História Apenas mais um romance - Capítulo 8


Escrita por:

Postado
Categorias Histórias Originais
Visualizações 18
Palavras 754
Terminada Não
NÃO RECOMENDADO PARA MENORES DE 16 ANOS
Gêneros: Aventura, Drama (Tragédia), Musical (Songfic), Poesias, Romance e Novela
Avisos: Adultério, Álcool, Estupro, Insinuação de sexo, Violência
Aviso legal
Todos os personagens desta história são de minha propriedade intelectual.

Notas do Autor


Eai estão gostando??
Espero que sim, por que apartir daqui as coisas entre Warren e Kathy vão começar a desenvolver...

Capítulo 8 - Capitulo 6


Warren:

De uma certa forma eu quero compensá-la por tudo que está acontecendo com ela nesses últimos dias, quero mantê-la em meus braços, proteger ela de qualquer mal que venha a atingi-la. Não sei por que mas sinto isso quando estou com ela.

Sinto seus braços se afastando lentamente de mim até que ela possa me olhar, um sorriso encantador e despojado brilha em teu rosto meio vermelho.

-A música já acabou- sussurra - Você realmente quer ler meus poemas?

Assinto com a cabeça, então ela saí dos meus braços e tomo em suas mãos o carderninho, foleia slgumas páginas e logo em seguida me entrega.Leio, cada verso devagar.

Uou.

Ela escreve maravilhosamente bem. Ela consegue transparecer bem tudo o que ela sente.

- Nossa que profundo - Digo devolvendo o caderninho a ela.

- Você realmente gostou?

- Sim, e quem não gostaria? Posso até transforma-la em música

- Sério? Bem, se você realmente for fazer isso eu quero que me leve junto

-Okay... Que dia você quer começar?- pergunto me sentando no banco.

- Como eu perdi meu emprego, provavelmente terei de trancar a faculdade então qualquer dia

- Bem - Digo enquanto ela se senta ao meu lado - Não haverá nescessidade de trancar, por que se minha banda aprovar sua música podemos lhe dar uma porcentagem do lucro.

- Mas sabe, não era isso que eu queria fazer - Diz ela olhando em volta - Nem sei se com o lucro vou conseguir terminar a faculdade

- E o que você queria fazer?- Pegunto voltando minha atenção totalmente para ela

- Eu tinha planos - Ela suspira abrindo um sorriso melancólico - Escrever um livro e publicar, meu sonho desde sempre é ser escritora sabe?

- Mas, será apenas por um tempo, pelo menos até você conseguir um emprego - Passo a mão em teu rosto - Eu vou te ajudar...

Kathy:

Sua mão macia deslizando suavemente pelo meu rosto. Com ele eu me sinto segura, mesmo não conhecendo-o direito.

- Enfim - Digo desviando o assunto - E você tem algum sonho?

- Na verdade, meu único sonho que eu sempre tive e criar minha própria editora de livros... Nunca tive oportunidade de conseguir uma bolsa para me formar para poder dar o primeiro passo.

- Entendo - Digo baixando os olhos 

Sou interrompida por uma ligação de Jullia em meu celular.

Eu: Sim?

Jullia: Está tudo bem você me ligou?

Eu: Sim... Aconteceu umas coisas e enfim

Jullia: precisamos conversar, tem como você vir aqui?

Eu: Sim, estou indo

Antes que ela tenha chance de responder mais alguma coisa eu desligo o celular.

- O que aconteceu? - Diz ele se levantando do banco.

- Jullia quer conversar

- Quer carona? 

Dou um sorriso de canto, e assinto com a cabeça. Durante o caminho, não conversamos muito apenas ficamos ouvindo músicas qualquer que tocava no rádio.

****

Finalmente cheguei ao meu Apê. Sou recebida com o rosto assustado de Jullia.

- O que houve?- Pergunto enquanto tiro meu sapato na porta de entrada

- É que a proprietária do Apê veio nos cobrar... E ela quer receber samana que vem e eu vou me mudar

Eu paraliso na porta e olho diretamente para Jullia que nunca esteve tão séria.

- E eu fiquei sabendo que você perdeu o emprego...- Completa ela cabisbaixa

- E... E agora? 

- Eu posso pagar esse mês para você, mas terá de até semana que vem procurar um lugar para ficar - Ela vai até mim e me abraça forte - Desculpa, mas não tem lugar lá na casa do meu namorado...

- Obrigado... Você tá me salvando... Mais uma vez

Nos soltamos rapidamente , ela vai para seu quarto e eu vou para o meu sabendo que amanhã será longo para organizar minhas coisas e arrumar um lugar para eu ficar até arrumar um emprego qualquer .


Acordei com o despertador tocando, consigo enxergar um pouco pela fresta de luz que atravessa a cortina.

Olho a caixa de mensagens do meu celular.

Sidney- Está tudo bem?

Eu- Fui despedida, e tenho até semana que vem para arrumar um lugar novo para ficar

Sidney- Eu tenho um lugar para você...

Eu- Sério?! Onde?

Sidney- Lembra que tinha um quarto sobrando aqui no meu Apê? Você pode ficar com ele

Eu- Muito obrigado... Nem sei como lhe agradecer cara

Sidney- Que nada você já fez muita coisa por mim 

Eu- Que dia eu posso me mudar?

Sidney- Quando você puder vir 

Eu- Okay durante a semana eu vou levando as coisas 

Sidney- Okay...

Desligo o celular e jogo no criado mudo ao lado da minha cama. E acabo voltando a dormir.




Gostou da Fanfic? Compartilhe!

Gostou? Deixe seu Comentário!

Muitos usuários deixam de postar por falta de comentários, estimule o trabalho deles, deixando um comentário.

Para comentar e incentivar o autor, Cadastre-se ou Acesse sua Conta.


Carregando...