos bastante e ela entrava no clima, não desviava. Não estava nem um pouco difícil conversar com ela. Estava tudo perfeito.


Ficamos um tempinho em silêncio. 


- e se... Eu quisesse te beijar de novo? - ele diz quebrando o gelo, ele desvia o olhar, fingindo se concentrar no miojo. 


- eu não ligaria - rio. Meu coração acelerou um pouco, admito q por mais q eu tivesse com fogo, eu não esperava q ela respondesse. Ela desce da bancada deixando seu recipiente ali, tira o recipiente da minha mão e quando menos espero ela estava em meus braços. Mas dessa vez o momento não seria dela. 


Eu domino o beijo, me aventuro um pouco, aperto sua bunda, era gostosa a sensação. Gostava sinceramente do toque dos nossos lábios e encontro das nossas línguas. 


Ela para o beijo, provavelmente para respirar, então por instinto tomo seu pescoço em beijos delicados. Ela tinha um cheiro tão doce, provavelmente por causa de seu shampoo. Sn não reagia, parecia q eu estava me saindo bem. Continuava apertado sua bunda até q tenho o privilégio de ouvir um gemidinho manhoso dela. Ela me abraçava apenas com um de seus braços e o outro ela segurava ainda meu recipiente. Aquilo estava ficando mais perigoso, eu poderia perder o controle. 


Infelizmente decido parar. Sorrio após o beijo e pego meu miojo de volta. 


-vou pro meu quarto, espero q tenha uma boa noite. 


- e se... A gente dormisse juntos? 


-?


- eu quero dormir com vc. 


- isso é um caminho sem volta. - sorrio. - se eu dormir com você essa noite, eu não vou me segurar, nem q vc peça para parar. Melhor não. 


Me viro e simplesmente vou a caminho do meu quarto. Ouço os passos dela atrás de mim, logo ela estava na minha frente atrapalhando minha passagem. 


- vai acontecer mais cedo ou mais tarde.  Não fuja. 


- vc não sabe oq está falando


- só peço q não seja rude. 


Pensando bem... Talvez demorasse para eu ter uma oportunidade dessa, e já que lá estava tão determinada, mudo facilmente de ideia, fazia tempo que eu não transava, não sabia quando ia acontecer de novo. Foi um suficiente para me convencer, já que eu não estou disposto a ficar com outras.


- me espera na banheira. 





Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...