História Apenas amigos: Jikook - Capítulo 61


Escrita por:

Postado
Categorias Bangtan Boys (BTS)
Personagens Jeon Jungkook (Jungkook), Park Jimin (Jimin)
Tags Bts, Fluffy, Jikook, Kookmin, Taeyoonseok, Yaoi
Visualizações 158
Palavras 1.341
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 18 ANOS
Gêneros: Aventura, Comédia, Esporte, Famí­lia, Festa, Ficção Adolescente, Fluffy, Lemon, Mistério, Poesias, Romance e Novela, Shoujo (Romântico), Yaoi (Gay)
Avisos: Homossexualidade, Insinuação de sexo, Linguagem Imprópria, Nudez, Spoilers
Aviso legal
Os personagens encontrados nesta história são apenas alusões a pessoas reais e nenhuma das situações e personalidades aqui encontradas refletem a realidade, tratando-se esta obra, de uma ficção. Os eventuais personagens originais desta história são de minha propriedade intelectual. História sem fins lucrativos, feita apenas de fã para fã sem o objetivo de denegrir ou violar as imagens dos artistas.

Notas do Autor


EAI!

MEU ANIVERSÁRIO E QUEM GANHA PRESENTE SÃO VOCÊS DANADINHAS!

TÔ PASSANDO MEU NIVER JUNTINHO COM VOCÊS <3

FAVORITA AÍ SE VOCÊ ACABOU DE CHEGAR POR AQUI... JÁ TE AMO.

APROVEITE E ME SIGA AÍ AMORES🌚

BOA LEITURA

Capítulo 61 - Autonomia do banheiro


Fanfic / Fanfiction Apenas amigos: Jikook - Capítulo 61 - Autonomia do banheiro

Capítulo 63

Autonomia do banheiro

°•Narrador•°

Aquele medo... Ah... Aquele medo, um friozinho de leve na barriga. Os garotos já se encontrará em estado de choque, quando uma porta pesada abrirá, revelando uma figura de cabelos acinzentados bagunçados, o mesmo garoto olhará para as três - Visitas inusitadas -, boquiaberto, preste a um infarto.

Sim, tinha como ficar pior, pois essas três pestes, sempre arrumam uma forma de se envolver em uma fria, sem contar em quê diversos casos que os mesmos se envolveram.

Merda.

Antes disso tudo, irei explicar como tudo aconteceu, detalhes por detalhes.

Yoongi: Merda de gato, sai daí satanás... — O moreno sussura, tentando empurrar o felino com os pés, o gatinho brinca entre os cadarços manhoso.

Jimin: Shiu!... Cala boca Yoongi!... — Murmura aproximando a orelha na porta de madeira, tentando deixar nítido o som abafado de umas vozes femininas conhecidas.

Um som de passos é ouvido, o chão gelado do piso estava coberto por terra preta em formato de pegadas - Jardim da escola - tão retardados ao ponto de nem lerem no pequeno carpete -Limpe os pés- por instinto os três idiotas olham um por outro paralisados, tentando arrumar alguma forma de sair imediatamente do local, mas certamente não tinha como pensar em um plano infalível, mas sim, em uma forma de tentar amenizar tudo com uma desculpa, isso em quê Jimin era ótimo, na mentira mais absurda, Park sempre teve o dom de convencer as pessoas, o loirinho é mestre em manipular mentes, até citaria mais qualidades.

Os corações acelerados, eram ouvidos juntos as respirações profundas e pesadas, os olhares foram direcionados a um corredor pequeno que levará á cozinha.

Rapidamente os três garotos foram a passos pesados e largos, direcionado seus corpos até a cozinha, segurando para não cair de tanto que se debruçaram um no outro, tombando a cada passo. A luz da cozinha estará desligada.

Melhor ainda.

Infelizmente Jeon ganhou um arranhão no braço, fazendo o pobrezinho gemer de dor, debaixo da mesa de madeira, em meio as cadeiras, o ruivo se debatia tentando achar uma forma de se encaixar no local apertado para o tamanho de um garoto, cujo quase um metro e oitenta.

Jimin com sua sabedoria e astúcia, se esconderá num lugar pequeno, pois seu tamanho o favorecia naquele instante, em um vão entre as estantes.

Melhor opção.

Yoongi... Yoongi... Onde você está?... No banheiro. Sério isso? Mas tudo bem. Pequeno Yoongi estará a se esconde dentro do boxe, estava seco por sorte do miúdo. O mesmo se espremia no lugar apertado, grunhindo baixinho.

Passos pesados vinham se aproximando da cozinha, as mãozinhas trêmulas de Jimin tentando abafar o som de seu desconforto por causa do espaço, uma música era cantada, a voz desafinada se aproximava mais, em apenas um click, a luz da cozinha foi acendida.

Era o fim.

O garoto dançava alegremente a música Bboom bboom, cantarolando ao mesmo tempo, Park tentava os máximo não rir, vendo os pés descalços fazerem passos e graçados. Já Jungkook olhará confuso.

Os passos pesados foram se afastando da cozinha aos poucos, seguindo para o corredor, até então.

O banheiro.

Yoongi suava frio, sentindo o lugar ficar mais tenso com uma aproximação, uma cantoria irritante e desafinada, o que realmente ele queria era arrancar os ouvidos, a porta do banheiro foi aberta.

Ainda bem que o garoto não viu um Yoongi desesperado atrás da porta meio transparente do box. Ele apenas se esqueceu de um detalhe... Banheiro, lugar onde coisas acontecem.

A mão desesperada do moreno tocou na parede ladrilhada e gelada, sentindo algo grudento penetrar em suas mãos, sim, era isso mesmo que estará imaginando nesse exato momento. Yoongi fez uma cara tenebrosa de nojo, pois a parede estava coberta por esse líquido nojento, escorria sem parar, o pequeno quase vomita.

No outro lado, um Ronald estará a se olhar ao espelho, com uma terrível cara de sono, o pior de tudo, o mesmo estava apenas de boxe preta, o pensamento de Yoongi naquele instante, droga, o que ele vai fazer?

Em um passo brusco o pequeno acabará batendo seu braço magro na prateleira de vidro, deixando cair um produto de higiene, causando um impacto no chão. Porra Yoongi.

Fodeu de vez.

Ronald: Que merd-... AAAAAAH

Yoongi: AAAAAAAH

Ronald: AAAAAAAAH

Yoongi: AAAAAAAAH

A porta do box foi aberta, deixando a mostra um Yoongi paralisado, em um surto de desespero os dois garotos gritavam sem parar, olhando um para o outro. Uma baderna.

Ronald: QUEM É VOCÊ? — Olha raivoso apontando o dedo para a cara de Yoongi, que apenas estará de mãos atadas.

Yoongi: Sou o a Barbie! — Exclamou sorrindo soprado em meio a um deboche, vendo o garoto tirar uma escova de cabelo da... Perai, ele tinha uma escova de cabelo no cu? — Calma aí moço.

Um Ronald apontava a escova rosa de bolinhas amarelas, dá Xuxa ainda por cima, tentando arrancar alguma justificativa da parte de Yoongi que olhará tedioso.

Ronald: Perai... Eu te conheço... Dá escola? — Diz colocando as mãos na cintura, franzindo o cenho, Yoongi resmunga suspirando firme e dando de ombros.

Yoongi: Sim... — Sorrir soprado fazendo um sinal positivo.

Ronald: Só um minuto... Não sai daí.

Três minutos foram o suficiente, um Ronald vinha puxando pela camisa dois garotos, Jeon e Park, os mesmos resmingavam sendo arrastados pelo acinzentado, não sabiam de onde vinha aquela foça.

Yoongi estará a sentar na tampa do vaso, olhando para o nada, quando o garoto Ronald tosse irônico chamando atenção do Yoongi.

Jungkook: Ah... Oi Y-Yoongi! — Sorrir soprado.

Jimin: O-oi hehe... — Sorrir soprado.

                          [...]

Ronald: Então... Que dizer que vocês estavam me seguindo é? — Dizia fitando os três garotos sentados no sofá um do lado do outro. — Interessante. — Sorrir malicioso.

Yoongi: Lembrando... Você já ouviu falar sobre roupa-...

Jimin: YOONGI!

Ronald: Como vocês entraram? — Cruza os braços franzindo o cenho.

Jungkook: Pela porta. — Sorrir soprado dando de ombros.

Ronald: Vocês sabem que isso é invasão de privacidade? — Sorrir de lado nojento.

Jimin: Claro... Por acaso, você dança bem. — Sorrir fofo.

Ronald: Eu sei disso obrigado. O QUE MAS VOCÊS VIRAM? — Olha desesperado. — Droga... Meu pai vai me esquartejar.

Yoongi: Você gosta de girl group?

Ronald: Sim... — Sorrir soprado, as bochechas do garoto estavam quentes e vermelhas, o mesmo massageava as próprias têmporas. — Por favor... Não contem pra ninguém.

Jungkook: Tudo bem então... — Jeon tentava segurar o riso, sentindo o clima ficar tenso.

Esse estranho lado de Ronald, soava bem, até então, pela figura do mesmo e as atitudes, nunca cabe ais três invasores descobrirem uma coisa tão estranha como aquelas.

Ronald parecia alguém anormal, ai da é por um ponto de vista, esse lado dele é totalmente diferente, um garoto tímido, com um jeito peculiar de se vingar por besteiras.

                         [...]

A sala estava coberta por risadas e gargalhadas, depois de um tempo, os quatro garotos conseguiram conversar normalmente, firam que os mesmos tinham coisas em comum, como gosta de girl group, Ronald confessou sua sexualidade, era bi, seus pais odiavam ele, por isso o mesmo disse que tinha que manter uma forma rígida.

Quando os pais do garoto iam trabalhar, o mesmo se divertia sozinho, ouvindo as suas músicas preferidas, era um kpopper de carteirinha, o garoto escondia em uma caixinha fotos de seus ídolos preferidos. O mesmo disse que sua cor preferida era rosa.

Incrível, adorava cozinhar, amava séries filmes e jogos.

O garoto tinha medo de fazer amizades, pois com seu jeito diferente, o medo maior era de ser julgado. Mas com Jungkook, Yoongi e Jimin, era totalmente diferente, eles entendiam completamente o Ronald.

Ronald era apaixonado por um garoto da escola, ao certo sabia o nome, era fofa a maneira que o mesmo dizia da sua paixonite.

Sorria bobo ao falar do garoto.

Ronald com certeza iria se tornar amigo dos três. Pois seu jeito e modo de ser é único.

Sem contar das vezes que o mesmo agia de forma peculiar. O garoto era faixa roxa no karatê, era um bom em esportes, adorava educação física, diferente de Yoongi que odiava com todas as forças.

O maior problema de todos era sua família, era uma família tradicional, tentava impor sua tradição japonesa, mas não funcionava com o rebelde do Ronald.

Um dos problemas.


Notas Finais


🎶Parabéns para mim...🎶

AMO VOCÊS.

Minhas redes sociais.

Twitter: @jennifer_Gabi14

Intagram: @jennifergabi_1508

ATÉ O PRÓXIMO.


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...