1. Spirit Fanfics >
  2. Apenas Magia? >
  3. Prólogo

História Apenas Magia? - Capítulo 1


Escrita por:


Notas do Autor


Essa é minha primeira fic espero que gostem ❤

Capítulo 1 - Prólogo


Fanfic / Fanfiction Apenas Magia? - Capítulo 1 - Prólogo

- Procure direito! - Ouço a voz de um homem nos corredores, acredito ser um soldado - Tem de haver algum deles por aqui.

Encarava-me pelo reflexo no espelho, não adiantaria eu fugir meu sofrimento só iria ser prolongado.

- Park Jimin!

Ah, hoje eu irei morrer.


»»——⍟——««

Minutos antes:


"Park Jimin"


Filho ilegítimo da família Park, república de Busan

Os empregados riam de mim por conta da minha origem vergonhosa, e minha família tratava-me como se eu fosse um verme. 


Esse meu passado horrível...


Acabou com a chegada da guerra feita pelas mãos de um único homem. 

Diziam que era tão cruel que poderia até mesmo matar o bebê de um nobre inimigo, o General do Império de Seul irmão mais novo do rei e também seu braço direito, Jeon Jungkook

À mando do imperador ele tomou um exército, para que pudesse conquistar os países rebeldes ao seu redor, e a república de Busan foi um deles. 

A Família Park foi a última família de nobres restante da nação. 

- Jimin, até mesmo um verme como você pode exercer um papel importante no final das contas. - Meu "pai" dizia enquanto agarrava esmagada meu pulso - Você deve ficar para proteger o castelo. 

Essa foi a primeira coisa que ele me disse quando avistou o inimigo se aproximando. 

Como eles precisavam de alguma distração, me deixaram para morrerEntão enquanto me empurrava em direção ao chão, eu entendi... 

Eu sempre fui um pedaço de lixo com o qual ninguém se importava

Mas não irei chorar esperando que um princípe apareça magicamente em um cavalo branco;

Isso não é um conto de fadas. 

Talvez devesse fugir, talvez eu conseguisse escapar ileso?

Mas o que estou dizendo... Não tem como fugir. É o fim da linha que conectava minha miserável "vida" com a morte, e a mesma está me esperando de braços abertos.


Devo me preparar para encontra-la?


Nunca pensei que algum dia estaria me arrumando para um encontro com a morte, mas cá estou, finalizando minha maquiagem. Não era nada muito exagerado apenas um gloss e blush em cima do nariz e bochechas. 

Chega a ser irônico, eu como uma pessoa que nunca quis se arrumar fazendo exatamente isso só para morrer com um pouco de "honra".


Agora espero sentado a minha hora chegar.


»»——⍟——««


A porta foi arremessada para longe. Então duas pessoas com uma aura assustadora adentraram no cômodo. 

Me agarraram um em cada braço, puxando sem nenhum tipo de delicadeza - a qual tive certeza de que nunca teriam comigo - até um tipo de "jaula" que seria conduzida por dois cavalos brancos.

O homem de cabelos loiros empurrou-me para dentro daquela maldita cela enquanto dizia o quanto se lamentava por não poder desfrutar do meu corpo. 

Suspiro pois esse tipo de comentário não era nada novidade para mim, se fosse dito de um jeito bom consideraria como um elogio e ficaria feliz por saber que sou desejado. 

Mas não desse jeito. Todos que diziam isso só estavam interessados no meu corpo. 

Sabe eu nunca fui bonito, cabelos loiros eram comuns aqui em Busan então eu não era atraente. Entretanto meu corpo era diferente de todos os homens, era mais curvilíneo. 

E eles adoravam esse fato, me encaravam descaradamente deixando claro quais eram suas intenções, olhares julgadores miravam-me o tempo todo, teve até uma vez em que uma mulher me acusou de ter tentado seduzir seu marido o que me causou mais uma noite sem pregar os olhos por  sentir-me culpado e humilhado. 

Depois do acontecido passei a odiar meu próprio corpo. 

Abri meus olhos e me dei conta de que deveria ter dormido o caminho todo já que conseguia avistar o castelo se aproximando.

Eu pensei que o cara não ligava para riqueza, pelo visto estava enganado.

O que me pergunto é o porquê de estarem me levando para o palácio dele só para cortarem minha cabeça, os empregados vão ter muito trabalho para limpar o sangue do tapete vermelho. 

Os mesmos homens que me jogaram dentro daquela "prisão de rodas" me agarraram novamente fazendo com que eu soltasse um gemido baixo de dor por aquela região estar roxa -  resultado do aperto horas antes -  ainda bem que pareceram não se importar. 

Ao contrário do que imaginava, me trouxeram para um tipo de masmorra ao lado onde um par de olhos negros me aguardava impacientemente. 

Então é ele, Jeon Jungkook o cara que vai me exterminar. 

Cabelos negros, pele pálida como a neve e claro os olhos, aquele par de lâminas que pareciam me perfurar. Parecia um anjo, um anjo que veio direto do inferno para me levar, mas devo admitir;

A morte é bem mais bonita do que sequer pude imaginar.

Os dois que seguravam meus braços colocaram-me ajoelhado diante dele - sempre com aquela "delicadeza" que ambos tinham - aquelas lâminas apontadas na minha direção me deixavam hipnotizado, deveria sentir medo? Talvez mas depois de tudo que me aconteceu eu acho que isso não me afeta.

- Você - senti um objeto frio e metálico ameaçar perfurar o meu pescoço - qual é o seu nome? 

- Park Jimin senhor - mantenho a cabeça erguida para não quebrar o contato visual mesmo meus olhos estando repletos lágrimas. 

- Sabe o que vai acontecer contigo não sabe? - aceno positivamente - então... morra. 

O objeto metálico afunda na minha garganta, fecho meus olhos fazendo com que uma lágrima teimosa escorresse pelo meu rosto, percebo um barulho quase inaudível ao chocar-se com o chão. 

- O QUE É ISSO?! - após o susto que o berro do garoto a minha frente causou arregalei os olhos, não por seu grito de surpresa e sim por haver um círculo reluzente ao redor do meu corpo. 

Parece... magia. 

De repente um raio de luz vindo daquela "magia misteriosa" acerta o peitoral do príncipe. 

- MAJESTADE! - os dois homens gritaram amedrontados, mas nenhum ousou dar um passo para ajuda-lo. 

Aproveitando a reação dos dois me levantei prestes a tentar uma fuga desesperada, entretanto não consegui mais sentir minhas pernas caindo novamente, além disso minha cabeça parecia estar pesada e logo meus olhos não conseguiram mais se manterem abertos. 



Notas Finais


Esse capítulo ficou bem curto mas espero que tenha agradado vcs. Eu estava com um certo receio de postar mas agora já foi.

Comentem pra mim saber se gostaram...


Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...