1. Spirit Fanfics >
  2. Apenas férias >
  3. Um futuro;

História Apenas férias - Capítulo 4


Escrita por: Sou_narutin

Capítulo 4 - Um futuro;



Em uma sala sentados em uma mesa, dois homens loiro conversavam.

-Já faz uma semana que ela está lá, por enquanto está até sendo tranquilo, ela me olha de um jeito estranho, eu sei que ela está querendo, mas estou tentando evitar - dizia o loiro mais jovem suspirando pesadamente.

-Bom, pelo menos ela não deve estar planejando contar a hinata, isso é um bom sinal... né? - Dessa vez era o homem mais velho da sala falando, tentando acalmar os nervos do filho.

-Não exatamente, se eu negar ela pode surtar e contar a hinata, eu estou numa corda bamba, AHH maldita hora que fui comer ela, eu sou um animal... - praguejava o loiro mais jovem.

-É, pelo visto ter uma amante dentro de casa é complicado para caralho mesmo.

-Jura? nem reparei - fala o loiro mais jovem com raiva - você deveria me ajudar de alguma forma pai, algum conselho, mas você só fica ai com essa cara de bunda surpreso com tudo que eu falo.

-Já que é conselhos que você quer... O primeiro conselho é... Não colocar a sua salsichinha onde não deve, se fizesse isso já resolveria metade dos seus problemas... 

-Você fala como se fosse um santo né coroa, é uma pena a mamãe não ter vivido para ver as coisas que você aprontava...



                                                    (...)
Já fazia uma semana que hanabi estava a morar com eles, naruto estranhamente estava demonstrando um interesse sexual gigante em hinata, E claro a morena estava feliz com isso, já que em nos últimos tempos ele estava a ignorando - Ele só estava cansado mesmo, eu sou uma estúpida por pensar que o amor da minha vida estaria de alguma forma me traindo - hinata fala se olhando no espelho - como alguém tão bom como ele se interessou justo por mim - hinata mais uma vez fala olhando cada "defeito" em seu rosto e corpo - Ele poderia arranjar mulheres bem... melhores - dessa vez uma lágrima desce do seu rosto - A merda hinata... por quê você sempre pensa nisso? - a ideia de naruto a trocar por outra sempre esteve presente em sua mente, desde de quando eles começaram a namorar e continuava mesmo eles casados, para hinata naruto era sua alma-gêmea, quem a completava, ela sempre acreditará que sua felicidade dependia do loiro, sem naruto sem felicidade, E hinata mesmo com todas as suas inseguranças, gostava de pensar que para o loiro era igual... Era isso que ela acreditava, ou queria acreditar, desde que se conheceram naruto sempre demonstrou interesse em suas qualidades e até em seus defeitos e isso fazia o coração da hyuuga se aquecer de uma maneira que a mesma nunca pensou ser capaz, perdeu sua mãe muito cedo, e seu pai só a desprezava e hinata não podia se dar ao luxo de se lamentar ou culpar o mundo, tinha que cuidar de sua irmã, cuidar e dar amor a ela, hinata nunca permitiu que sua irmã visse o quão podre era seu pai ou qualquer outra coisa, sempre fez o possível para que hanabi visse o melhor do mundo, sempre garantiu a felicidade da irmã do que a dela, e quando conheceu naruto... ela finalmente achou alguém para se aparar, alguém para protege-la, alguém para mostrar a ela o melhor do mundo, claro, tiveram problemas, muitos, quando começaram a namorar, quando naruto finalmente conseguiu tirar sua virgindade, ignorou a mesma por um mês inteiro, e ficava se gabando para os amigos que tinha tirado a virgindade da "esquisita" hinata se sentiu muito decepcionada naquela época, chegou a cogitar suicídio, mas naruto apareceu de novo, e insistindo, a hyuuga lhe deu uma nova chance, dessa vez para valer, pedido de namoro e tudo... mas isso não impediu que tivessem diversos problemas no namoro, naruto era bem popular na escola, fazia diversas garotas pularem em cima do mesmo, e parecia que ele não se importava que tinha uma namorada, e flertava sem vergonha com as mulheres, isso fez a mesma desenvolver um ciúmes doentio, tanto que se acostumou a ser chamada de "louca" "surtada" "maluca" hinata não era capaz de notar o quão doentio era aquilo, já que as poucas boas sensações que naruto lhe causava compensava todas as más, hinata não estranhava aquilo, já que com as poucas lembranças de sua mãe, a relação de seu pai e sua mãe eram bem parecidas. 

- Bom dia hanabi-chan - diz a morena com um largo sorriso no rosto.

- Bom dia maninha - fala a mesma com o mesmo sorriso.

- Oi amor... hanabi... - o loiro aparece na cozinha com um sorriso e logo em seguida beija a esposa, não era um selinho normal, era um grande beijo de lingua, na frente de hanabi, que quando terminou deixou a mesma muito envergonhada, não gostava de demonstrar tanto carinho assim na frente dos outros.

- E-eu vou v-ver o boruto - dizia a morena corada rapidamente saindo da mesa.

Assim que ouviram a porta bater hanabi olhou para o loiro e começou.

- Não comece algo que não pode vencer uzumaki - diz a morena mais jovem com deboche na voz, enquanto preparava seu café.

- Que eu me lembre... não fui eu que comecei... - replicava o loiro no mesmo tom.

- Eu estou quase voltando pro konohamaru, trairia seu amigão, irmão de outra mãe de novo? - dizia dessa vez, ainda com deboche na fala.

- Para ser honesto, eu acho ainda melhor que vocês estejam juntos... o chifre que eu coloquei nele naquela vez o deixou muito bonito, poderia aumentar - o loiro falava rindo, e aquilo arrancou uma gargalhada da morena, ambos tiveram que parar o dialogo quando ouviram a porta bater mais uma vez, e hinata aparecer com boruto no colo.

- Amor, vamos beber hoje com a turma? marcamos ontem de ir hoje, esqueci de avisar... quer ir? 

- Se seu trabalho não estiver demais hoje vamos amor - fala a uzumaki com um largo sorriso.

- Hanabi estava me falando que estava pensando em voltar com konohamaru... seria uma boa isso, os dois voltando hoje. - fala o loiro com um falso sorriso, hinata apoia a ideia, hanabi sabia o motivo daquilo "ele realmente gosta de chifrar alguém" pensa a morena.





























Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...