História Apartment - Capítulo 13


Escrita por:

Postado
Categorias Riverdale
Personagens Antoinette "Toni" Topaz, Cheryl Blossom
Tags Cheryl, Choni, Riverdale, Toni
Visualizações 96
Palavras 1.213
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: LGBT, Romance e Novela
Avisos: Álcool, Homossexualidade, Insinuação de sexo
Aviso legal
Alguns dos personagens encontrados nesta história e/ou universo não me pertencem, mas são de propriedade intelectual de seus respectivos autores. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos criada de fã e para fã sem comprometer a obra original.

Notas do Autor


Olá!! Demorei? Um pouquinho apenas.
Como já falei anteriormente, eu estudo e sempre tô cheia de textos pra ler, por isso vou postar capítulo novo só aos sábado.

Cadê mais favoritos em? Hm, boa leitura

Capítulo 13 - Atitude


POV Cheryl

Aquela minha atitude foi rápida e inesperada, eu não processei bem se era uma boa ideia beijar a Toni, mas naquele momento era o que eu queria e fiz. O beijo foi modesto, apenas um toque de lábios

A Toni que foi pega totalmente de surpresa, demorou a reagir e permaneceu alguns segundos com seus braços cruzados, mas ao processar o que estava acontecendo, ela descruzou os braços e levou uma mão até o meu rosto e outra até a minha cintura, um movimento de quem quer aprofundar o beijo

Eu então recuo, me afasto bruscamente dela que me olha confusa, essa minha atitude é puro efeito da minha consciência, que talvez tenha percebido a loucura que fez anteriormente

Ao separar os nossos lábios e me afastar, recebo o seu olhar totalmente confuso e questionador, eu então aflita com aquilo saio da cozinha, sem falar e sem escutar nada. O que não sei se foi uma boa ideia, mas tudo bem, eu não estava tendo boas ideias naquela noite

Na manhã seguinte

 

Ao acordar naquele sábado, eu não levanto e fico na cama encarando o teto, coisa que fiz durante toda a madrugada. Eu não tinha conseguido dormir, meus pensamentos estavam barulhentos

- Cheryl, acorda garota – Veronica falou batendo na porta

Com a minha amiga me chamando, eu olho pra o relógio e vejo que já são quase doze horas, eu então respiro fundo e levanto indo abrir a porta. Logo a Veronica entrar animada, contando tudo que aconteceu no jantar com o Archie

- Então vocês estão namorando – Falo surpresa e animada – Já tinha passado da hora, mas tudo tem o tempo certo

- Eu tô tão feliz – Veronica fala se jogando nos meus braços

- É visível – Falei lhe abraçando

Ela realmente estava muito feliz, o que me fez até esquecer de certas coisas e dar atenção pra ela, foi então que ficamos algumas horas na minha cama conversando, a Veronica até percebeu e questionou se estava tudo bem comigo, eu claro disse que estava disfarçando bem. Quando a fome bateu, nós então decidimos levantar e ir na cozinha fazer algo pra comer

Eu não estava pronta pra esbarrar com a Toni, mas morávamos na mesma casa e isso seria inevitável, tanto que ao sair do quarto encontro ela deitada no sofá, mas não a olho e passo direto pra cozinha

- E aí Toni, tá melhorando da ressaca? – Veronica pergunta rindo

Eu ignoro a risada dela e a resposta da Toni, tento me concentrar só na comida que estava fazendo, ou enlouqueceria. Os minutos seguintes passam rápido, após comer saio da cozinha indo pra o meu quarto, novamente passo pela Toni sem lhe dirigir uma palavra ou um olhar, mas percebo o olhar dela sobre mim

Ao entrar no meu quarto, sinto um alívio enorme, parecia até que eu estava segura naquele lugar. De fato estava, só ali eu poderia ficar segura de que a Toni não ia me questionar sobre nada, afinal eu não estava pronta pra conversar, não sei nem se estaria em algum momento

A noite

 

Quando anoiteceu, Veronica chegou no meu quarto insistindo pra que nós fossemos no pop’s, a princípio neguei, mas ao saber que a Toni não iria, decidi me arrumar e assim saímos do apartamento. Alguns segundos depois chegamos no pop’s, lá estava a Betty e o Jughead

Nós então sentamos na mesa com eles, conversa vai e conversa vem, alguns minutos se passam e o Archie chega, ele óbvio senta com a gente. Eu então fico segurando vela, pois mesmo que estivéssemos todos conversando, todo minuto tinha uma troca de beijinhos entre algum deles

- Muito dramática você – Betty falou rindo – Mas olha só, a Toni chegou, agora você não vai mais ficar sozinha segurando vela

Após ouvir aquela frase, sinto um arrepio na espinha e em seguida vejo a Toni, ela sorridente senta quase que ao meu lado

- Quem está segurando o que? – Ela pergunta rindo levemente

- A Cheryl, ela estava reclamando de está entre casais – Archie fala risonho 

Eu sorrio sem graça da frase do Archie e evito olhar pra Toni, mas consigo notar o olhar dela sobre mim, o que me deixa nervosa

Felizmente aquele assunto não prossegue, pois a Betty começa a falar outras coisas e chama a atenção de todos pra elas, assim o tempo vai passando, logo dá a hora de irmos embora. Eu então passo outro sufoco, a Veronica iria com o Archie no carro dele

- Pode deixar, eu dirijo com cuidado – Toni falou pegando as chaves do carro da Veronica – Você vem comigo?

Toni questiona me olhando, a minha vontade era de dizer um não e sair correndo, mas acenei um sim com a cabeça, impossibilitada de pronunciar qualquer palavra

Nós então, saímos todos do pop’s, seguindo cada um pra um carro diferente. Eu entro no lado do passageiro e a Toni entra no lado do motorista, um silêncio constrangedor toma conta do ambiente, ela logo quebra um pouco do silêncio ligando o som do carro, assim seguimos o caminho inteiro. Nenhuma das duas falou nada, até o carro parar no estacionamento do prédio

- A gente deve conversar – Toni falou sem me olhar

- Quem sabe depois – Falo abrindo a porta do carro

Sim, eu queria fugir daquela situação. Mas não, a Toni não deixou e segurou o meu braço

- Cheryl, não precisamos ficar assim – Ela fala dessa vez me olhando

Eu imediatamente corto o contato visual, olhando pra baixo

- Não quero conversar sobre aquilo – Falei um pouco aflita – Esquece o que aconteceu, por favor

Termino a minha frase saindo do carro, logo a Toni faz o mesmo e consegue ficar na minha frente, impedindo que eu continue andando

- Não é justo que você me beije e depois fale isso – Toni falou um pouco irritada – Certo que você pode ter agido sem pensar e se arrependido, mas mesmo assim mereço uma explicação

Engoli a seco quando a ouvir dizer “se arrependido”, realmente me arrependi de ter agido daquela forma, mas não me arrependi necessariamente de ter a beijado

- Explicar o que? – Pergunto desviando do seu olhar

Ao contrário dela, eu não conseguia encarar seus olhos por muito tempo, sempre sentia uma necessidade de fugir daquele contato

- Por que você me beijou?

Toni questiona com uma voz doce, o que me fez a fitar, nossos olhos então se encontram por breves segundos, pois logo meus olhos caem pra seus lábios, sinto então uma vontade enorme de beija-la novamente

- Porque eu quis

Terminei de falar me aproximando dela, Toni manteve seu olhar em mim, observando a minha ação e em seguida reagindo a ela

- Calma Cheryl – Ela fala antes que eu pudesse a beijar – Eu sempre respeitei você, nunca agi de forma a te incomodar por eu gostar de garotas, desde sempre deixei claro uma amizade e...

- Desculpa eu...– Falei a interrompendo, não queria continuar escutando aquilo –... Imaginei que você sentisse algo a mais

Terminei as últimas palavras sentindo uma angústia, eu tinha acabado de levar um fora da Toni, com certeza eu nunca mais teria coragem de olhar pra ela novamente. Com esse pensamento, eu me afasto imediatamente dela e caminho pra longe, segurando a vontade de chorar em frustração


Notas Finais


Ihhh e essa atitude da Toni em?


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...